Trailer do Dia: What Happened, Miss Simone?

Ontem, eu coloquei como Música do Dia a belíssima versão que a Ms. Lauryn Hill fez para Feeling Good, da Nina Simone.

Lá, coloquei o trailer do documentário que a Netflix produziu, o What Happened, Miss Simone?, que conta a história dessa que foi uma das maiores da história da música.

115850

A repetição de tema, aqui no words of leisure, é muito simples: o trailer não poderia ficar escondido dentro de outro post.

Coisa linda!

O álbum Nina Revisited: A Tribute to Nina Simone que tem a versão da Ms. Lauryn Hill, entre outros, será lançado no dia 10 de julho.

Já o documentário, What Happened, Miss Simone?, entrará no catálogo da Netflix no dia 26.

Volto mais tarde | Ao som de Nina Simone –   |

Anúncios

Dica de Leitura: O relato da Sheryl Sandberg para seu marido Dave Goldberg

Aos que não conhecem, Sheryl Sandberg é a chefe de operações do Facebook. Tida como uma das mulheres mais poderosas do mundo, ela infelizmente tomou a internet, no último mês, por conta do falecimento do seu marido, Dave Goldberg.

david-goldberg-sheryl-sandberg

Na última semana, completou-se um mês da morte dele e ela escreveu um texto, em seu perfil na rede social, que foi amplamente divulgado.

Eu fiz questão de colocar aqui, por sua beleza. Pela lição de gratidão. De amor.

Profundamente tocante.

Cito uma das passagens que mais me emocionou:

Eu envelheci trinta anos nestes trinta dias. Eu estou trinta anos mais triste. Eu me sinto como se fosse trinta anos mais sábia.

Eu ganhei um entendimento bem mais profundo de o que é ser uma mãe, com a agonia que eu senti quando meus filhos gritaram e choraram, e com a conexão que minha mãe teve ao sentir meu sofrimento. Ela tem tentado preencher o vazio na minha cama, me abraçando firme toda noite enquanto eu choro até dormir.

Ela tem lutado para segurar suas próprias lágrimas para dar lugar às minhas. Ela tem me explicado que a angústia que eu estou sentindo é ao mesmo tempo minha e dos meus filhos, e eu entendi que ela estava certa quando eu vi a dor nos olhos dela.

A vida pode mudar totalmente, de uma hora pra outra. Vale muito a pena ler.

Para tanto, basta clicar na figura acima. O texto foi traduzido pela Revista Exame.

Volto mais tarde | Ao som de Lauryn Hill – To Zion |