Retrospectiva 2014: Os melhores covers, pelo 1001 covers!

Meus amigos do 1001 covers para ouvir antes de morrer fizeram uma retrospectiva de 2014, com os melhores covers nacionais e internacionais feitos no ano que se findou.

Sensacional, o trabalho deles.

internacional parte1

Teve a parte 2, claro.

internacional parte2

E a lista dos artistas nacionais.

nacional1

Isso tudo é mais uma prova de como eu e o ano de 2014 não nos demos bem.

Ao menos, tenho o pessoal do 1001 covers para me salvar da ignorância musical que me encontrei nos últimos 12 meses.

Para acessar cada lista, basta clicar nas respectivas figuras.

Persiolino, Cris, Alê e outros: parabéns demais!

Volto mais tarde | Ao som de The National – Karen |

Retrospectiva 2014: Os melhores álbuns do ano, por vários blogs

2014 não foi um ano que me inspirou muito, em relação aos álbuns ali lançados.

Até que muito pouco comentei sobre eles por aqui. Na realidade, foi o ano que menos escrevi sobre música no words of leisure.

Espero que 2015 seja diferente.

Por isso mesmo, juntei aqui no blog várias listas brasileiras, com os melhores (será?) discos nacionais e internacionais.

Várias, mesmo.

Pílula Pop, Na Mira do Groove, Pergunte ao Pop, entre outros…

Vamos a elas.

Do Tenho Mais Discos Que Amigos:

discos internationais

Continuar lendo “Retrospectiva 2014: Os melhores álbuns do ano, por vários blogs”

Minha Retro 2013: A Minha Música Do Ano

Por mais difícil que possa parecer, quase sempre eu consigo pegar uma música que vira a marca do ano que encerrou.

Que não precisa ter sido lançada no mesmo ano mas, no caso de 2013, foi.

Foi um parto fazer a lista com os meus discos favoritos do ano, mas escolher uma música que marcou 2013 não foi.

Julieta+Venegas+julieta+venegas

Já expressei, aqui no words of leisure, o tanto que admiro a super talentosa Julieta Venegas. Várias vezes, inclusive.

Clique aqui, aqui e aqui para ver alguns desses momentos.

Babo ovo mesmo. São poucos os artistas que mexem tanto comigo. A mulher é incrivelmente talentosa, sensacional mesmo.

Fiquei impressionada com o álbum Los Momentos. Com o quanto ele não parece ser, em uma primeira audição, um disco de músicas tristes, pela influência da música eletrônica.

Mas o é.

Muito.

Demais da conta.

Verte Otra Vez, a minha Música do Ano, exprime exatamente isso.

Parece animada, mas é muito triste. E incrivelmente linda.

Amei. Ouvi horrores.

Isso aqui é bonito demais:

Quedó
La urgencia de mi voz
En tu ida
Se perdió
Y tú
En tu salida
Olvidaste cerrar
El río de mis anhelos

E isso?

Lo sé
A veces gana mi deseo de encontrarte
Una vez
Y voy
Haciendo versos que celebren
Nuestra historia
Que nunca sucederá
Pero es bueno celebrar

Todo lo que pudo suceder
Se esfumó
Junto a la ilusión
De verte otra vez

Cada vez mais fã dessa mexicana! Incondicionalmente.

Verte Otra Vez é a minha música lindona de 2013.

Aquela que sempre me fará pensar neste ano que se findou.

Volto mais tarde | Ao som de Julieta Venegas – Verte Otra Vez |

Minha Retro 2013: Meus 10 Discos Mais Queridos de 2013

Como é sofrido fazer um post com retrospectiva de discos!!

Um dos maiores arrependimentos que tive com o words of leisure, no ano passado, foi não ter feito a minha lista com os meus álbuns favoritos de 2012.

2013 não foi um ano com vários discos que me viciaram horrores, como aconteceu no ano anterior, com o Push and Shove, do No Doubt, o Battle Born, do The Killers, ou o Strangeland, do Keane.

PS: pronto, acabei de resumir o que teria sido o post jamais escrito :-)

Tampouco foi um ano que escrevi tantas Review de Álbuns quanto gostaria, mas é a vida.

Então, aqui está a minha lista de 2013, com os meus 10 mais queridos. Com muito atraso, mas saiu.

E por que mais queridos? Não seriam eles os melhores? Não sei, talvez não. Mas foram os que mais gostei.

Sei que muitos discordarão de tudo, mas, who cares?

10: Franz Ferdinand – Right Thoughts, Right Words, Right Action

franz_ferdinand_-_right_thoughts_right_words_right_action-cover

O Franz continua sendo uma das minhas bandas do coração. Sem contar que os caras sabem fazer vídeos como poucos!

Eu gostei do Right Thoughts, Right Words, Right Action, mas não grudou tanto quanto os anteriores.

Ainda assim, entrou na minha lista.

09: Justin Timberlake – The 20/20 Experience (1 e 2)

Justin_Timberlake_-_The_2020_Experience

The_2020_Experience_2_of_2

É! O Justin Timberlake me surpreendeu bastante com seus discos ano passado. Eu gostava de uma ou outra música dos álbuns anteriores, mas o 20/20 Experience realmente ganhou muitos pontos comigo. Muito, muito bem feito. Os dois.

O menino é muito bom. E pronto.

Ah, gostei mais do primeiro que do segundo.

08: Billie Joe Armstrong and Norah Jones – Foreverly 

billie-joe-norah-jones-foreverly

Esse disco me surpreendeu muito mais pela presença do Billie Joe que pela Norah Jones, obviamente. Jamais poderia imaginar o líder do Green Day fazendo algo do tipo.

Mas como são boas as surpresas positivas, né? O disco é uma delícia só, do início ao fim.

07: Suede – Bloodsports (para ver o post relacionado, clique aqui)

suedecoverbloodsports

Os fãs do Suede em muito esperaram material novo da banda. Ele veio de forma a não deixar ninguém triste.

Bom, ao menos eu não consigo pensar que alguém possa ter ficado insatisfeito com o Bloodsports, que é excelente!

It Starts And Ends With You é ótima!

06: Sharon Corr – The Same Sun (para ver o post relacionado, clique aqui)

sharoncorr-thesamesun

Esse é um dos discos que mais justifica o motivo do post considerar os “discos mais queridos”. Não apareceu em nenhuma lista que eu tenha visto, mas foi muito bem recebido pela minha pessoa. Já falei aqui e aqui sobre a importância que o The Corrs tem na minha vida e como a Sharon Corr sempre foi a minha favorita na banda. Seu segundo disco solo ficou muito gostoso de ouvir.

Talvez, se tivesse sido feito por outra pessoa, uma que não me importasse tanto, não teria entrado na minha lista. Mas não é o caso. O carinho que sinto pela cantora + um ótimo disco colocou o The Same Sun aqui.

05: Arcade Fire – Reflektor

Arcade-Fire-Reflektor-608x608

Eu gosto bem de Arcade Fire, mas não me considero uma fã de carteirinha.

Ainda assim, o Reflektor é bem legal, fluiu super fácil.

04: Stereophonics – Graffiti On The Train (para ver o post relacionado, clique aqui)

stereophonics-graffiti-on-the-train-album-cover

Graffiti On The Train foi um alento no meu amor pelo Stereophonics. Sou muito fã dos primeiros discos deles, mas os três anteriores ao Graffiti não me encantaram tanto. Então, o lançado ano passado me fez voltar a ficar encantada pela banda do País de Gales. Muito, muito bom, mesmo.

03: Arctic Monkeys – AM

arctic-monkeys-am

AM é, na minha opinião, o melhor disco do Arctic Monkeys, disparado. Excelente, maravilhoso. Talvez, de fato, o melhor do ano!

Mas como ficou só na terceira posição aqui no words of leisure? Porque só tive acesso a ele no dia 30 de dezembro de 2013. Simples assim.

Incrível, incrível.

Do I Wanna Know é perfeita.

Discásso.

02: Travis – Where You Stand (para ver o post relacionado, clique aqui)

Travis_Where_You_Stand_album_cover

Sim, eu acho o AM um melhor álbum que o Where You Stand. Mas como já falei algumas vezes, essa não é uma lista de melhores discos, e sim, dos meus mais queridos.

E o WYS remete a um momento absolutamente especial na minha vida: ter visto o Travis e o Blur no Planeta Terra. Momento que foi relatado aqui e aqui.

O significado que ele ganhou o colocou tão bem colocado no meu ranking.

01: Julieta Venegas – Los Momentos (para ver o post relacionado, clique aqui)

Julieta-Venegas-Los-Momentos

Aí está a prova mais clara que esse é um post de discos queridos. Eu só vi o Los Momentos bem classificado, em 2013, em listas voltadas ao mercado latino.

Eu já era muito fã dessa mexicana antes do lançamento dele. Quando saiu, eu tive um pequeno estranhamento inicial, porque ele tem um toque eletrônico inesperado.

Mas foi só ouvir mais, ir ao show dela aqui em BH, que o amor virou absoluto. Algumas músicas têm letras tão tristes que chegam a doer, como Los Momentos e Verte Otra Vez.

Muito, muito belo! Indubitavelmente, meu disco favorito de 2013. Disparado.

Linda demais essa mexicana!

Bom é isso.

Volto mais tarde | Ao som de tudo isso que vocês leram acima. |

Retro 2013: Os Melhores Do Ano, Pelo Pílula Pop

Um site que eu adoro acompanhar é o Pílula Pop.

Acho o slogan deles “Se o pop é uma droga, a gente é a bula” sensacional.

pilulapop2

Pois bem, compartilho com vocês três retrospectivas feitas pela equipe deles, que ficaram bem legais. Melhores álbuns, séries e e filmes de 2013.

Posso concordar, discordar, mas ainda assim, recomendo.

Além disso, também coloco os links para ver os votos de cada uma dos membros, para cada uma das listas.

Clique nas figuras, ou nos títulos, para entrar em cada um.

Pilulista: melhores álbuns de 2013

pilulapop-melhoresalbuns2013

Pilulista 2013 – os álbuns, voto a voto

Pilulista 2013 – as séries

pilulapop-melhoresseries2013

Pilulista 2013 – as séries, voto a voto

Pilulista: melhores filmes de 2013

pilulapop-melhoresfilmes2013

Pilulista: melhores filmes de 2013, voto a voto 

Volto mais tarde.
Ao som de Madonna – Frozen

Minha Retro 2013: Um Ano de Grandes Shows

2013 começou como que não quisesse nada.

Terminou com um dos melhores anos da minha vida, em termos de shows assistidos.

6. Barão Vermelho, 22.fevereiro.2013 (clique aqui para ler o relato)

Claro que eu sabia que o show do Barão seria bom. Não quanto foi.

Incrivelmente bom.

Acervo Pessoal
Acervo Pessoal

5. Elton John, 09.março.2013 (clique aqui para ler o relato)

O show do Elton John colocou Belo Horizonte como mais um local para grandes shows no Brasil, graças a reabertura do Mineirão.

Ver aquele senhor fazer o que bem entende com o piano foi algo, realmente, impressionante.

elton_john_sentado_no_piano620

04. Paul McCartney, 04.maio.2013

Na época em que Sir. Paul McCartney veio falar Uai, questões particulares me impediram de escrever a respeito.

Mas assistir ao show ao lado do homem que me ensinou a gostar de música, a gostar de Beatles, foi muito além de um sonho realizado.

Mesmo sendo a segunda vez que o vi no palco.

paulmaccaBH

03. Julieta Venegas (clique aqui para ler o relato)

Não esperava, mesmo, um dia ver essa artista que eu tanto admiro, que tanto me encanta, aqui na minha cidade.

Show delicioso, sensacional, em pleno Parque Municipal.

julietaconexao

02. Travis (clique aqui para ler o relato)

Uma das minhas bandas favoritas, que veio de “brinde” em um momento tão importante na minha vida.

Show lindo, lindo, lindo.

(Foto: Ricardo Matsukawa / Terra)
(Foto: Ricardo Matsukawa / Terra)

01. Blur  (clique aqui para ler o relato)

20131113-223218.jpg

Enquanto eu não esperava ver a Julieta Venegas em Belo Horizonte, já tinha alguns anos que eu não esperava ver o Blur em lugar algum.

Uma das bandas mais importantes da minha vida.

Show marcante, imbatível, um dos melhores, ever! Que pude assistir ao lado de pessoas muito especiais.

Top, top, top.

Será que 2014 baterá 2013?

Truco, hein?

Volto mais tarde | Ao som de Blur – You’re So Great |

Retro 2013: Os Melhores Discos Do Ano

Vou, neste post, juntar algumas listas de melhores discos do ano que vi por aí.

Sem delongas, vamos lá:

Tenho Mais Discos Que Amigos. 

os-50-melhores-discos-internacionais-de-2013

A lista do TMDQA tem alguns discos que gostei e outros que não passei perto de ouvir.

Mas concordei com a fala inicial deles:

2013 foi um ano um tanto quanto atípico.

Se em anos recentes tivemos uma quantidade considerável de discos que foram unanimidades no mundo todo, independente do gosto musical, esse ano vimos que alguns poucos nomes foram considerados como essenciais por público e crítica, o que fez com que as listas de final de ano apresentassem centenas de nomes e posições diferentes por aí.

Rolling Stones, americana.

rolling stone

The past 12 months had more great music going on than any year in recent memory. Some of the most innovative artists of the last decade — Kanye West, Daft Punk, Queens of the Stone Age, Vampire Weekend and Arcade Fire — all made watershed albums. Rock & roll greats like John Fogerty, Paul McCartney and David Bowie proved they could be as vital as ever. The EDM explosion kept blowing up thanks to artists like Disclosure and Avicii; old-school titans like Eminem and Pusha T pushed hip-hop forward alongside new-school innovators like Chance the Rapper, Earl Sweatshirt, J. Cole and Danny Brown; Kacey Musgraves and Ashley Monroe made country that was traditional and iconoclastic. But the most exciting news of the year might’ve been the astonishing number of breakout new artists, from retro-Eighties sister act Haim, to Brit-folk prodigy Jake Bugg, to indie-rockers Parquet Courts, to post-punkers Savages to chart-topping 17-year-old truth-bomber Lorde. Even Miley Cyrus’ wrecking ball of an adult-oriented breakout album was kinda awesome. Oh 2013, you gave so much and asked so little; 2014, get crackin’. You’ve got a lot to live up to.

 Blog Zambombazo

lista_mundial_los_mejores_discos_en_espanol_de_2013_610

Nuestra Lista Mundial 2013, una lista de los mejores discos iberoamericanos del año, con discos de todos los países hispanohablantes y también Brasil, Portugal, Haití y Belice.

Como dijimos el año pasado (Lista Mundial 2012), todas las escenas nacionales son diferentes y fascinantes, entonces este año hemos hecho todo lo posible para escuchar discos de todos los países iberoamericanos. ¡Esperamos que el carácter internacional de esta lista contribuya a que haya novedades para todo el mundo!

Nuestra lista de los mejores discos del 2013 se centra en los discos en español, pero también contiene discos y canciones en portugués, guaraní, garífuna, criollo haitiano, francés, inglés, bubi y fang.

Para cada disco de la lista hemos puesto la portada, el título del disco enlazado a uno de los sitios oficiales del artista o del disco, el nombre del artista, el país de origen, uno de nuestros temas preferidos y una breve descripción. La lista se ordena en orden alfabético inverso.

NME

NME-ALBUMYEAR

Para acessar as listas, clique nas respectivas figuras.

Colocarei outras que surgirem por aí. E fazer a minha, se der.

Volto mais tarde | Ao som de Ian Brown – Can’t See Me |

Retro 2013: Os melhores discos nacionais, pelo TMDQA

Várias vezes eu lamuriei aqui no words of leisure, sobre como fui relapsa com os álbuns em 2013, sobre como escrevi poucos comentários.

Pois bem, o choque maior veio ao reparar a lista do Tenho Mais Discos Que Amigos, com os melhores nacionais lançados nesse ano:

Não ouvi nenhum! Nenhum! Zero!

discosnacionais

Nem mesmo o do Amarante, que é um cara que eu gosto muito.

Lamentável.

Dessa forma, obviamente não posso tecer nenhum comentário.

Fiquem a vontade para fazer, claro!

Para ver a lista, basta clicar na figura acima.

Volto mais tarde.
Ao som de R.E.M. – Circus Envy

Retro 2013: Os 10 Melhores Filmes, Pela Rolling Stone

Mais uma lista de final de ano.

Dessa vez, os 10 melhores filmes, de acordo com a Rolling Stone. A americana.

rolling stone

Entre eles, o comentado aqui no words of leisure, e muito amado, Antes da Meia Noite:

Nothing happens as two lovers, Jesse (Ethan Hawke) and Celine (Julie Delpy), continue to climb the Mount Everest of their relationship. In this story’s third part, after 1995’s Before Sunrise and 2004’s Before Sunset, director Richard Linklater and pitch-perfect co-writers Hawke and Delpy create the defining love story of a generation.

Lindos!
Para ver os outros, clique na figura acima.
Volto mais tarde | Ao som de The Cardigans – Iron Man |

Retro 2013: As 60 Melhores e Piores Capas De Discos, Pelo TMDQA

Como falei ontem, a partir de agora serão vários posts, com as listas de melhores e piores do ano.

Duas bem legais foram feitos pelo mais-legal-ainda Tenho Mais Discos que Amigos.

As 60 melhores capas de discos de 2013

Tem coisa bem bacana ali, como essa do The National. Linda, né?

the-national-trouble-will-find-me

Ou então, a do Travis e seu Where You Stand, comentado aqui no words of leisure.

Travis_Where_You_Stand_album_cover

Para acessar o post, basta clicar nas capas.

Em compensação, uma lista de horrores vem com As 50 piores capas de discos de 2013. E olhem que tem artistas que eu gosto muito, ali. Mas mandaram mal, mesmo. Cliquem aqui para ver.

Volto mais tarde | Ao som de Franz Ferdinand – No You Girls |

Retro 2013: Listas e o Tom Leão

2013 about to end e começam a sair as listas dos “melhores do ano”.

A minha intenção é publicar de outros, mas também fazer as minhas. Ano passado, não fiz dos meus álbuns favoritos e me arrependi.

Pois bem, quem assiste o Estúdio I, da Globonews, conhece o Tom Leão e seus comentários de cultura, né?

nacovadoleao

No seu blog, Na Cova do Leão, ele fez o post Fechando a Tampa, que ainda receberá atualizações.

Dentre os que já entraram:

FILMES:

1-LA VIE D´ADELE (UMA HISTORIA DE AMOR INCRIVEL)
2-RUSH (MELHOR CINEBIO QUE VI EM SECULOS)
3-GRAVITY (NUNCA VI FILME SEQUER PARECIDO)
4- FRANCES HA (A NOUVELLE VAGUE NAO MORREU)
5-JAGTEN/A CAÇA (PROVAVEL OSCAR ESTRANGEIRO)
6- BLUE JASMINE (MAS SÓ PELA CATE BLANCHETT)
7-MUD/AMOR BANDIDO (TITULO CRETINO, FILME LINDO)
8-THE CONJURING (FILMINHO DE TERROR SUPIMPA =))
9-HUNGER GAMES 2 (MELHOR FILME PIPOCA DO ANO)
10- HANNAH ARENDT (MULHER CORAJOSA, FILME IDEM)
+KILLER JOE, CLOUD ATLAS, PERKS OF BEING A WALLFLOWER, O SOM AO REDOR, AMOUR, THE SESSIONS, LE PRENOM, BLANCANIEVES, FAROESTE CABOCLO, TESE SOBRE UM HOMICIDIO, POPULAIRE, THE EAST…

Para mim, uma lista do que deveria ter visto e não vi em 2013, que foi um ano muito #fail para filmes. Mais que o normal.

Para ver o que ele selecionou de música e TV, clique na figura acima.

Volto mais tarde | Ao som de  Norah Jones – The Nearness of You |

Dicas de Apps: Os Melhores, Segundo o Blog do iPhone

O Blog do iPhone, que eu tanto gosto, fez uma pesquisa com os seus leitores:

Qual o melhor aplicativo para iPhone, iPod touch ou iPad usado por você em 2012?

best2012

Não tenho os jogos.

Nem o Tweetbot for twitter.

E alguns dos meus favoritos não estão ali, mas concordo plenamente com o primeiro lugar.

WhatsApp é vida.

E o Waze é sensacional.

Para ver a lista completa, clique aqui.

Volto mais tarde.

Ao som de The Strokes – Games

Retrospectiva 2012: Os Melhores Apps do Ano

A Revista Exame selecionou os 30 melhores aplicativos de 2012, entre eles clássicos que foram aprimorados ou novidades. Para iPhone, iPad e Android.

Fonte: Revista Exame
Fonte: Revista Exame

Alguns, como o Kekanto, eu não conhecia.

Vale a pena dar uma olhada. Para isso, clique aqui.

Volto mais tarde.

Ao som de Keane – Into the Light

Retrospectiva TED Talks: “1” John Hunter, “Sobre o Jogo da Paz Mundial”

Eia que temos a palestra vencedora! Aquela que, para o The Huffington Post, está no topo das ideias compartilhadas em 2011 que podem remodelar 2012.

John Hunter sobre o Jogo da Paz Mundial.

Continuar lendo “Retrospectiva TED Talks: “1” John Hunter, “Sobre o Jogo da Paz Mundial””

Retrospectiva TED Talks: “2” Salman Khan, “Vamos Usar o Vídeo Para Reinventar a Educação”

Muito se fala sobre como o mundo está mudando: a forma em que nós nos comunicamos, as relações de trabalho, as amorosas, etc.

Mas tem uma coisa que permanece a mesma: a sala de aula. A maneira de ensinar crianças (e adultos) é exatamente a mesma, hoje, de quando os nossos avós, nossos pais, estavam na escola. Crianças que têm que aprender em um mesmo ritmo, imposto: aquelas que não conseguem que se virem. Certo? Errado.

E é por isso que a palestra do Salman Khan é tão incrível: mostra uma possibilidade de humanizar a sala de aula de forma plausível, possível. De tornar a relação ensino-aprendizagem algo bacana de verdade.

As melhores ideias de 2011, para remodelar 2012, de acordo com o Huff Post

Continuar lendo “Retrospectiva TED Talks: “2” Salman Khan, “Vamos Usar o Vídeo Para Reinventar a Educação””

Retrospectiva TED Talks: “3” Karen Tse, “Como Impedir a Tortura”

Ao ver a palestra da Karen Tse, “Como impedir a tortura”, eu afirmo: Não vejo  a hora de ver as duas que ficaram na frente dela, como as melhores palestras de 2011, para remodelar 2012. Para essa ter ficado em terceiro lugar, as “vencedoras” devem ser absurdas mesmo!

Verdadeiramente inspiradora, sobre um dos problemas do mundo que mais me deixa nos nervos: a tortura.

Ps: não, ela não conta nenhum caso escabroso.

Continuar lendo “Retrospectiva TED Talks: “3” Karen Tse, “Como Impedir a Tortura””

Retrospectiva TED Talks: “4” Wael Ghonim, “Dentro da Revolução Egípcia”

Já entramos na reta final da retrospectiva do The Huffington Post: “As 18 melhores ideias de 2011, para remodelar 2012”.

E a que ficou em quarto lugar foi sobre um tema que muito me interessa e que, com certeza, ficou entre os mais marcantes na história da humanidade: a revolução egípcia.

Continuar lendo “Retrospectiva TED Talks: “4” Wael Ghonim, “Dentro da Revolução Egípcia””

Retrospectiva TED Talks: “6” Marcin Jakubowski, “Projetos de Código Aberto Para a Civilização”

A palestra que ficou em sexto lugar na lista das 18 melhores ideias para remodelar 2012 não é muito da minha zona de conforto.

Ainda bem!

Fonte: The Huffington Post

Continuar lendo “Retrospectiva TED Talks: “6” Marcin Jakubowski, “Projetos de Código Aberto Para a Civilização””