Frase do Dia: Jane Austen e o livro bem escrito

IMG_0313

Se um livro é bem escrito,
eu sempre o acharei curto demais.

Fato.

Todo o amor do mundo para Jane Austen…

Volto mais tarde | Ao som de The Beatles – Please Mr. Postman |

Anúncios

Dica de App: VBA Guide For Excel

O Excel é um programa absurdamente útil, quando se sabe utilizá-lo.

Mas muita gente tem meio que medo dele. Eu tive, por um tempo. Não que, hoje, saiba tudo sobre ele, mas consigo me virar muito bem e fazer dele uma excelente ferramenta de trabalho.

Vi, no AppsGoneFree, que o aplicativo VBA Guide For Excel está gratuito, somente hoje.

Ali, encontram-se várias dicas e tutoriais. Apesar de estar em inglês, o app tem muitas imagens que facilitam para aqueles que não dominam a língua de Jane Austen.

vbaguideexcel

Não consegui testá-lo ainda, mas por estar de graça, acho que vale a pena aproveitar a oportunidade.

Pra baixá-lo, clique na figura acima.

Volto mais tarde | Ao som de Justin Timberlake – Amnesia |

Cinema: 10 Grandes Romances De Época

Em uma semana que só está dando Música por aqui (coisa linda), vou dar um tempo por conta do post do Adoro Cinema.

A lista com os 10 grandes romances de época reflete a minha realidade de sempre. Não vi a maioria mas, ao mesmo tempo, tem ali a adaptação para a telona de um dos meus livros favoritos. E este sim: li e assisti!

Orgulho e Preconceito (2005)

orgulhopreconceito

Antes de interpretar uma esposa infeliz a adúltera em Anna Karenina (2012), Keira Knightley ainda fazia o papel de uma jovem adulta em Orgulho e Preconceito (2005). A trama se passa no final do século XVIII, quando o sonho da maioria das garotas era encontrar um homem rico que lhe garantisse um bom futuro. Mas Elizabeth (Knightley) não quer seguir os planos impostos pela família, apaixonando-se por um homem tímido e misterioso (Matthew MacFadyen).

Orgulho e Preconceito, do mesmo diretor de Anna Karenina, confirmou o gosto de Keira Knightley por produções de época. Ela já tinha interpretado o papel feminino principal em Rei Arthur (2004) – filme mais voltado para a ação do que para o romance -, mas depois experimentou outros romances clássicos em Desejo e Reparação(2007) e A Duquesa (2008).

Amo.

Para ver os outros nove, clique na figura acima.

Volto mais tarde | Ao som de Justin Timberlake – Only When I Walk Away |

SalvarSalvar

Infográfico: Os Livros Mais Populares da História

Sim, sim.

Este é um dos infográficos mais legais, ever!

Nada menos que os livros mais populares da história, com o número de traduções que eles tiveram, de edições e as milhões de cópias vendidas.

Estão ali, entre outros: Alcorão (Corão), Romeu e Julieta, Don Quixote, a Bíblia, Orgulho e Preconceito, As Aventuras de Huckleberry Finn e O Pequeno Príncipe.

Interessante até mandar matar.

infografico-livros

Vi aqui.

Volto mais tarde | Ao som de Maroon 5 – Not Coming Home |

Hoje…Algum Tempo Atras: 196 anos Sem Jane Austen

Eu já expressei aqui no blog todo o amor que sinto pelo Orgulho e Preconceito, que completou 200 anos, em 2013.

Um dos meus livros favoritos na vida, que me tocou profundamente.

Eu, a minha mão e a minha cópia
Eu, a minha mão e a minha cópia

Pois bem, o dia de hoje marca os 196 anos do falecimento de sua incrível autora, Jane Austen.

O Opera Mundi traçou um perfil dela, bem bacana.

Jane-Austen-9192819-1-402

Aos 30 anos, Austen começa a publicar sob pseudônimo seus trabalhos. No período 1811-16, publica Razão e Sensibilidade, Orgulho e Preconceito, obra à qual se referia como sua “filha querida” e que recebeu aclamação da crítica, Parque Mansfield e Emma. Em 1816, aos 41, sua saúde começa a se debilitar. Faz grandes esforços para seguir trabalhando, reeditando livros assim como trabalhando num novo romance Os Watsons, que fou publicado postumamente sob o título Sandition.

Hoje em dia, Austen é considerada um dos grandes escritores da história literária da Inglaterra, tanto pelos acadêmicos, pelos críticos como pelo público em geral. Em 2002, numa enquete promovida pela BBC, o público britânico colocou Austen no 70º lugar entre os “100 Bretões mais Famosos de Todos os Tempos”.

Para ler o restante, sobre essa admirável pessoa, clique aqui.

Volto mais tarde | Ao som de The Corrs – When The Stars Go Blue |

Dica de Leitura: O Impassível Sr. Darcy e a Companhia das Letras

Como falei ontem, uma das grandes obras literárias do mundo completou 200 anos: Orgulho e Preconceito.

Também comentei que várias homenagens estavam sendo feitas, principalmente na Inglaterra.

Por aqui, a Companhia das Letras deu show.

colinfirth

Continuar lendo “Dica de Leitura: O Impassível Sr. Darcy e a Companhia das Letras”

Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 200 Anos de “Orgulho e Preconceito”

Incrível pensar como um livro, 200 anos após ter sido escrito, consegue permanecer relevante.

Esse é Orgulho e Preconceito, de Jane Austen. Definitivamente, um dos meus favoritos na vida.

Eu, a minha mão e a minha cópia
Eu, a minha mão e a minha cópia

PS: antes de continuar, um detalhe. Sempre deixei claro, aqui no words of leisure, o tanto que meu pai tem impacto no meu gosto musical. Pois bem, esse post eu dedico a minha mãe e avó, por me darem o amor aos livros.

Continuar lendo “Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 200 Anos de “Orgulho e Preconceito””