#BadJokeFriday: Traduza para o inglês!

Vamos lá, personas!

Repeat after me!

IMG_0465

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Push and Shove |

Anúncios

No iPod: A Gwen no The Voice

Com a foto abaixo, a Gwen Stefani confirmou, na sua página no Facebook, que será jurada na próxima temporada do The Voice americano.

gwen the voice
“it’s true! gx The Voice”, ela escreveu.

 

O words of leisure:

  • preferiria um novo álbum do No Doubt, após o magnânimo, maravilhoso, super ultra mega sensacional Push and Shove? Sim, é óbvio que sim.
  • acompanhará pela primeira vez, após muitos anos, um reality show? Sim, é óbvio que sim.
  • somente por causa da Gwen? Sim, é óbvio que sim.
  • já é #TeamGwen, no matter whatSim, é óbvio que sim.
  • concorda em absoluto com a Ellen DeGeneres ao comentar, na foto: “This S#&% is bananas!” ?? Sim, é óbvio que sim.

This S#&% is bananas!

#TeamGwen

Volto mais tarde | Ao som de Gwen Stefani – Hollaback Girl |

Infográfico: Como Criar Uma Senha Super Ultra Mega Forte

Eu fico impressionada como as pessoas ainda não dão a importância merececida para a questão das senhas de internet.

Mesmo alertando os amigos e visitantes do words of leisure sobre o perigo do Heartbleed

Mesmo com todas as notícias sobre invasão de contas que saem diariamente…

Ainda tem quem insiste em colocar a mesma senha em todos os aplicativos ou usar códigos banais.

Eu realmente queria ter o tempo e a paciência para traduzir o infográfico abaixo, porque ele é muito válido.

Mas como não tenho nenhum dos dois, vai em inglês mesmo.

Só que um ponto eu vou realçar, lá embaixo.

infografico-how-create-super-stong-password

16 minutos foi o tempo que Jeremi Gosney, CEO do Grupo Stricture Consulting, levou para romper 10.223 senhas.

16 minutos!

As informações estão dadas. Façam bom uso. 

Vi o infográfico  no Entrepreneur.Com

Feito pelo Who Is Hosting This?.

Muito bom.

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Push and Shove  |

Minha Retro 2013: Meus 10 Discos Mais Queridos de 2013

Como é sofrido fazer um post com retrospectiva de discos!!

Um dos maiores arrependimentos que tive com o words of leisure, no ano passado, foi não ter feito a minha lista com os meus álbuns favoritos de 2012.

2013 não foi um ano com vários discos que me viciaram horrores, como aconteceu no ano anterior, com o Push and Shove, do No Doubt, o Battle Born, do The Killers, ou o Strangeland, do Keane.

PS: pronto, acabei de resumir o que teria sido o post jamais escrito :-)

Tampouco foi um ano que escrevi tantas Review de Álbuns quanto gostaria, mas é a vida.

Então, aqui está a minha lista de 2013, com os meus 10 mais queridos. Com muito atraso, mas saiu.

E por que mais queridos? Não seriam eles os melhores? Não sei, talvez não. Mas foram os que mais gostei.

Sei que muitos discordarão de tudo, mas, who cares?

10: Franz Ferdinand – Right Thoughts, Right Words, Right Action

franz_ferdinand_-_right_thoughts_right_words_right_action-cover

O Franz continua sendo uma das minhas bandas do coração. Sem contar que os caras sabem fazer vídeos como poucos!

Eu gostei do Right Thoughts, Right Words, Right Action, mas não grudou tanto quanto os anteriores.

Ainda assim, entrou na minha lista.

09: Justin Timberlake – The 20/20 Experience (1 e 2)

Justin_Timberlake_-_The_2020_Experience

The_2020_Experience_2_of_2

É! O Justin Timberlake me surpreendeu bastante com seus discos ano passado. Eu gostava de uma ou outra música dos álbuns anteriores, mas o 20/20 Experience realmente ganhou muitos pontos comigo. Muito, muito bem feito. Os dois.

O menino é muito bom. E pronto.

Ah, gostei mais do primeiro que do segundo.

08: Billie Joe Armstrong and Norah Jones – Foreverly 

billie-joe-norah-jones-foreverly

Esse disco me surpreendeu muito mais pela presença do Billie Joe que pela Norah Jones, obviamente. Jamais poderia imaginar o líder do Green Day fazendo algo do tipo.

Mas como são boas as surpresas positivas, né? O disco é uma delícia só, do início ao fim.

07: Suede – Bloodsports (para ver o post relacionado, clique aqui)

suedecoverbloodsports

Os fãs do Suede em muito esperaram material novo da banda. Ele veio de forma a não deixar ninguém triste.

Bom, ao menos eu não consigo pensar que alguém possa ter ficado insatisfeito com o Bloodsports, que é excelente!

It Starts And Ends With You é ótima!

06: Sharon Corr – The Same Sun (para ver o post relacionado, clique aqui)

sharoncorr-thesamesun

Esse é um dos discos que mais justifica o motivo do post considerar os “discos mais queridos”. Não apareceu em nenhuma lista que eu tenha visto, mas foi muito bem recebido pela minha pessoa. Já falei aqui e aqui sobre a importância que o The Corrs tem na minha vida e como a Sharon Corr sempre foi a minha favorita na banda. Seu segundo disco solo ficou muito gostoso de ouvir.

Talvez, se tivesse sido feito por outra pessoa, uma que não me importasse tanto, não teria entrado na minha lista. Mas não é o caso. O carinho que sinto pela cantora + um ótimo disco colocou o The Same Sun aqui.

05: Arcade Fire – Reflektor

Arcade-Fire-Reflektor-608x608

Eu gosto bem de Arcade Fire, mas não me considero uma fã de carteirinha.

Ainda assim, o Reflektor é bem legal, fluiu super fácil.

04: Stereophonics – Graffiti On The Train (para ver o post relacionado, clique aqui)

stereophonics-graffiti-on-the-train-album-cover

Graffiti On The Train foi um alento no meu amor pelo Stereophonics. Sou muito fã dos primeiros discos deles, mas os três anteriores ao Graffiti não me encantaram tanto. Então, o lançado ano passado me fez voltar a ficar encantada pela banda do País de Gales. Muito, muito bom, mesmo.

03: Arctic Monkeys – AM

arctic-monkeys-am

AM é, na minha opinião, o melhor disco do Arctic Monkeys, disparado. Excelente, maravilhoso. Talvez, de fato, o melhor do ano!

Mas como ficou só na terceira posição aqui no words of leisure? Porque só tive acesso a ele no dia 30 de dezembro de 2013. Simples assim.

Incrível, incrível.

Do I Wanna Know é perfeita.

Discásso.

02: Travis – Where You Stand (para ver o post relacionado, clique aqui)

Travis_Where_You_Stand_album_cover

Sim, eu acho o AM um melhor álbum que o Where You Stand. Mas como já falei algumas vezes, essa não é uma lista de melhores discos, e sim, dos meus mais queridos.

E o WYS remete a um momento absolutamente especial na minha vida: ter visto o Travis e o Blur no Planeta Terra. Momento que foi relatado aqui e aqui.

O significado que ele ganhou o colocou tão bem colocado no meu ranking.

01: Julieta Venegas – Los Momentos (para ver o post relacionado, clique aqui)

Julieta-Venegas-Los-Momentos

Aí está a prova mais clara que esse é um post de discos queridos. Eu só vi o Los Momentos bem classificado, em 2013, em listas voltadas ao mercado latino.

Eu já era muito fã dessa mexicana antes do lançamento dele. Quando saiu, eu tive um pequeno estranhamento inicial, porque ele tem um toque eletrônico inesperado.

Mas foi só ouvir mais, ir ao show dela aqui em BH, que o amor virou absoluto. Algumas músicas têm letras tão tristes que chegam a doer, como Los Momentos e Verte Otra Vez.

Muito, muito belo! Indubitavelmente, meu disco favorito de 2013. Disparado.

Linda demais essa mexicana!

Bom é isso.

Volto mais tarde | Ao som de tudo isso que vocês leram acima. |

Tirinha do Dia: Cebolinha e Clarice Lispector

Ontem, Clarice Lispector teria feito 93 anos de idade.

De tudo que vi a respeito, a homenagem da Turma da Mônica foi a mais sensacional.

by Maurício de Souza
by Maurício de Souza

Na página da Turma no Facebook, estava escrito:

Sabe porque tanta gente atribui frases a Clarice Lispector? Porque ela foi uma das maiores escritoras de todos tempos. Mas achamos que as intenções do Cebolinha foram outras… Uma homenagem para o 93º aniversário do nascimento de Clarice Lispector.

Muito bom, mesmo!

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Push and Shove |

Música: No Doubt – Looking Hot, Só Que Não

No dia 02/11, eu coloquei como “Música do Dia” o novo clipe do No Doubt, Looking Hot.

Logo em seguida, a Karla, nos comentários, me disse que ele tinha sido tirado do ar. Eu não tinha visto.

O motivo? Acusação de racismo.

Eu, quando vi o clipe, não gostei muito, ao contrário de Push and Shove, que amei.

Já tem gente condenando o politicamente correto. Entretanto, dá para compreender porque a sociedade americana pode ter se sentido ofendida.

Complicado, mas se tem uma coisa que eu não consigo é pensar “Racismo e No Doubt”, juntos. Seria, no mínimo, incoerente.

Acho que é um clipe ruim para uma música legal.

Para ler o comunicado da banda e o que aconteceu, clique aqui.

O que vocês acham?

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Push and Shove |

Música do Dia: No Doubt – Push and Shove

Tinha muito tempo, mas muito mesmo, que eu não gostava tanto de um clipe quanto o de Push and Shove.

Sério, dá muita vontade de ser amiga deles, sentar para beber com eles, dançar, etc.

Sim, é a Viviane que escreve.

Sem contar que o Adrian e o Tony cantam o refrão com a mesma vontade que eu! Lindo, né?

no-doubt-push-shove-single-cover

Finalmente, a Gwen não pode ter 43 anos! E com dois filhos nas costas! Não é possível! Está linda e 70 anos mais nova que eu!

You work it hard (you work it)
Boy you got me good
How you push and shove (push and shove)
Ooh boy you’re hustlin’ me

Muito, muito viciada!

Para cantar com o peito cheio!

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Push and Shove |

No Meu iPod: No Doubt, “Push and Shove”

Quando começou 2012, eu tinha duas expectativas musicais gigantescas: Garbage e No Doubt!

Enquanto eu gostei do primeiro (como já falei aqui no blog), o segundo passou a ser um processo de luta da minha parte: de não ouvir 100% do tempo nas últimas duas semanas, desde que o comprei. Estou em um estado de vício tão absurdo, mas tão absurdo, que todas as “Música do Dia” que eu postei durante esse tempo fizeram parte desse processo interno de ouvir outras coisas.

Continuar lendo “No Meu iPod: No Doubt, “Push and Shove””

Música do Dia: No Doubt – Settle Down

2012 está sendo um ótimo ano para acabar com longos hiatos musicais! Garbage, Cranberries, Fiona Apple!
E, agora, No Doubt!

Lindos!

O álbum, Push and Shove, só sai em setembro, mas o primeiro single foi lançado ontem! Settle Down! Fico muito feliz em saber que já tenho uma música nova para ouvir na esteira.

Excelente! Em poucas audições, viciei totalmente!

Agora, só falta voltar a fazer esteira!

Só isso!

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Settle Down |

No iPod: Finalmente, No Doubt

Aleluia!

Adoro essa foto!

O No Doubt finalmente anunciou o nome e data de lançamento do extremamente esperado novo álbum:

Push and Shove! 25 de Setembro de 2012.

O primeiro single, Settle Down, sai no dia 16 de julho.

Como falei na minha lista das 5 canções para ouvir na esteira, essa é a minha banda favorita para a ocasião!

Já passou da hora de renovar a seleção!

Mais que isso, já passou da hora de eu voltar para a esteira!

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Sunday Morning  |