No Meu iPod: O retorno do The Corrs!!

2015 tem se revelado um excelente ano, no que se diz respeito a retornos inesperados de bandas que amo profundamente.

Primeiro, o Blur e seu delicioso The Magic Whip (que estou devendo um texto, como sempre!).

E, nessa última semana, o retorno do The Corrs, após 10 anos afastados!

Desde o triste falecimento do pai deles, rumores sobre a reunião começaram, mas a confirmação só veio agora e fiquei feliz demais!

Feliz demais da conta, para ser mais sincera com meu sentimento.

The Corrs

Em 2013, eu fiz dois posts em que tentei demonstrar a importância deles para mim (que podem ser lidos aqui e aqui).

Por mais que eu goste da carreira solo da Sharon Corr, nada se compara com o que sinto pela banda.

Mas, como parecia não existir uma vontade por parte deles, de voltarem, eu não queria que acontecesse sem que fosse por um sentimento legítimo de tocarem juntos novamente.

Pelo que parece, foi isso que aconteceu mesmo. O que tem sido dito é que a Andrea compôs uma música que as pessoas que ouviram, amaram. E insistiram que não poderia ser uma que ela vendesse para outro artista e tal. A partir daí, a reunião!

Com show já marcado e confirmação de novo álbum! Honestamente, não vejo a hora!

Nesse mundo cheio de pessoas fabricadas pela indústria, é sempre muito bom ver talento genuíno de volta!

PS: Mas eu quero a Caroline de volta à bateria, full time!

Muito phoda!

Por questões particulares não consegui postar muito, na semana que se encerrou, mas só teria dado eles, no Música do Dia. Domínio incontestável!

Volto mais tarde | Ao som de The Corrs – Radio |

Anúncios

No Meu iPod: Interpol, “El Pintor”

Eu fiquei animada quando soube do lançamento do disco do Interpol mas, ao mesmo tempo, com um pé um pouco atrás.

interpol el pintor

Continuar lendo “No Meu iPod: Interpol, “El Pintor””

Música do Dia: No Doubt – New

Pelos 15 anos do Return of Saturn.

No-Doubt-Box

My normal hesitation is gone
And I really gravitate to your will
Are you here to fetch me out?
‘Cause I’ve never had this taste in my mouth

Oh you’re not old
And you’re not familiar
Recently discovered
And I’m learning about you

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – New |

Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 15 anos do Return of Saturn, do No Doubt

Ontem, o Return of Saturn do No Doubt completou 15 anos de vida!

return-of-saturn

O primeiro disco da banda como quarteto, após a saída do Eric Stefani.

Mas, mais que isso: o disco que viria como sucessor do perfeito Tragic Kingdom, aquele que deu sucesso mundial à banda.

Demorou mais de dois anos para ficar pronto, graças a brigas entre os membros da banda e da banda com a gravadora.

Gostei do que o Tom Dumont escreveu a respeito, na sua página no Facebook.

tomdumontreturn

Eu me lembro que, na época que ele saiu, achei mais lento que o TK. Não me animei, inicialmente, e demorou um tempo para que eu o escutasse direito.

Que tempo perdido….

Hoje, amo.

Adoro a introspecção que a Gwen Stefani trouxe, debatendo seu desejo de uma vida em casa, que contrastava com a vida de turnê e shows.

Algumas das belezuras do álbum são Magic’s in the MakeupSimple Kind of LifeBathwaterSix Feet Under, Marry Me, New.

Não é pouca coisa não.

 Abaixo, uma das melhores deles, na minha opinião. Bathwater.

Fica a lembrança.

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Bathwater |

SalvarSalvar

No iPod: O teaser do filme da Amy Winehouse

Ai, gente, o que é esse teaser do filme sobre a história da Amy Winehouse?

Amy Winehouse

Aos que não sabem, ele vai contar essa história com vídeos nunca antes mostrados ao público.

De arrepiar. Principalmente, quando ela fala que não acha que será famosa e que enlouqueceria caso isso acontecesse.

Lindo, quando ela canta Rehab.

Volto mais tarde | Ao som de Amy Winehouse – Rehab |

No Meu iPod: Noel Gallagher’s High Flying Birds, “Chasing Yesterday”

Não, não há um pingo de imparcialidade por parte da minha pessoa, quando se trata de Noel Gallagher.

Jamais.

O cara lança qualquer coisa e eu já vou muito pré disposta a amar.

Com Chasing Yesterday não foi diferente.

Chasing Yesterday noel gallagher

Continuar lendo “No Meu iPod: Noel Gallagher’s High Flying Birds, “Chasing Yesterday””

Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 20 anos do “The Beacon Street Collection”, do No Doubt

Ao contrário dos últimos álbuns postados aqui no words of leisure, o The Beacon Street Collection não marcou a minha vida, à época do seu lançamento. Fui conhecer anos depois…

Na realidade, marcou a vida de “poucos”, pois ali o No Doubt ainda não tinha explodido.

De produção toalmente independente, feito todo pela banda, vendeu 100.000 cópias. Isso garantiu a produção do seu terceiro álbum. Aí, tudo mudou.

Visto que o terceiro é o Tragic Kingdom.

the-beacon-street-collection-50b1e43676452

Continuar lendo “Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 20 anos do “The Beacon Street Collection”, do No Doubt”

Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 20 anos do “Elastica”, do Elastica

Quando prometi, aqui, ser mais atenciosa com os álbuns que completam 20 anos em 2015, eu tinha vários discos em mente, que queria homenagear.

Sendo o Elastica, do Elastica, um dos mais importantes da minha adolescência, fica desnecessário dizer que ele estava muito bem posicionado nessa minha lista mental.

20 anos dessa belezura…Ontem!

Elastica

Sei que várias pessoas não conhecem o Elastica. A mim resta sentir muitíssimo por elas.

Continuar lendo “Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 20 anos do “Elastica”, do Elastica”

Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 20 anos do “Pieces of You”, da Jewel

No último domingo, eu escrevi o post No iPod: Músicas que completam 21 anos em 2015.

Nele, lamentei por não ter conseguido escrever os Hoje…Algum Tempo Atrás referente aos álbuns que completaram 20 anos em 2014.

Aí, deixei a expectativa de tratar 2015, e consequentemente 1995, com mais carinho.

Algo que começa a ser cumprido agora, com os 20 anos do Pieces of You, da Jewel.

Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal

Sim, ele foi lançado no dia 28 de fevereiro de 1995. Impressionante.

Quando eu olho a página dela no Wikipedia, vejo vários trabalhos que nunca ouvi. Tenho conhecimento apenas dos dois primeiros, o Pieces of You  e o Spirit, que gosto muito.

Ouvi outras músicas em canais de televisão e vi que em algum momento ela foi para uma pegada mais pop, fazendo clipes na chuva e uso de sua bela imagem. Sim, ela é uma mulher bonita.

Mas me pareceu uma perda muito grande, visto que nos dois primeiros ela se mostrou uma pessoa muito talentosa e com algum conteúdo a passar.

Como não sei bem o que aconteceu, me aterei ao Pieces mesmo.

Que é um baita álbum. Tanto que entrou para a lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame. Isso não é pouca coisa.

Compositora de todas as músicas, Jewel mostra uma sensibilidade única. Foolish Games é uma das minhas músicas favoritas na vida, amo mesmo.

Outras como You Were Meant For Me, Near You Always, Who Will Save Your Soul são muito especiais.

Primogênita a viu ao vivo. Depois, bem que poderia colocar nos comentários o que achou, né?

Abaixo, You Were Meant For Me.

Quem não conhece, recomendo. Bastante.

Volto mais tarde | Ao som de Jewel – Pieces of You |

Música do Dia: Adam Levine – Lost Stars

Oh homem que sabe fazer um agudo…

Oh homem bonito.

Trilha do filme comentado mais cedo.

adamlevine

Please, don’t see
Just a boy caught up in dreams and fantasy
Please, see me
Reaching out for someone I can’t see

Volto mais tarde | Ao som de Adam Levine – Lost Stars |

Café & TV: Filme, “Mesmo Se Nada Der Certo”

Nunca antes na história do words of leisure eu fui ver um Oscar vendo três filmes que concorriam a alguma estatueta.

Os outros dois, Whiplash e O Grande Hotel Budapeste, mandaram muito bem. Mesmo Se Nada Der Certo concorreu com Melhor Canção e não ganhou.

beginagain01

Sem problemas, o filme é recomendável, independente disso.

Continuar lendo “Café & TV: Filme, “Mesmo Se Nada Der Certo””

No iPod: Músicas que completam 21 anos em 2015

21 anos? Como assim?

Bom, uma das coisas que mais me deixou chateada em relação ao words of leisure, no ano passado, foi não ter conseguido fazer os Hoje…Algum Tempo Atrás com os discos que completaram 20 anos em 2014.

Falo isso porque 1994 foi um ano tão sensacional para a música…e para mim… que impressiona.

1994

Particularmente, 1994 e 1995 são anos que marcaram profundamente o meu gosto musical e a minha forma de consumir música. Por isso, de todos os anos que eu poderia me dedicar menos ao Hoje…Algum Tempo Atrás, 2014 não poderia ter sido um deles.

Continuar lendo “No iPod: Músicas que completam 21 anos em 2015”

News| No Meu iPod: O novo disco do Blur!!

O mundo se tornou um lugar melhor de se viver desde hoje de manhã.

Sim, porque um mundo em que o Blur anuncia, do nada, um disco novo, é um lugar melhor de se viver.

Juro que é.

12 anos sem um disco deles! 16 desde o último como quarteto!

É muita coisa para o meu coraçãozinho…

Essa é a capa do The Magic Whip.

blur-the-magic-whip-capa

E essas são as músicas.

blur-the-magic-whip-songs

De acordo com a banda, eles só anunciaram o disco hoje porque até ontem eles não tinham um álbum pronto. Amei, amei, amei a surpresa.

Óbvio que já comprei na pré-venda, né? Mesmo com o dólar estando na fase “cacete de agulha” que está…

blur pre venda

Agora, posso arranjar um novo propósito de vida: vê-los ao vivo, em um show só deles.

Não entendeu? Clique aqui, então!

Detalhe: 2015 será ano com novo do Blur e do Noel Gallagher! Quanta alegria de viver!

Volto mais tarde | Ao som de Blur – Go Out |

Retrospectiva 2014: Os melhores covers, pelo 1001 covers!

Meus amigos do 1001 covers para ouvir antes de morrer fizeram uma retrospectiva de 2014, com os melhores covers nacionais e internacionais feitos no ano que se findou.

Sensacional, o trabalho deles.

internacional parte1

Teve a parte 2, claro.

internacional parte2

E a lista dos artistas nacionais.

nacional1

Isso tudo é mais uma prova de como eu e o ano de 2014 não nos demos bem.

Ao menos, tenho o pessoal do 1001 covers para me salvar da ignorância musical que me encontrei nos últimos 12 meses.

Para acessar cada lista, basta clicar nas respectivas figuras.

Persiolino, Cris, Alê e outros: parabéns demais!

Volto mais tarde | Ao som de The National – Karen |

Retrospectiva 2014 wol: Os posts mais acessados

2014 foi um ano que não consegui fazer tantos posts quanto gostaria, por motivos diversos. Poucos comentários sobre álbuns, poucos TED Talks, poucos Hoje…Algum Tempo Atrás e por aí vai.

C’est la vie.

Com isso, as Tirinhas do Dia, Frases do Dia, Músicas do Dia acabaram ficando mais em evidência. Veremos como será 2015.

Pois bem, deixando o lamento de lado, coloco abaixo os posts mais acessados em 2014, que foram escritos neste ano.

5. Frase do Dia: Robin Williams e a Pior Coisa da Vida

5Robbie-Vida

Continuar lendo “Retrospectiva 2014 wol: Os posts mais acessados”

Café & TV: Trailer, ‘Whitney’

Ai gente, saiu o trailer do filme “Whitney”, sobre a história da Whitney Houston.

Eu ainda sinto muita tristeza quando penso na história dela. Muita mesmo.

É filme feito para TV, com a atriz Yaya DaCosta no papel principal e Arlen Escarpeta no papel do Bobby Brown.

A direção é da Angela Basset, que sempre me fará pensar em ER.

download

Se bem feito, será um baita filme. Porque foi uma baita história.

Uma baita triste história.

É esperar para ver…

Volto mais tarde | Ao som de Whitney Houston – I Have Nothing |

No iPod: Música Para Concentrar No Trabalho

Eu trabalho em um lugar muito aberto e, consequentemente, com muita movimentação.

E sendo eu uma pessoa que se distrai com qualquer coisa (com tudo, mesmo!) a música é fundamental para tentar ter alguma concentração.

(Na realidade, música é fundamental para absolutamente tudo na minha vida. No trabalho é apenas mais um de seus usos.)

O que costumo fazer é entrar no youtube e buscar por listas como “to focus at work”, “study concentrate”, entre outras.

Ou então, vou direito nas playlists de música clássica que, pra mim, são as que mais funcionam.

A Revista Galileu elaborou um guia de Como aumentar sua produtividade ouvindo música no trabalho que pode ser muito útil.

grafitefone2
Visto na Revista Galileu. FOTO: FLICKR/CREATIVE COMMONS

Achei interessante ver os estudos de quais músicas são mais adequadas para certos momentos.

Tipo:

Para terminar tarefas chatas rapidamente
Um estudo publicado pela revista Neuroscience of Behavior and Physiologynotou que a habilidade de uma pessoa de reconhecer imagens, letras ou números aumentava quando ela ouvia rock ou música clássica. A mesma coisa acontecia quando as músicas eram tocadas em fones de funcionários de uma linha de montagem – eles cometiam menos erros, trabalhavam mais rapidamente e o tempo também parecia passar mais rápido. Ou seja, na hora de limpar a caixa de e-mails ou fazer algo repetitivo, apele para Edvard Grieg ou Rolling Stones (sugestões da repórter, mas outras músicas clássicas e rock funcionam).

Para ver todas as dicas, clique na figura acima.

Volto mais tarde | Ao som de Wilco – What Light |

No iPod: 37 Discos Que Você Deveria Ouvir Em Junho

Lá vem o Tenho Mais Discos Que Amigos jogar na minha cara como estou atrasada musicalmente.

Dos 37 discos que eles acham que eu deveria ouvir em junho, só escutei um.

Quem acompanha o words of leisure saberá qual.

Ou não? Será? Alguém chutaria?

Discos junho

A verdade é que de todos eles, apenas alguns de fato despertaram a minha curiosidade.

Mas, ainda assim, despertaram. Será que os ouvirei?

Para ver a lista completa, clique na figura acima.

Volto mais tarde | Ao som de Suzanne Vega – Luka  |

Música do Dia: Mundy – To You I Bestow

Serei muito honesta ao escrever que não conheço nada dessa banda, tirando To You I Bestow. Que amo.

Conheço porque ela faz parte da maravilhosa, sensacional, incrível trilha sonora do Romeu e Julieta.

Uma das melhores…..ever!

Se alguém puder me indicar mais músicas deles, estou super aberta.

Mundy - To You I Bestow

Kiss me and tell me it´s not broken
Kiss me and kiss me till I´m dead
See, I´ll give you the stars from the bruised ev ´nin´ sky
And a crown of jewels for your head, now
For your head, now, for your head, now, for your head now
If you come back, I´ll take you to the garden
We´ll dance to an orchestra on the lawn
And we´ll roll in the foggy dew
And dance with the ghosts upon the dawn
On the dawn, on the dawn

Volto mais tarde | Ao som de Mundy – To You I Bestow |