No iPod: Ringo Starr, Explicado

Pelo amor de Deus, alguém faça a legenda desse vídeo?
Quando o Ringo foi introduzido ao Hall da Fama (muito tarde, por sinal), essa homenagem foi feita.
Grandes bateristas falando sobre a técnica dele, sua criatividade e o quanto é brilhante.
Simples. Fazia muito com pouco.
Criativo.
Com grande percepção musical.
E é sensacional, porque não é raro ouvir pessoas que tentam tirar o valor dele, ao comparar com os outros 3 colegas de banda.
Bando de besta.
AP_ringo_starr_jef_150417_16x9_992
Sensacional, sensacional.
Muito obrigada, Maurício, por compartilhar.
Volto mais tarde | Ao som de The Beatles – Come Together |
Anúncios

Frase do Dia: O discurso do J.K.Simmons no Oscar 2015

Parte do belíssimo discurso do J.K.Simmons, ao vencer o Oscar de ator coadjuvante, pela esplendorosa atuação em Whiplash!

IMG_0322

 

Liguem para suas mães. Liguem para os seus pais.
Se vocês tiverem a sorte de ter pais vivos nesse planeta, liguem para eles. Não mandem mensagens, não mandem e-mails;
Liguem, conversem com eles e os ouça, enquanto tiverem algo para te contar.
Muito obrigada, Pai e Mãe.

Que coisa linda!
Ainda mais amor pelo Simmons, depois dessa.

Curiosamente, no ano passado, o discurso que mais me encantou também foi para o vencedor dessa mesma categoria, o Jared Leto, como pode ser visto aqui.

Volto mais tarde | Ao som de George Harrison – All Things Must Pass |

Música do Dia: George Harrison – What Is Life

Todo o <3 <3 <3 <3<3 <3 <3 <3 <3 <3 do mundo por esse homem!

george-harrison-what-is-life-1971-5

What I feel, I can’t say
But my love is there for you any time of day
But if it’s not love that you need
Then I’ll try my best to make everything succeed

Tell me, what is my life without your love
Tell me, who am I without you, by my side
Oh tell me, what is my life without your love
Tell me, who am I without you, by my side

Volto mais tarde.
Ao som de George Harrison – What Is Life

Esportes: A Final Do Mundial de Handebol, Hoje

Daqui exatos 10 minutos começa a final do Campeonato Mundial de Handebol.

Fonte: Esporte Interativo
Fonte: Esporte Interativo

Honestamente, que se exploda o resultado. O que essa geração tem feito é uma loucura. Espetacular.

Mas, obviamente, estarei grudada no computador e torcendo horrores por essas meninas.

Final essa que é um tapa na cara em todos os canais de televisão que dizem apoiar o esporte nacional. Sério que ninguém viu a Olimpíada maravilhosa que essas meninas fizeram e que tinham chances de fazer um lindo mundial? Ninguém comprou os direitos de transmissão.

Então, bora conectar o computador na televisão para ficar melhor de assistir.

O link para assistir está aqui.

Abaixo, o vídeo muito legal feito pelo Esporte Interativo.

Esse sim, o único que entendeu, desde 2011, que essa geração que temos no handebol feminino não é qualquer uma.

Volto mais tarde.
Ao som de George Harrison – I Dig Love

Hoje…Algum Tempo Atrás: 12 Anos Sem George Harrison

12 anos sem o maior entre os maiores….

Sem o Quiet One…

george12yearsRIP

Sempre será homenageado por aqui…

Nos 10 anos do falecimento dele, escrevi mais a respeito:

Hoje…Algum Tempo Atrás: 10 Anos Sem George Harrison 

Volto mais tarde | Ao som de The Beatles – Here Comes The Sun |

SalvarSalvar

Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 45 Anos do Álbum Branco

Há exatos 45 anos atrás era lançado um dos mais belos discos de todos os tempos, o Álbum Branco, dos Beatles.

600px-TheBeatles68LP

Composta em uma a época de muitos conflitos entre os membros da banda, com maior parte das gravações feitas de forma “solo” e que levou até a uma saída temporária do Ringo.

Mesmo em um ambiente como esse, impressiona olhar as músicas que saíram nele:

Beatles_White_Album_track_listing_med

Não tenho como não enfatizar que uma das melhores músicas da história, quiçá a melhor, está ali.

Coisa mais linda, do George.

Volto mais tarde.

Ao som de The Beatles – Sexy Sadie

Música: A guitarra do Eric em While My Guitar Gently Weeps

While My Guitar Gently Weeps é a melhor música dos Beatles.

Fato.

Pra mim.

Nesse áudio abaixo, a guitarra tocada pelo Eric Clapton foi separada do restante da música.

Coisa linda.

Coisa de Deus.

Coisa de Eric.

eric_clapton_god.jpg.scaled.1000

A versão dele para o convite feito pelo George Harrison foi contada na sua autobiografia, que foi tema de um dos primeiros posts aqui do words of leisure.

Review – Livros: Eu e Eric, Eric e Eu.

Volto mais tarde.

Ao som de The Beatles – While My Guitar Gently Weeps

Infográfico: A História do Sir. Paul McCartney

Bacaníssimo o infográfico feito pelo Jornal Estado de Minas com a história do Paul.

Paul McCartney.

Claro que, com uma carreira tão longa e brilhante, partes da história dele não entraram. Mas, ainda assim, está valendo.

Fonte: Estado de Minas
Fonte: Estado de Minas

Para entrar no site, com o texto publicado pelo Jornal, clique em Saiba como Paul transformou seu sobrenome em sinônimo de música: McCartney

Está chegando a hora…

Volto mais tarde | Ao som de The Beatles – Hey Jude |

Música do Dia: George Harrison – Isn’t It A Pity

Vejam esse trecho:

Não é uma pena?
Agora, não é uma vergonha?
Como nós partimos os corações um do outro
E causamos um no outro dor
Como nós pegamos o amor um do outro
Sem nem pensar
Esquecendo de devolver
Não é uma pena?
Oh homem lindo, esse George!
O vídeo é do perfeito Concert for George…
Isn’t it a pity
Now, isn’t it a shame
How we break each other’s hearts
And cause each other pain
How we take each other’s love
Without thinking anymore
Forgetting to give back
Isn’t it a pity
Volto mais tarde.
Ao som de George Harrison – Isn’t It A Pity

Séries de TV: Seinfeld e Seus Lucros

De filme eu posso ser uma anta, mas de série de tv, nem tanto.

E dentro do razoável conhecimento que tenho, falo com a maior tranquilidade do mundo que Seinfeld é a melhor série de humor de todos os tempos.

….Na minha opinião…e na de algumas outras milhões de pessoas.

Fonte: Ligado em Série
Fonte: Ligado em Série

Ainda assim, choquei com o post feito pelo Ligado em Série, que fala do lucro gerado pelas reprises dos seus episódios, 15 anos após seu fim.

Reprises de Seinfeld dão mais lucro que os maiores blockbusters do Cinema

Seinfeld podia ser a comédia sobre o nada, mas o lucro que ela ainda gera para os bolsos de estúdios e criadores quinze anos depois de seu fim é tão grande quanto o legado e a influência deixados pela série. Segundo matéria do tradicional Financial Times, a Castle Rock Entertainment (divisão da Warner Brothers) que é dona dos direitos da série em parceria com a Sony (que a distribui até hoje) já arrecadou 3,1 bilhões de dólares só com assinaturas de cessão de direitos para exibição de reprises em redes locais nos EUA e em diversos países mundo afora.

O resto do post? No link acima para ler comparações com Titanic e Avatar.

Sem noção.

Volto mais tarde.

Ao som de George Harrison – My Sweet Lord

Infográfico: Os Instrumentos Dos Beatles! (MUITO Wishlist!)

Infográficos dos Beatles!

Infográficos dos Beatles!

Infográficos dos Beatles!

beatles-infografico-1-1024x768

Olha só que maravilha!

A Pop Chart Lab, empresa especializada em fazer todo tipo de infográficos, resolveu fazer um com todos os instrumentos usados nas músicas dos Beatles. O resultado são três infos lindos que mostram que instrumentos John, George, Paul e Ringo usaram para gravar suas músicas. São três volumes: o primeiro mostra as músicas de 1963 a 1965, o segundo de 1966 a 1967 e o terceiro de 1968 a 1970. Cada integrante ganhou uma cor e os instrumentos que aparecem nas músicas.mas não foram tocados por nenhum deles, também ganharam uma coluna especial.

infobeatles2

infobeatles3

Para ler o texto do Tenho Mais Discos Que Amigos, clique aqui.

Lá eles ficaram maiores que aqui!

Sabe uma das melhores coisas nesses infográficos:

Tem muita gente que gosta de taxar o fofo do Ringo como inútil, imprestável, etc.

Aham né? Olhem aí o tanto que era.

Sensacionais! Maravilhosos! E estão à venda!!!

Quero demais ganhar, viu?

Wishlist

Volto mais tarde | Ao som de The Beatles – Here Comes The Sun  |

Hoje..Algum Tempo Atrás: Please Please Me, 50 anos!

Posso correr atrás de bandas novas, ouvir tudo que há de bom no mundo.

Mas as voltas sempre acabam neles: The Beatles.

Há exatos 50 anos atrás era lançado o primeiro álbum da banda! O início da revolução cultural liderada por eles.

please_p

Como disse o Radar Pop, do Estadão:

“Hoje é um dia especial para o rock. Em 22 de março de 1963, o princípio de uma revolução cultural chegava às lojas britânicas: Please Please Me, álbum de estreia dos Beatles.

Reza a lenda que John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr gravaram o trabalho em apenas 12 horas. Foi feito às pressas para catalisar o sucesso dos singles Please Please Me Love Me Do, que já indicavam o que estava por vir.”

Vale a pena ver os dois links abaixo, da Rolling Stone:

50 anos de Please Please Me, dos Beatles: faixa-a-faixa

“Boys”
Esta faixa acelerada, escrita por Luther Dixon e Wes Farrell, foi gravada originalmente pelo grupo feminino The Shirelles. Ringo ficou com os vocais e logo a canção se tornou uma de suas marcas registradas nos shows dos Beatles.

50 anos do disco que mudou Liverpool (e o mundo)

O rio Mersey divide a cidade em duas metades, que se comunicam pelo ferryboat do Pier Head, onde se elevam as altas, e agora centenárias, torres do Royal Liver Building. São famosas porque no topo se destacam dois pássaros de cimento, conhecidos como os liverbirds, emblemas da cidade desde 1207, data na qual o rei John I autorizou sua construção. Roger, um desempregado que encontrei na discoteca El Alma de Cuba, ambientada em uma antiga igreja, me diz que Ringo Starr queria que o grupo se chamasse The Liverbirds. Conta-se que John Lennon teria vetado a ideia porque os integrantes da banda eram mais do que dois.

(…)

Em 1963, quando gravaram na sede de EMI, em Abbey Road, os Beatles tocaram durante incansáveis 585 minutos para deixar prontas as 10 músicas novas que integraram o lançamento. Quatro das faixas não precisaram ser gravadas, pois tinham aparecido em dois singles anteriores (“Ask Me Why”, “Love Me Do”, “P.S. I Love You” e “Please Please Me”). Oito delas foram compostas pela dupla John Lennon e Paul McCartney. A imprensa, anos depois, qualificou essa empreitada como uma maratona digna de grandes astros. E foi mesmo. Toda essa informação pode ser confirmada no número 10 da Mathew Street: sim, no famoso The Cavern. Mas aqui é covardia. Eu não poderia deixar de voltar a visitá-lo. Ali, todo o ar que se respira cheira a Beatles. Não serve como amostra, inclusive porque aqui os “liverpudlians” pouco pisam – apenas aqueles que vêm para paquerar turistas.

Na minha opinião, a banda se torna a minha favorita a partir do Rubber Soul. Mas tudo que foi feito antes tem fundamental importância para o que vieram a fazer depois. Então:

God bless Please Please Me!

Volto mais tarde.

Ao som de The Beatles – Please Please Me

Empreendedorismo: 15 páginas para curtir no Facebook

A Revista Exame fez uma lista bacana, com 15 páginas no Facebook que empreendedores deveriam seguir.

Uma delas, do meu amigo Felipe, a Startup Farm.

#orgulhomodeon

startupfarm

Eu já curtia algumas, aproveitei para conhecer as outras.

Aí, vocês me perguntam?

– “Mas, Viviane: você é uma empreendedora?”

– “Não….ainda não”.

15 páginas no Facebook para empreendedores acompanharem 

Volto mais tarde.

Ao som de George Harisson – My Sweet Lord

Música do Dia: All Things Must Pass

George, seu lindo!

Sunrise doesn’t last all morning
A cloudburst doesn’t last all day
Seems my love is up and has left you with no warning
It’s not always going to be this grey

All things must pass
All things must pass away

Volto mais tarde.

Ao som de George Harrison – All Things Must Pass

Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 70 Anos de George Harrison

Há exatos 70 anos nascia aquele que se tornaria o meu maior ídolo na música.

O meu e de um bocado de gente.

O mais sensível.

beatles-george-harrison2

O site oficial do rapaz está todo repaginado e tem uma agenda, com celebrações que ocorreram ao redor do mundo, por conta da data.

Muito bacana.

george

Lindão demais!

Para entrar no site, clique em georgeharrison.com

Ídolo eterno.

Amor demais por ele.

Volto mais tarde.

Ao som de George Harrison – I’d Have You Anytime

Música do Dia: Concert for George – While My Guitar Gently Weeps

11 anos sem o fantástico ser humano chamado George Harrison….

C’est la vie…

No vídeo abaixo, um dos melhores shows de todos os tempos. Em homenagem a ele.

A música? A minha favorita, na vida.

Gênio. Gênio. Sensível. Incrivelmente, sensível.

Sempre receberá homenagens no words of leisure.

ConcertForGeorge_Inisde

I look at you all see the love there that’s sleeping
While my guitar gently weeps
I look at the floor and I see it needs sweeping
Still my guitar gently weeps

Volto mais tarde | Ao som de Concert for George- While My Guitar Gently Weeps |