Imagem do Dia: Garota de 4 anos, na Síria

Quando vi ontem essa imagem, da garotinha de apenas 4 anos na Síria que, ao ver a máquina do fotojornalista, se rende, achando que é uma arma, chorei.

siriacriancatwitter

Mundo imbecil esse que a gente vive.

Volto mais tarde | Ao som de Fiona Apple – On The Bound |

Dica de Leitura: Lucas Mendes, “Hollywood na Guerra Quente”

Em tempos em que Rússia, Crimeia, Ucrânia não saem da TV, interessante ler o texto do Lucas Mendes para a BBC Brasil: “Hollywood na Guerra Quente”.

Sobre livros, guerras e cinema.

lucas mendesbbc

Cito:

Antes da Segunda Guerra, Holywood namorou nazistas, comunistas e fascistas. O mercado alemão era forte e o time da propaganda liderado por Joseph Goebbels conseguia editar ou barrar produções antinazistas.

Muitos editores e roteiristas não escondiam suas simpatias pelo comunismo russo, que parecia próspero e resistente à depressão que devastava a Europa e os Estados Unidos na década de 30.

As relações entre Hollywood e os militares americanos eram frias e desconfiadas, mas mudaram da noite para o dia com o bombardeio de Pearl Harbour, em 1941.

O novo livro de Mark Harris chega às livrarias no começo de uma possível nova Guerra Fria, que coloca o capitalismo ocidental contra o putinismo russo, mas o foco do livro está nos diretores de Hollywood que se alistaram para documentar a Segunda Guerra.

Para ler o restante, clique na figura acima.

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Heaven |

Vídeo do Dia: “Não É Porque Não Está Acontecendo Aqui Que Significa Que Não Está Acontecendo”.

O vídeo abaixo, produzido pela ONG Save The Children, é simplesmente sensacional.

Com o tema “Não é porque não está acontecendo aqui que significa que não está acontecendo”, a ONG alerta para a situação das crianças no conflito da Síria.

Deixo bem claro que não há nenhuma cena repulsiva de violência, o que significa que todo mundo pode ver.

A ideia é mostrar, em um minuto e meio, como a vida de uma menina inglesa muda ao começar um conflito em seu país.

Muito, muito bom.

E triste.

video-siria

Volto mais tarde | Ao som de Eels – New Alphabet |

TED Talks: Israel e Irã, Uma História De Amor?

Do site do TED:

“Quando uma guerra entre Israel e Irã parecia iminente, o designer gráfico Ronny Edry compartilhou um poster dele mesmo com sua filha no Facebook, com uma mensagem audaciosa: “Iranianos… nós [coração] vocês.” Outros israelenses rapidamente criaram seus próprios posteres com a mesma mensagem — e iranianos responderam amistosamente. O simples ato de comunicação inspirou surpreendentes comunidades no Facebook como “Israel ama Irã”, “Irã ama Israel” e até “Palestina ama Israel”.”

Legal, né?

Vi esse TED via blog do Gustavo Chacra. Ele escreveu:

“O Irã é inimigo de Israel e vice-versa. Mas iranianos e israelenses não necessariamente se odeiam. Para terminar 2013, recomendo este ótimo vídeo do TED Talks para entender que pessoas em Teerã e Tel Aviv podem ser amigos e não se matarem. Esta é uma guerra que dá evitar. Pena que não podemos dizer o mesmo dos sírios.”

E o poder das redes sociais?

Volto mais tarde.

Ao som de Joss Stone – Less is More