No iPod: Os Melhores Acústicos da MTV Brasil

Só ontem que eu vi o post feito em março pelo Monotape, que reuniu aqueles que são considerados os 5 mais bem sucedidos acústicos da MTV Brasil.

Eu vi todos e, de fato, são muito bons.

Pessoalmente, eu mudaria a ordem e inseria outros que ganharam destaque do site, mesmo sem ter figurado entre os 5, como o caso do Acústico da Cássia Eller que foi sensacional.

O que ficou em segundo lugar de vendas é, disparado, o que mais me marcou na época.

titas - acustico

Esse show do Titãs foi indecente! Para não usar outra palavra imprópria, mas muito mais verídica.

Com grande destaque para essa música aqui:

Incrível.

O que ficou em primeiro me surpreendeu. Não pela qualidade – é, de fato, muito bom. Só não imaginava que ficaria nessa posição.

Para ver qual é, clique aqui.

Volto mais tarde | Ao som de Titãs – Marvin |

Na Minha Estante: Leandro Narloch, “Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil”

Minha atenção foi fisgada por esse livro desde que fiquei sabendo dele, no ano passado. Duas palavras me atraíam fortemente: politicamente incorreto. Adoro.

Mas foi neste ano, em um happy hour com colegas de trabalho, após uma discussão visceral entre alguns dos participantes que a decisão da compra ficou inadiável.

Minha mão e meu livro…

Sim, eu sou mais uma das pessoas que acham que o mundo é infinitamente mais interessante pelas perguntas que nos faz do que pelas respostas que nos apresenta.

E o Leandro Narloch conseguiu me trazer questionamentos em todos os capítulos do livros (alguns mais que outros, óbvio), e já virei fã do rapaz simplesmente por isso.

Ao ler o Guia eu tinha ânsias de estudar a História do meu País toda de novo.

Aliás, essa era uma das únicas disciplinas que eu gostava na escola, mas ainda assim, me incomodava o fato de que antes mesmo de entrar na faculdade de Relações Internacionais, eu sabia muito mais da História mundial que a do Brasil.

Esta é mal dada, né? E olha que eu frequentei um dos melhores colégios de Belo Horizonte.

De todos, o capítulo que mais me impressionou foi, sem dúvidas, o relacionado à Guerra do Paraguai.

Leandro afirma: “Este livro não quer ser um falso estudo acadêmico, como o daqueles  estudiosos, e sim uma provocação“.

Ele me provocou por completo, pois, se tudo aquilo que afirma for o mais próximo do que verdadeiramente aconteceu, deveremos todos queimar os livros que nos deram para estudar, afinal, a discrepância é gigante.

Outros capítulos que eu gostei muito foram EscritoresSambaImpério.

Leandro Narloch conseguiu me deixar nervosa, aflita, instigada.

Devorei o livro rapidinho.

Recomendo.

Aos que gostam de ser provocados, claro.

Volto mais tarde | Ao som de The National – Racing Like Pro |

Dica de BH: La Vita

Fui convidada para a inauguração de um novo restaurante em BH, o La Vita. Dos mesmos proprietários do Paradiso, entre eles o Felipe Rocha, meu amigo. Localizado no Lourdes….

Ah, eu não vou escrever como se fosse crítica de restaurantes não. O que tenho pra falar é que o lugar é muito bom! Pequeno, aconchegante, música boa!

Este slideshow necessita de JavaScript.

E claro, comida muito, muito gostosa.

Comi uma Bruschetta com creme de ricota, queijo brie e abobrinha que estava uma delícia. Também pedi um Tartare de Atum que estava simplesmente maravilhoso!

As fotos abaixo foram tiradas pela minha irmã, através do telefone dela.

O endereço é Rua Marília de Dirceu, n.º 159, Lourdes, BH.

Ah, o do Paradiso (que também é excelente e super recomendado pela minha pessoa) é Rua Leopoldina, 347, Santo Antônio. Saiu uma reportagem sobre ele no Divirta-se, do Estado de Minas, em 2009, bem bacana. Link aqui pra quem nunca leu. O escalope ao pesto, da foto, é incrível.

Atualizado, em 24 de setembro de 2011.

Infelizmente, o La Vita fechou. Uma pena. Mas o Paradiso continua firme e forte. Espero escrever, logo, sobre ele.

Volto mais tarde | Ao som de Franz Ferdinand – 40 ft. |