Dica de Tecnologia: Como Economizar a Bateria do iPhone

Pessoal,

Apenas um post rápido aos que estão ruminando o almoço da Sexta-Feira Santa e de bobeira na internet.

Uma das grandes reclamações em torno dos smartphones é que as baterias duram muito pouco, né?  Vira e mexe aparecem dicas do que podemos fazer para que durem mais. Eu mesma já postei aqui no words of leisure.

Para mim, a diferença dessas dadas pelo Scott Loveless, ex-funcionário da Apple, é que duas delas me surpreenderam bem.

iphone

Texto do Link, do Estadão:

1) Não feche apps usados constantemente
Parece contraditório, mas, como o mesmo Scott Loveless indica, para garantir que o celular vai gastar menos bateria é bom não fechar aplicativos já abertas. Primeiramente porque o fato de estar aberta não significa que o app está gastando bateria, segundo Loveless, o iPhone “congela” sua operação e a reativa quando o usuário quer voltar a usá-lo. Em segundo lugar, o especialista diz que o celular gasta muita energia abrindo aplicativos. Encerrá-los e abri-los muitas vezes exige, assim, uma energia redundante.

Não somente eu sempre fechei, mas também sempre falei para amigos e familiares que isso era fundamental! Cacilds.

2) Bloqueie atividades em segundo plano
É importante impedir que aplicativos façam como o Facebook e suguem a energia do seu aparelho enquanto não estão em uso. Para fazer checagens de localização e atualizações (alguém te mandou mensagem? responderam o seu tweet? comentaram sua foto?), o app tem que estar em frequente comunicação com o servidor. E adivinhe? isso suga bateria. Então desligue o “push” de notificações (Configurações > Central de Notificações) e as atualizações em segundo plano (também é possível escolher se o bloqueio é total ou por app, em Configurações > Geral > Atualização em 2º plano).

Para ver quais são as outras, clique na figura acima.

Volto mais tarde | Ao som de Franz Ferdinand – No You Girls |

Retro 2013: As 60 Melhores e Piores Capas De Discos, Pelo TMDQA

Como falei ontem, a partir de agora serão vários posts, com as listas de melhores e piores do ano.

Duas bem legais foram feitos pelo mais-legal-ainda Tenho Mais Discos que Amigos.

As 60 melhores capas de discos de 2013

Tem coisa bem bacana ali, como essa do The National. Linda, né?

the-national-trouble-will-find-me

Ou então, a do Travis e seu Where You Stand, comentado aqui no words of leisure.

Travis_Where_You_Stand_album_cover

Para acessar o post, basta clicar nas capas.

Em compensação, uma lista de horrores vem com As 50 piores capas de discos de 2013. E olhem que tem artistas que eu gosto muito, ali. Mas mandaram mal, mesmo. Cliquem aqui para ver.

Volto mais tarde | Ao som de Franz Ferdinand – No You Girls |

TED Talks: Julia Bacha: “Prestem Atenção à Não-Violência”

Mais um bom TED para assistirmos.

A cineasta Julia Bacha fala sobre movimentos de resistência no Oriente Médio, que têm como métodos de atuação a não-violência.

Julia Bacha

Nesse TED, ela fala sobre seu documentário “Budrus”, que leva o nome de uma vila de agricultores na Cisjordânia, que lutou contra Israel que queria que parte de seu muro passasse no meio da dela. Só que lutaram pacificamente.

Dessa forma, Julia reforça a necessidade de se dar mais atenção aos movimentos que pregam a não violência, como forma de se sobrepor um dos conflitos mais intratáveis do mundo. Só que, infelizmente, esses não são o foco da mídia.

Sabem o que também é bem legal nessa história? A moça é brasileira.

Assistam! E comentem!

https://ted.com/talks/view/id/1214

Volto mais tarde | Ao som de Franz Ferdinand – No You Girls |