Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 15 anos do Return of Saturn, do No Doubt

Ontem, o Return of Saturn do No Doubt completou 15 anos de vida!

return-of-saturn

O primeiro disco da banda como quarteto, após a saída do Eric Stefani.

Mas, mais que isso: o disco que viria como sucessor do perfeito Tragic Kingdom, aquele que deu sucesso mundial à banda.

Demorou mais de dois anos para ficar pronto, graças a brigas entre os membros da banda e da banda com a gravadora.

Gostei do que o Tom Dumont escreveu a respeito, na sua página no Facebook.

tomdumontreturn

Eu me lembro que, na época que ele saiu, achei mais lento que o TK. Não me animei, inicialmente, e demorou um tempo para que eu o escutasse direito.

Que tempo perdido….

Hoje, amo.

Adoro a introspecção que a Gwen Stefani trouxe, debatendo seu desejo de uma vida em casa, que contrastava com a vida de turnê e shows.

Algumas das belezuras do álbum são Magic’s in the MakeupSimple Kind of LifeBathwaterSix Feet Under, Marry Me, New.

Não é pouca coisa não.

 Abaixo, uma das melhores deles, na minha opinião. Bathwater.

Fica a lembrança.

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Bathwater |

SalvarSalvar

Anúncios

Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 20 anos do “The Beacon Street Collection”, do No Doubt

Ao contrário dos últimos álbuns postados aqui no words of leisure, o The Beacon Street Collection não marcou a minha vida, à época do seu lançamento. Fui conhecer anos depois…

Na realidade, marcou a vida de “poucos”, pois ali o No Doubt ainda não tinha explodido.

De produção toalmente independente, feito todo pela banda, vendeu 100.000 cópias. Isso garantiu a produção do seu terceiro álbum. Aí, tudo mudou.

Visto que o terceiro é o Tragic Kingdom.

the-beacon-street-collection-50b1e43676452

Continuar lendo “Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 20 anos do “The Beacon Street Collection”, do No Doubt”

Música do Dia: Vance Joy – Riptide

Quando fiz o post sobre a sétima temporada do The Voice, eu me esqueci de tecer um comentário:

Uma coisa bem bacana de assistir ao programa foi conhecer músicas novas, artistas novos…

Entre eles, Vance Joy e sua Riptide, que foi interpretada pelo time da Gwen Stefani.

vance joy - riptide

Gostei muito.

There’s this movie that I think you’ll like
This guy decides to quit his job and head to New York City
This cowboy’s running from himself
She’s been living on the highest shelf

Uh oooh oh oooh oooh
Oh oooh oh oooh and they come unstuck
Lady, runnin’ down to the riptide
Taken away to the dark side
I wanna be your left hand man
And I love you when you’re singin’ that song and
I gotta lump in my throat ‘cause
You’re gonna sing the words wrong

Volto mais tarde | Ao som de Vance Joy – Riptide |

SalvarSalvar

Café & TV: Séries, “The Voice” – 7ª Temporada

Para começar esse texto, aviso: a 7ª temporada do The Voice americano foi a primeira que assisti na vida.

The Voice

Não tenho as outras temporadas como base de comparação.

Não tenho as versões brasileiras, britânicas, como base de comparação.

Não tenho outros programas de caça talento, do tipo musical, como base de comparação.

Quem acompanha o words of leisure já deve imaginar qual o motivo que me fez assistir a essa temporada, especificamente.

Continuar lendo “Café & TV: Séries, “The Voice” – 7ª Temporada”

Música do Dia: No Doubt – Simple Kind of Life

Após o post feito mais cedo, não tinha como ser outra banda…

No-Doubt-Simple-Kind-Of-Li-230434

Ainda mais com essa música, que é sensacional.

Sou muito fã da entrega da Gwen nas músicas.

Now all those simple things are simply
Too complicated for my life
How’d I get so faithful to my freedom?
A selfish kind of life
When all I ever wanted was the simple things
A simple kind of life

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Simple Kind of Life |

No iPod: Gwen Stefani é a pessoa mais amável do mundo: saiba por que somos todos loucos por ela

O Portal Vírgula fez esse especial sobre a Gwen Stefani e eu não tinha como não colocar aqui:

Gwen Stefani é a pessoa mais amável do mundo: saiba por que somos todos loucos por ela

Eu concordo com tudo que está ali e mais um pouco.

Principalmente, ela estar a frente de uma das bandas mais f… nos últimos tempos. E ter uma das melhores presenças de palco, ever.

Amo demais.

Gwen-no-The-Voice

Destaco:

– Aproveita tudo que a vida lhe dá (seja bom ou não)

Sabe aquele velho ditado: “Se a vida lhe deu limões, faça uma limonada”? Bom, Gwen Stefani, mais que uma limonada, aproveitou os “limões” da vida pra fazer logo um belo mojito. Quando ela terminou o seu relacionamento de sete anos com o baixista Tony Kanal, ela teve escreveu Don’t Speak, lançada em 1996. A canção foi responsável por consagrar o No Doubt, foi indicada ao Grammy e é uma das melhores músicas sobre términos de relacionamentos que existem (talvez ao lado de You Oughta Know, da Alanis Morissette).

Para ver os outros itens, basta clicar na figura acima.

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Easy |

Música do Dia: Gwen Stefani – Spark The Fire

Adoro o Pharrell, amo a Gwen, mas essa música…

Vamos ver se me conquista com o tempo…

Gwen-Stefani-Spark-the-Fire

Coming down
Oh, I had a blast
But you know what they say
“The high will never last”
But I believe that they all got it wrong
So sprinkle some more love
Right here where it belongs, oh

Are you guys ready?
Here we go

Volto mais tarde | Ao som de Gwen Stefani – Spark The Fire |

Música do Dia: Gwen Stefani – Baby Don’t Lie

Música nova de uma das divas-mor do words of leisure!

Isso me faz muito feliz.

Gwen-Stefani-Baby-Dont-Lie-2014-1500x1500

We’ve been walking down this road some time
And you love, and you love me good, no lie
But there’s something behind those eyes, those eyes
That you can’t, that you can’t disguise, disguise

Baby don’t, baby don’t
Baby don’t lie
I don’t wanna cry no longer
Baby don’t, baby don’t
Baby don’t lie

Volto mais tarde | Ao som de Gwen Stefani – Baby Don’t Lie |

Música do Dia: Gwen Stefani, Adam Levine, Pharrell Williams & Blake Shelton – Hella Good

Essa mulher fez 45 anos, hoje. Sendo que o filho mais novo tem só 8 meses de vida.

Cacilda.

The Voice

The waves keep on crashing on me for some reason
But your love keeps on coming like a thunderbolt
Come here a little closer
‘Cause I wanna see you, baby, real close up
(Get over here)

No Doubt <3

Volto mais tarde | Ao som de Gwen Stefani, Adam Levine, Pharrell Wiliams & Blake Shelton – Hella Good |

Música do Dia: Garbage – Girls Talk (feat. Brody Dalle)

Saiu o clipe oficial da parceria do Garbage com a Brody Dalle.

É legal ver melhores amigas cantando juntas. Só faltou a Gwen*.

Gostei muito da música, tirando um pouco a voz da Brody no final. Acho que já passei dessa fase kkkkk

Mas ainda assim, comprarei o single quando sair na iTunes Store daqui.

shirleybrodya0141

Stop those voices in your head
They eat away your will
You’ve everything you need

Hate the way they make you weak
They bring you to your knees
And steal your power away

*Eu sei que a Gwen não combinaria nessa música, ok?

Volto mais tarde | Ao som de Garbage – Girls Talk (feat. Brody Dalle) |

No iPod: A Gwen no The Voice

Com a foto abaixo, a Gwen Stefani confirmou, na sua página no Facebook, que será jurada na próxima temporada do The Voice americano.

gwen the voice
“it’s true! gx The Voice”, ela escreveu.

 

O words of leisure:

  • preferiria um novo álbum do No Doubt, após o magnânimo, maravilhoso, super ultra mega sensacional Push and Shove? Sim, é óbvio que sim.
  • acompanhará pela primeira vez, após muitos anos, um reality show? Sim, é óbvio que sim.
  • somente por causa da Gwen? Sim, é óbvio que sim.
  • já é #TeamGwen, no matter whatSim, é óbvio que sim.
  • concorda em absoluto com a Ellen DeGeneres ao comentar, na foto: “This S#&% is bananas!” ?? Sim, é óbvio que sim.

This S#&% is bananas!

#TeamGwen

Volto mais tarde | Ao som de Gwen Stefani – Hollaback Girl |

Música do Dia: Pharrell Williams & Gwen Stefani – Hollaback Girl

E em dia com Coluna da Primogênita, dois artistas que ela gosta muito, juntos.

O Pharrell convidou sua amiga Gwen Stefani para cantar a música que eles compuseram juntos (e que ele produziu) lá no Coachella.

Legal demais!

PS: Alguns meses atrás essa moça deu luz ao terceiro filho, aos 44 anos, e já está com esse corpo??? Assim não pode, assim não dá!!

gwen-Stefani-Pharrell-Williams-Coachella.jl.041314

I heard that you were talking shit
And you didn’t think that I would hear it
People hear you talking like that,
Getting everybody fired up
So I’m ready to attack, gonna lead the pack
Gonna get a touchdown, gonna take you out
That’s right, put your pom-poms downs
Getting everybody fired up

Volto mais tarde | Ao som de Pharrell & Gwen Stefani – Hollaback Girl |

Hoje…Algum Tempo Atrás: A Maioridade do Tragic Kingdom

Dois “Hoje…Algum Tempo Atrás” musicais, no mesmo dia.

O primeiro, para celebrar a vida da Piaf, na data do seu falecimento.

E agora…

Como não comemorar os 18 anos de um dos meus discos favoritos da década de 90?!

No Doubt - Tragic Kingdom - Front

Ano passado eu cheguei a comentar a respeito do aniversário do disco e, 365 dias depois, mantenho tudo que coloquei ali.

É impressionante como esse disco é excelente. Tido por muitos como o melhor da banda até hoje.

Eu concordo.

Vibrante, alegre, apresentou uma banda com uma proposta bem legal e mesmo diferente do que aquilo que era feito na época.

1. “Spiderwebs”
2. “Excuse Me Mr.”
3. “Just a Girl”
4. “Happy Now?”
5. “Different People”
6. “Hey You!”
7. “The Climb”
8. “Sixteen”
9. “Sunday Morning”
10. “Don’t Speak”
11. “You Can Do It”
12. “World Go ‘Round”
13. “End It on This”
14. “Tragic Kingdom”

Mesmo sendo o terceiro disco deles, foi o que os levou ao sucesso mundial. E apresentou a todos 4 seres humanos de muito talento! Um deles virou um dos meus ícones: gotta love Gwen!

Sem contar que tem aquela que é a minha música favorita deles, desde sempre:

Fodásticos!

Ainda sonho em vê-los ao vivo.

O carinho que tenho pelo Tragic Kingdom é gigantesco! Bem vindo à maioridade.

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Spiderwebs |

No iPod: Amizade e Música

Já que hoje é o dia do amigo, recomendo o post feito ano passado pelo Tenho Mais Discos que Amigos, sobre as 10 grandes amizades do rock.

Amizades que geraram grandes parcerias.

Tem cada coisa maravilhosa por ali.

Entre elas:

shirley-gwen

GWEN STEFANI, BRODY DALLE E SHIRLEY MANSON

Em 2002 as bandas No Doubt, Garbage The Distillers saíram em turnê conjunta e suas respectivas vocalistas, Gwen Stefani, Shirley Manson e Brody Dalle levaram milhares de marmanjos e meninas à loucura com o que havia de melhor em bandas com vocais femininos na época.

Para celebrar a união, a sempre divertida vocalista do No Doubt chamou suas colegas de profissão para uma versão de “Call Me”, do Blondie, outra banda com uma moçoila nas vozes.

Abaixo você pode ver a performance que ainda teve músicos de todas as bandas participando da festa.

Apenas para constar: inveja horrorosa de quem viu esse momento:

Para ver as outras histórias, clique aqui.

Volto mais tarde | Ao som de Gwen Stefani – Cool |

No iPod: 11 Acontecimentos Marcantes Na Carreira Do No Doubt

Quem acompanha o words of leisure sabe que o No Doubt é uma das minhas bandas favoritas e que sou muito fã da Gwen Stefani, né?

O Push and Shove foi meu álbum favorito do ano passado, algo que vocês não sabiam, afinal não fiz meu post com os meus queridos de 2012, né?

#procrastinationmodeon

Assim como a música Push and Shove foi, disparadamente, a que mais ouvi no ano que se passou.

Tenho Mais Discos Que Amigos
Tenho Mais Discos Que Amigos

Por isso mesmo, adorei o post do Tenho Mais Discos Que Amigos, 11 acontecimentos marcantes na carreira do No Doubt.

Entre eles:

O DESABAFO DE GWEN STEFANI E A GRANDE JOGADA DE MESTRE DO NO DOUBT

No Doubt - Tragic Kingdom - Front As gravadoras Interscope e Trauma lançaram no dia 10 de Outubro de 1995 o álbum mais bem sucedido e, até então, mais emotivo da história da banda: Tragic Kingdom. Com músicas que surgiram após o doloroso término de relacionamento de Tony Kanal com Gwen Stefani (eles estiveram juntos por 7 anos), o grupo cativou pessoas do mundo inteiro. Hits como “Don’t Speak“, “Spiderwebs” e “Just a Girl” levaram em pouco tempo o No Doubt ao 1º lugar das paradas mundiais e fizeram a banda dar início a uma coleção de prêmios importantes, com destaque para os Grammys.

Tragic Kingdom também foi o responsável por levar o No Doubt a excursionar pelo mundo inteiro, incluindo pelo Brasil. No final de 1997, o quinteto realizou shows históricos em Curitiba, em São Paulo e no Rio de Janeiro, apontados pela própria banda como alguns dos melhores de sua carreira.

Gostei demais!

Para ver os outros acontecimentos marcantes, basta clicar na figura lá em cima.

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Easy  |