Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 15 anos do Return of Saturn, do No Doubt

Ontem, o Return of Saturn do No Doubt completou 15 anos de vida!

return-of-saturn

O primeiro disco da banda como quarteto, após a saída do Eric Stefani.

Mas, mais que isso: o disco que viria como sucessor do perfeito Tragic Kingdom, aquele que deu sucesso mundial à banda.

Demorou mais de dois anos para ficar pronto, graças a brigas entre os membros da banda e da banda com a gravadora.

Gostei do que o Tom Dumont escreveu a respeito, na sua página no Facebook.

tomdumontreturn

Eu me lembro que, na época que ele saiu, achei mais lento que o TK. Não me animei, inicialmente, e demorou um tempo para que eu o escutasse direito.

Que tempo perdido….

Hoje, amo.

Adoro a introspecção que a Gwen Stefani trouxe, debatendo seu desejo de uma vida em casa, que contrastava com a vida de turnê e shows.

Algumas das belezuras do álbum são Magic’s in the MakeupSimple Kind of LifeBathwaterSix Feet Under, Marry Me, New.

Não é pouca coisa não.

 Abaixo, uma das melhores deles, na minha opinião. Bathwater.

Fica a lembrança.

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Bathwater |

SalvarSalvar

Anúncios

Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 20 anos do “The Beacon Street Collection”, do No Doubt

Ao contrário dos últimos álbuns postados aqui no words of leisure, o The Beacon Street Collection não marcou a minha vida, à época do seu lançamento. Fui conhecer anos depois…

Na realidade, marcou a vida de “poucos”, pois ali o No Doubt ainda não tinha explodido.

De produção toalmente independente, feito todo pela banda, vendeu 100.000 cópias. Isso garantiu a produção do seu terceiro álbum. Aí, tudo mudou.

Visto que o terceiro é o Tragic Kingdom.

the-beacon-street-collection-50b1e43676452

Continuar lendo “Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 20 anos do “The Beacon Street Collection”, do No Doubt”

Música do Dia: No Doubt – Simple Kind of Life

Após o post feito mais cedo, não tinha como ser outra banda…

No-Doubt-Simple-Kind-Of-Li-230434

Ainda mais com essa música, que é sensacional.

Sou muito fã da entrega da Gwen nas músicas.

Now all those simple things are simply
Too complicated for my life
How’d I get so faithful to my freedom?
A selfish kind of life
When all I ever wanted was the simple things
A simple kind of life

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Simple Kind of Life |

No iPod: Gwen Stefani é a pessoa mais amável do mundo: saiba por que somos todos loucos por ela

O Portal Vírgula fez esse especial sobre a Gwen Stefani e eu não tinha como não colocar aqui:

Gwen Stefani é a pessoa mais amável do mundo: saiba por que somos todos loucos por ela

Eu concordo com tudo que está ali e mais um pouco.

Principalmente, ela estar a frente de uma das bandas mais f… nos últimos tempos. E ter uma das melhores presenças de palco, ever.

Amo demais.

Gwen-no-The-Voice

Destaco:

– Aproveita tudo que a vida lhe dá (seja bom ou não)

Sabe aquele velho ditado: “Se a vida lhe deu limões, faça uma limonada”? Bom, Gwen Stefani, mais que uma limonada, aproveitou os “limões” da vida pra fazer logo um belo mojito. Quando ela terminou o seu relacionamento de sete anos com o baixista Tony Kanal, ela teve escreveu Don’t Speak, lançada em 1996. A canção foi responsável por consagrar o No Doubt, foi indicada ao Grammy e é uma das melhores músicas sobre términos de relacionamentos que existem (talvez ao lado de You Oughta Know, da Alanis Morissette).

Para ver os outros itens, basta clicar na figura acima.

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Easy |

Hoje…Algum Tempo Atrás: A Maioridade do Tragic Kingdom

Dois “Hoje…Algum Tempo Atrás” musicais, no mesmo dia.

O primeiro, para celebrar a vida da Piaf, na data do seu falecimento.

E agora…

Como não comemorar os 18 anos de um dos meus discos favoritos da década de 90?!

No Doubt - Tragic Kingdom - Front

Ano passado eu cheguei a comentar a respeito do aniversário do disco e, 365 dias depois, mantenho tudo que coloquei ali.

É impressionante como esse disco é excelente. Tido por muitos como o melhor da banda até hoje.

Eu concordo.

Vibrante, alegre, apresentou uma banda com uma proposta bem legal e mesmo diferente do que aquilo que era feito na época.

1. “Spiderwebs”
2. “Excuse Me Mr.”
3. “Just a Girl”
4. “Happy Now?”
5. “Different People”
6. “Hey You!”
7. “The Climb”
8. “Sixteen”
9. “Sunday Morning”
10. “Don’t Speak”
11. “You Can Do It”
12. “World Go ‘Round”
13. “End It on This”
14. “Tragic Kingdom”

Mesmo sendo o terceiro disco deles, foi o que os levou ao sucesso mundial. E apresentou a todos 4 seres humanos de muito talento! Um deles virou um dos meus ícones: gotta love Gwen!

Sem contar que tem aquela que é a minha música favorita deles, desde sempre:

Fodásticos!

Ainda sonho em vê-los ao vivo.

O carinho que tenho pelo Tragic Kingdom é gigantesco! Bem vindo à maioridade.

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Spiderwebs |

No iPod: 11 Acontecimentos Marcantes Na Carreira Do No Doubt

Quem acompanha o words of leisure sabe que o No Doubt é uma das minhas bandas favoritas e que sou muito fã da Gwen Stefani, né?

O Push and Shove foi meu álbum favorito do ano passado, algo que vocês não sabiam, afinal não fiz meu post com os meus queridos de 2012, né?

#procrastinationmodeon

Assim como a música Push and Shove foi, disparadamente, a que mais ouvi no ano que se passou.

Tenho Mais Discos Que Amigos
Tenho Mais Discos Que Amigos

Por isso mesmo, adorei o post do Tenho Mais Discos Que Amigos, 11 acontecimentos marcantes na carreira do No Doubt.

Entre eles:

O DESABAFO DE GWEN STEFANI E A GRANDE JOGADA DE MESTRE DO NO DOUBT

No Doubt - Tragic Kingdom - Front As gravadoras Interscope e Trauma lançaram no dia 10 de Outubro de 1995 o álbum mais bem sucedido e, até então, mais emotivo da história da banda: Tragic Kingdom. Com músicas que surgiram após o doloroso término de relacionamento de Tony Kanal com Gwen Stefani (eles estiveram juntos por 7 anos), o grupo cativou pessoas do mundo inteiro. Hits como “Don’t Speak“, “Spiderwebs” e “Just a Girl” levaram em pouco tempo o No Doubt ao 1º lugar das paradas mundiais e fizeram a banda dar início a uma coleção de prêmios importantes, com destaque para os Grammys.

Tragic Kingdom também foi o responsável por levar o No Doubt a excursionar pelo mundo inteiro, incluindo pelo Brasil. No final de 1997, o quinteto realizou shows históricos em Curitiba, em São Paulo e no Rio de Janeiro, apontados pela própria banda como alguns dos melhores de sua carreira.

Gostei demais!

Para ver os outros acontecimentos marcantes, basta clicar na figura lá em cima.

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Easy  |

No Meu iPod: No Doubt, “Push and Shove”

Quando começou 2012, eu tinha duas expectativas musicais gigantescas: Garbage e No Doubt!

Enquanto eu gostei do primeiro (como já falei aqui no blog), o segundo passou a ser um processo de luta da minha parte: de não ouvir 100% do tempo nas últimas duas semanas, desde que o comprei. Estou em um estado de vício tão absurdo, mas tão absurdo, que todas as “Música do Dia” que eu postei durante esse tempo fizeram parte desse processo interno de ouvir outras coisas.

Continuar lendo “No Meu iPod: No Doubt, “Push and Shove””