No iPod: “A década perdida do Kinks”, por André Barcinski

Quando penso que há pessoas no mundo que vivem suas vidas sem ouvir Kinks, a mim só resta lamentar muito por elas.

kinks-the-5374fe6b9b7b6

Por isso, recomendo a leitura do texto publicado pelo André Barcinski, A década perdida do Kinks.

Aos que conhecem, mas principalmente aos que não (!!!) conhecem!

Cito:

Enquanto seus contemporâneos, os Rolling Stones, ganhavam fama de bad boys, os Kinks eram os verdadeiros delinquentes daquela geração. Num show, o guitarrista Dave Davies xingou o baterista Mick Avory, que respondeu arrebentando a cabeça de Dave com um pedestal de prato. Avory fugiu do teatro acreditando que tinha matado o colega. Logo depois, Ray deu entrevistas esculhambando Frank Sinatra (“Eu canto ‘You Really Got Me’ melhor que ele”) e dizendo que qualquer um – “até Hitler” – era capaz de lotar um teatro de fãs. Numa turnê pelos Estados Unidos, Ray saiu no braço com um diretor de uma emissora de TV durante a gravação de um programa. O homem era poderoso, e os Kinks foram proibidos de excursionar na América por quatro anos.

E ouçam, claro!

Volto mais tarde | Ao som de The Kinks – You Really Got Me |

Anúncios

Música do Dia: The Kinks – You Really Got Me

Bom demais da conta.

the kinks you really got me

Girl, you really got me goin’
You got me so I don’t know what I’m doin’
Yeah, you really got me now
You got me so I can’t sleep at night

Yeah, you really got me now
You got me so I don’t know what I’m doin’, now
Oh yeah, you really got me now
You got me so I can’t sleep at night

Volto mais tarde | Ao som de The Kinks – You Really Got Me |