Coluna da Primogênita: Dicas de BH – Os Meus Pães Favoritos Na Cidade

Intolerantes ao glúten, não me ofenderei se vocês saírem deste post agora, pois este será uma ode ao pão! Ao pão de verdade, artesanal que desde os tempos mais remotos nutre a humanidade.

Foto: Acervo Pessoal Bagueteria Francesa
Foto: Acervo Pessoal
Bagueteria Francesa

Continuar lendo “Coluna da Primogênita: Dicas de BH – Os Meus Pães Favoritos Na Cidade”

Anúncios

Dica de BH: Projeto Vista Alegre

Na coluna Prato do Dia, muito tem sido escrito sobre como estamos, cada vez mais, buscando uma alimentação equilibrada: saudável, mas sem paranóia.

E “quem” tem assumido um papel importante nessa história toda é o Projeto Vista Alegre.

PS: não, esse não é um PubliPost, visto que escrevo por livre e espontânea vontade, sem receber nada por isso.

vista alegre

Continuar lendo “Dica de BH: Projeto Vista Alegre”

Coluna da Primogênita: Images of Leisure – Inhotim, MG

O Inhotim dispensa apresentações. Escolhi mostrar toda sua exuberância e cores através de imagens deste, que é um patrimônio brasileiro!

Para mais informações, entre no site inhotim.org.br.

Continuar lendo “Coluna da Primogênita: Images of Leisure – Inhotim, MG”

Coluna da Primogênita: Dicas de BH – A Exposição de Mario Zavagli, no Minas Tênis Clube

Outro dia, passando pelo clube, resolvi fazer uma pausa e entrar no Centro Cultural do Minas Tênis Clube e fui surpreendida por uma exposição maravilhosa, da qual sai muito feliz e orgulhosa! 

Fonte:  Google
Fonte: Google

Continuar lendo “Coluna da Primogênita: Dicas de BH – A Exposição de Mario Zavagli, no Minas Tênis Clube”

Dica de BH: Bolinho!

Alguns dias atrás, eu estava conversando com um grupo de colegas no trabalho sobre o Bolinho, quando alguém falou que não tinha ideia do que falávamos. Minha reação foi: como assim???

Afinal, uma grande alegria que eu tenho é quando vejo um Bolinho pelas ruas de BH.

Sempre penso, quando vejo um: “Aaaaaahhh, Bolinho!!!!”

bolinho-cordacidade
por Maria Raquel Bolinho

Aos que não conhecem, o Bolinho é uma criação da grafiteira Maria Raquel Bolinho.

No seu site, ela afirma:

Seu intuito é colorir a cidade e dividir com milhares de pessoas sua paixão por doces, bolos, cupacakes e ARTE! Assim, em 2009 nasceram os Bolinhos e rapidamente se espalharam pelas ruas de Belo Horizonte. Sempre com cores vibrantes e traços fortes, eles são apresentados nos mais variados suportes artísticos e urbanos, deixando as ruas mais açucaradas.

A mim só cabe afirmar que ela é extremamente bem sucedida na sua intenção.

Eles são lindos demais, super divertidos! Tinha um perto da minha casa, que logo foi apagado. Fiquei com muita raiva.

por
por Maria Raquel Bolinho

Dou conta do Dalínho não!!

Aproveito para fazer a menção mais que honrosa ao Bolinho Travolta, que fica ali na Av. Cristiano Machado e que é meu companheiro de todos os dias.

bolinho-travolta
por Maria Raquel Bolinho

 

Esse post fica não somente como uma homenagem ao excelente trabalho da Maria Raquel, mas também como um agradecimento a alegria que ele traz.

E claro, como um aviso aos que não conhecem o trabalho dela, belo-horizontinos ou não: prestem mais atenção aos muros da cidade, vale a pena!

Para visitar:

Facebook do Bolinho.

Site do Bolinho.

Instagram do Bolinho.

Muito, muito bom!

Volto mais tarde | Ao som de Keane – Disconnected |

wol: Junho, Um Ótimo Mês Para o words of leisure

E não é que Junho foi o melhor mês de 2014 (espero que dure pouco) e o segundo melhor, em audiência, na história do words of leisure?

Alguns dos grandes responsáveis foram esses posts:

bilingue

O post é antigo, mas foi retomado no Facebook e amplamente compartilhado!

legging

Este é recente e parece que seu adorável senso de humor agradou. Também foi muito compartilhado.

raiva

Este é o post mais acessado da história do words of leisure, né? Permaneceu muito bem em junho.

glouton

Post da Primogênita agradou, como sempre. Veio ao final do mês e foi muito bem recebido.

sushi

A etiqueta para comer sushi e a percepção de muitas pessoas, que viram estar fazendo tudo errado, renderam um bom acesso ao post!

E qual a conslusão disso tudo?

A afirmação, mais uma vez, que compartilhamento é o que permite o crescimento de um blog!

Por isso, agradeço horrores a todos que fazem isso. Sem a ajuda de vocês, isso aqui não vai pra frente não…

Então: viram um post?
Gostaram?
Compartilhem!

Agradecida!

PS: Para acessar cada um dos posts mencionados, basta clicar nas respectivas figuras, ok? 

Volto mais tarde | Ao som de Nina Persson – Food For The Beast |

Dica de BH – O Mercado Central, pelo Catraca Livre

Coincidência, ou não, logo ontem que eu coloquei o Mercado Central como um dos meus lugares favoritos de BH, o Catraca Livre liberou um post sobre esse maravilhoso local.

Eu não vou me alongar porque ainda espero fazer um post meu sobre ele. Enquanto isso, vale a pena  ver o deles.

Mercado Central

Clique na figura acima para acessar.

Volto mais tarde | Ao som de Nina Persson – Food For The Beast |

Dica de BH: Os Melhores Restaurantes de BH, Segundo o The Guardian

A essa altura, todo mundo já deve ter visto a reportagem do The Guardian, com o Top 10 dos restaurantes de Belo Horizonte, né?

Mas eu não poderia deixar passar, porque a lista é muito boa.

Ainda mais porque entrou aquele que, pra mim, é o melhor lugar da cidade: o Mercado Central.

(Tirando a parte dos bichinhos, claro…)

mercado central
Clique na foto para acessar

Outro que entrou na lista foi a Mercearia 130, que já foi tema de post na Coluna da Primogênita.

mercearia130-primogentia
Clique aqui também

Volto mais tarde | Ao som de Wilco – What’s The World Got In Store |

Coluna da Primogênita: Dica de BH- Restaurante Glouton

Para quem acompanha o agitado circuito gastronômico de Belo Horizonte, esse post não é nenhuma novidade.

Em menos de dois anos de funcionamento, o Glouton tem um nome bem estabelecido na cidade, já tendo recebido diferentes prêmios de peso, dentre eles, uma estrela no Guia Quatro Rodas, além do chef Leonardo Paixão ter sido considerado pela mesma publicação Chef Revelação do País e Chef do Ano de 2014/2015 pela Revista Veja Comer & Beber. Além disso tudo, com todas as pessoas que converso que já foram, em todos os comentários de blogs, revistas e críticos que leio, o Glouton é uma unanimidade. Quer prêmio mais importante que esse??

Então, aproveitei que, nesta semana, BH sediará o próximo jogo da seleção brasileira, atraindo todas as atenções e muitos turistas, para finalmente endossar todos esses prêmios com a minha humilde opinião: sem dúvida, o melhor restaurante de Belo Horizonte atualmente e, quem sabe, até mesmo, um dos melhores do Brasil!

A história do chef Leonardo Paixão, por si só, já é super interessante.

Fonte: glouton.com.br
Fonte: glouton.com.br

Médico, formado pela UFMG, após completar a graduação, fez as malas e foi estudar gastronomia na França. Já é admirável a coragem de correr atrás do próprio sonho, mesmo que isso implique abandonar a tradicionalíssima Medicina, na conservadora Minas Gerais, para se arriscar em um mercado cheio de altos e baixos, como o da gastronomia. Se tornar, então, um dos maiores chefs do país, não por marketing, mas por talento e qualidade inquestionável é um sucesso e um exemplo de que amar o que se faz, por mais longo e difícil que seja o caminho, vale a pena! 

A gastronomia é o foco principal do estabelecimento. Os ingredientes são sempre frescos e com isso, o cardápio sofre variações respeitando as diferentes estações do ano. Isso, além de proporcionar altíssima qualidade dos pratos, permite redução de custo. Não que o restaurante seja barato, mas considero o preço que se paga ali muito justo, um sentimento que tem se tornado cada vez mais raro na realidade de valores surreais cobrados na cidade. 

A culinária é uma fusão de influências mineira e francesa, executada de forma original, criativa, agregando técnica apurada e claro, a paixão do Leonardo. O resultado é uma comida primorosa e mais importante, deliciosa!!!

Tudo que já experimentei por lá, foi maravilhoso! Nada, nada mesmo, foi razoável! 

Camarões VG com ravioli de abóbora moranga e molho curry.
Camarões VG com ravioli de abóbora moranga e molho curry.
Entrêcote sauce bordalaise com batatinhas coradas
Entrêcote sauce bordalaise com batatinhas coradas
Torta de chocolate, flor de sal e pimenta do reino com calda quente de caramelo
Torta de chocolate, flor de sal e pimenta do reino com calda quente de caramelo
Creme brulée
Creme brulée

Além dos pratos acima, gostaria de sugerir dois pratos, que acho que de tão incríveis, acabei esquecendo de fotografar: os pintxos de polvo à galega, de petisco, que foi o polvo mais suculento que já comi na vida e deixou a vontade de transformar na minha refeição principal, repetindo várias vezes. De prato, a papada de porco ensopada e grelhada com mil folhas de mandioca. A carne é tão macia que dispensa faca para parti-la, ela desmancha! 

Bem, de qualquer maneira, não tem erro! Qualquer opção te deixará feliz!

Parabéns, Leonardo Paixão! Sua história e sua gastronomia são motivo de orgulho enorme para nós mineiros!

Minha Retro 2013: Os 10 Posts Mais Acessados No Ano

Em todo o ano de 2013, esses foram os 10 posts escritos neste ano com maior número de acessos por vocês.

Os que visitam o words of leisure.

<3

Eles demonstram a importância que cada um dos compartilhamentos de cada um de vocês.  Basta um “curtir”, um “retweet”, um “+1”, um “share” para que o blog alcance pessoas para além dos meus contatos pessoais.

Muito obrigada a todos que fazem isso.

 

Para acessar os posts, basta clicar nas respectivas figuras.

10. Infográfico: A taça ideal de vinho

wol10vinho

9. Saúde: O que acontece quando se elogia muito a inteligência de uma criança

wol9crianca

8. Tirinha do Dia: E como vai a dieta?

wol8dieta

7. Vídeo do Dia: “O momento que você desejaria a eternidade”

wol7

6.Coluna da Primogênita: Dicas de BH – Via Gomide

wol6primogenitaviagomide

5.Listas: 21 sinais que você não é exatamente uma dama

wol5listadama

4. Esportes: A entrevista de David Beckham para o Esporte Espetacular

wol4davidbeckham

E no pódio:

3. Dicas de Apps: Os 50 que não podem faltar no seu iPhone

wol3app

2. Dicas de BH: Restaurante Est! Est! Est!

wol2est

 

1. Tirinha do Dia: Cascão, Cebolinha e a Amizade

Eu, como ex-assinante da Turma da Mônica, fico numa alegria de ver uma tirinha sendo tão amplamente acessada e compartilhada. De verdade. Post fofíssimo.

wol1cascaocebolinha

E que venha 2014!

Volto mais tarde | Ao som de John Mayer – Who You Love |

 

Coluna da Primogênita: Dicas de BH – Via Gomide

Este é um post “mulherzinha”!
Foto: Fernanda Nasser (Minha fotógrafa predileta!)
Foto: Fernanda Nasser (Minha fotógrafa predileta!)
Resisti um tempo em escrevê-lo pois muitos poderiam me acusar de fazer jabá, já que a proprietária do Via Gomide é minha prima! Mas depois pensei: e daí? Se a dica é boa, tem fundamento, porque não dá-la? Vou ignorar uma dica e tanto, só porque a origem é familiar? De jeito nenhum…
O Via Gomide começou como um pequeno salão, em um prédio na Rua do Ouro, quase que como um endereço secreto, onde a divulgação ocorria no boca a boca entre clientes e suas amigas. Este mês, completou 15 anos, agora localizado em uma construção linda, planejada pelo renomado arquiteto Gustavo Pena, inicialmente para abrigar uma galeria de arte.  A idéia original do projeto não foi perdida pois, eventualmente, ainda há exposições por lá. Inclusive atualmente estão expostas as aquarelas lindas da Agnes Farkasvolgyi.
Foto: Fernanda Nasser
Foto: Fernanda Nasser
Exposição Agnes Farkasvolgyi no coquetel de comemoração dos 15 anos do Via Gomide. Foto: Fernanda Nasser (fofa!)
Exposição Agnes Farkasvolgyi no coquetel de comemoração dos 15 anos do Via Gomide.
Foto: Fernanda Nasser (fofa!)
Sim, é um salão de beleza, onde funciona uma galeria, abriga uma butique, comandada pela Flaviana Novais, presta serviços de consultoria de imagem, cursos de auto-maquiagem e ainda possui um jardim, onde se toma um café delicioso (eba!). Ou seja, um espaço múltiplo, cheio de estilo e bom gosto.
Foto: Fernanda Nasser
Foto: Fernanda Nasser
Foto: Fernanda Nasser
Foto: Fernanda Nasser
Essa evolução, atingida através de muita dedicação, deve-se também ao rigor, em prezar características difíceis de se encontrar em um salão de beleza: pontualidade, a preocupação em manter o espaço tranquilo, bom para relaxar, apesar dos secadores e das conversas femininas. As músicas, as revistas, a decoração criam um ambiente aconchegante. Mas, para mim, sem dúvida, o fator de sucesso mais importante é o respeito pela valorização da beleza natural de suas clientes. Lá, o objetivo é valorizar os pontos fortes e disfarçar as imperfeições. Nos eventos do Via Gomide, há a maior concentração de cabelos cacheados, por metro quadrado, da cidade e quiçá, do país! Lindos e bem resolvidos!:)
A auto-estima e saúde agradecem! Eu, como dermatologista, falo com propriedade!  Não só no que diz respeito à saúde geral e do couro cabeludo, mas acho que as horas diárias que eu ganhei, quando abandonei o secador e assumi meus fios cacheados, foram melhor aproveitadas, estudando!:)
Equipe Via Gomide Foto: Fernanda Nasser (fotógrafa mais que querida)
Equipe Via Gomide
Foto: Fernanda Nasser (fotógrafa mais que querida)
E para não dizer que o post foi só elogios, alerto para os preços que não são baratos. Mas acho que, dito tudo o acima, já era de se esperar!
Parabéns a Flávia e sua equipe, pelos 15 anos! Orgulho danado de vocês!
Endereço:
Via Gomide
Rua Terra 274, Santa Lúcia
(31) 32262420

Dicas de BH: Cum Panio Atelier De Pães

Já tinha um tempo que eu queria escrever sobre a Cum Panio aqui no words of leisure devido à qualidade dos pães que comi, mas não poderia enquanto não fosse na padaria pessoalmente.

Como isso aconteceu recentemente, aqui está.

cumpanio
Fonte: cumpanio.com.br

Uma das melhores, quiçá a melhor padaria de Belo Horizonte.

Impressionante o trato dados aos pães ali. Seu “nome completo” faz jus ao que é praticado ali: Atelier De Pães.
Sim, porque a sensação que dá é que o pão é tratado como um verdadeiro objeto de arte.

Eles são diferentes, com ingrediente pra lá de inusitados, como figo, abobrinha, azeitona, queijo parmesão, entre outros.
O de chocolate é um pecado na Terra: branco, ao leite e amargo. Derrete na boca.
O brioche e o croissant também são deliciosos.

Fonte: cumpanio.com.br
Fonte: cumpanio.com.br

Obviamente, tudo isso reverte no preço. Não é uma padaria simples, para comprar o pãozinho do café da manhã.
Mas vale a pena demais.

O ambiente é lindo, dá vontade de ficar ali o dia todo….comendo….

O atendimento também é diferenciado. Inclusive, conto uma situação que nós passamos: compramos um pão que não estava muito legal, meio seco. Comentamos o ocorrido. Resultado: desconto na compra seguinte.

Bacana, isso. Tratar cliente com respeito.

Então, pessoas, fica a dica!

pain-dantan
Fonte: cumpanio.com.br

Endereço:

Rua do Ouro, 292, Bairro Serra, Belo Horizonte.

PS: a loja tem estacionamento, mas ele é bem complicadinho…

Horários de funcionamento:

Terça a Sexta: das 11 às 19:30h/ Sábado: das 11 às 14h/ Domingos, segundas e feriados: não abre.

Site:

www.cumpanio.com.br

Volto mais tarde | Ao som de Blur – Tracy Jacks |

Dicas de BH: Restaurant Week, Mais Uma Vez

Começa hoje mais uma edição do Restaurant Week aqui em BH, né?

2_2_Logo_-_RW

Até o dia 08 de setembro, mais de 60 restaurantes envolvidos, servindo cardápios vendidos ao preço fixo de R$ 34,90 + R$1 no almoço e R$ 47,90 + R$1 no jantar.

O R$1, em ambos os casos, é doação para o Instituto Ayrton Senna.

O tema? Flores e Frutas.

Vamos ver se eu serei menos enrolada e vou em alguns.

Veremos.

Abaixo, a lista dos locais:

Restaurantes
68 La Pizzeria
A Osteria Gusto
A Tasca
AA Wine Experience
Ah! Bom
Amadeus
Antica Trattoria
Arantes
Atlântico
Badejo
Baldaratti Gourmet
Bangkok Restaurante
Benvindo
Bistrô da Matilda
Bistrô do Divino
Cantina Piacenza
Casa de Música
Casa Infinita
Casa Rio Grande
C’est si Bom
Chalé Sante
Chez Fumoir
Cult Club Cine Pub – CCCP
D’Artagnan Bistrô
Donna Margherita Luxemburgo
Duke ‘n’ Duke
Ephigênia Bistrô
Ficus
Flores Restaurante
Floriano
Gomide
Haus Empório e Cervejaria
Inka
Koneteria Gourmet
L’ Entrecôte
Maharaj
Maurizio Gallo
Mes Amis
Mineiriana Café Bistrô
O Conde Restaurante e Bar
O Kabuto
Oak
Osteria Degli Angeli
Outono 81
Parrilla Diamond
Pátio Espanhol
Patuscada
Pichita Lanna
Più Pizza & Birra
Quinto do Ouro
Saatore Restaurante Lourdes
Saatore Restaurante Pampulha
Sorriso Risoteria e Café Cruzeiro
Speciali
Terroir
Trindade
Un’ Altra Volta Sion
Un’ Altra Volta Gourmet
Verano Studio Gourmet
Verdinho

Volto mais tarde.

Ao som de The Killers – Spaceman

Dicas de BH: Exposição “Cervejas do Mundo”

Nessa semana, eu fui convidada para ir ao lançamento da exposição “Cervejas do Mundo”, que está acontecendo lá no DiamondMall.

Exposição essa que conseguiu reunir coisas que eu gosto bastante: história, mundo e cerveja.

Soa meio alcoólatra escrever isso, eu sei, mas é verdade. Adoro experimentar cervejas diferentes, de outros países. Conhecer suas histórias, então, nem se fala.

Acervo pessoal
Acervo pessoal

Os textos vistos na foto acima contam curiosidades sobre a bebida, sua história, a relação com a Igreja e são bem interessantes.

Além disso, rótulos, tampinhas, garrafas e copos também estão expostos. Impressiona pensar a produção da cerveja em locais que, por simples e pura ignorância, nem imaginava que poderia acontecer.

Tipo aqui:

Acervo pessoal
Acervo pessoal

Outro ponto interessante é que os organizadores estão oferecendo oficinas gratuitas sobre três grandes escolas: a inglesa, belga e holandesa, além de dar dicas de harmonização. Aos que interessarem: liguem no (31) 3330-8633 e vejam se ainda há vagas.

Não é grande a exposição e acho que vale a visita, principalmente aos que já estiverem no shopping.

Oficinas:

03/08 (sábado) – Escola Alemã / horários: 16h, 18h, 20h

04/08 (domingo) – Escola Inglesa / horários: 16h e 18h

08/08 (quinta) – Escola Belga / horários: 18h30 e 20h

09/08 (sexta) – Escola Alemã / horários: 18h30 e 20h

10/08 (sábado) – Escola Inglesa / horários: 16h, 18h, 20h

11/08 (domingo) – Escola Belga / horários: 16h e 18h

Exposição:

Entre 01 a 11 de agosto, piso L3 , das 10h às 22h.

Volto mais tarde | Ao som de Andrea Corr – Ten Feet High |

Meu Ingresso: Julieta Venegas, A Minha Segunda Professora Favorita De Espanhol

Quando eu paro e penso no meu gosto musical, acho que ele segue uma certa linha de coerência entre o Rock e o Pop, com algumas incursões em outros gêneros.

Entre os meus artistas favoritos na vida, a Julieta Venegas é quase como um ponto fora da curva. É bem diferente do que eu costumo ouvir e, também, do que as pessoas esperam que eu vá escutar e gostar. Mas ela está lá, sempre perto do topo, como vocês podem ver no meu last.fm. (Atualmente, está em primeiro lugar).

Isso porque, alguns anos atrás, ela entrou na minha vida como uma segunda professora de Espanhol. E nunca mais saiu, visto que tocou a minha alma de forma que poucos conseguiram.

Na última sexta-feira, eu tive a honra de vê-la ao vivo. Em um dos shows mais lindos que já vi na vida.

julietaconexao

A minha relação com a língua espanhola começou de forma relutante e, ao mesmo tempo, prática. Eu precisava tirar o certificado de proficiência para poder formar na faculdade de Relações Internacionais, entretanto, não queria estudar de jeito nenhum, visto que o meu sonho era aprender o alemão, após concluir os estudos da língua inglesa.

Mas a situação me colocava frente à língua de Cervantes e a vida me levou a conhecer o homem que me fez apaixonar pelo Espanhol de forma que jamais poderia imaginar. E, no intuito de tentar aprender cada vez mais, fiz uso do recurso sempre utilizado no caso do inglês: a música.

Assim, fui apresentada à Julieta Venegas. A sintonia com aquilo que essa artista extremamente talentosa escrevia foi automática. Irremediável.

Já são seis discos de estúdio: os dois primeiros, mais “raivosos”, digamos assim. Os dois seguintes, mais felizes e os últimos, mais tristes.

Foi justamente a turnê do Los Momentos (o mais recente e maravilhoso) que a trouxe para BH City, no último dia 31. Que alegria foi ver essa pessoa que já me fez chorar com a beleza e simplicidade das suas músicas logo ali, na minha frente.

Exemplos de músicas que me levaram às lágrimas? Lento, Andar Conmigo, Oleada, Me Voy, Esta Vez, El Presente…. 

Linda, simpática, educada e falando um português muito fofo, ela encantou aos que ali estavam ao apresentar suas novas músicas, além dos clássicos, que há mais de uma década encantam toda a América Latina.

Chamou ao palco a linda da Fernanda Takai, para cantar a belíssima Dulce Compañia, que eu jamais imaginei ver ao vivo. Ainda mais em uma versão só ao piano, que apenas ressaltou a beleza da letra.

Depois, Tulipa Ruiz se juntou às duas para cantar a minha música favorita da Julieta: Andar Conmigo.

E ainda tivemos direito a ter o Otto no palco, para cantar a bela Saudade.

Julieta veio e já se foi, deixando um gosto de “quero muito mais” e aumentando na milésima potência a minha admiração por ela.

Abaixo, o vídeo feito por uma pessoa que não era eu.

Eu?

Estava quase na grade! Cantando todas as músicas, para a tristeza dos ouvidos ao meu lado.

Ah, querem treinar o espanhol?  Entender o sotaque mexicano não é moleza não…

Até agora não creio que uma das artistas mais brilhantes da América Latina estava aqui no Parque Municipal. Coisa mais linda.

A alegria de ter um sonho realizado é isso aí.

PS: Aos que não entenderam, ela só é a minha segunda professora favorita de Espanhol porque o primeiro é o amado Xiol.

Volto mais tarde | Ao som de Julieta Venegas – Eres Para Mi |

Dica de BH: Restaurante Est! Est! Est!

Geralmente, gosto de ir a um lugar algumas vezes antes de escrever aqui no words of leisure.

Após algumas idas, todas bem sucedidas ao Est! Est! Est!, eu me sinto muito bem para recomendá-lo a vocês.

Retirado do blog Destemperados
Retirado do blog Destemperados

Continuar lendo “Dica de BH: Restaurante Est! Est! Est!”

Dica de BH: Treze Belo-Horizontinos Revelam Os Lugares e Histórias Que Marcaram Suas Vidas

A Veja BH (e o words of leisure perde alguns leitores) fez uma reportagem que é bem legal para os que não conhecem a capital das Minas Gerais.

Aos que conhecem pouco.

Aos que aqui moram e pouco conhecem a cidade.

Fonte: Veja BH
Fonte: Veja BH

O relato da Fernanda Takai sobre o Parque Guanabara é bem bacana.

“Meu pai era geólogo e vivia viajando. Nasci em Serra do Navio, no Amapá, e aos 2 anos de idade fomos morar na Bahia. Aos 8, vim para BH e me encantei com o Parque Guanabara. Tenho uma foto aqui, ao lado dos meus irmãos Vitor e Rafael, de maria-chiquinha no cabelo. Vínhamos com frequência. Aos domingos, andávamos de bicicleta pela orla da Lagoa, tomávamos picolé e depois brincávamos aqui. Eu adorava o trem fantasma e a lagarta. Para o meu primeiro disco-solo, Onde Brilhem os Olhos Seus, as fotos foram feitas dentro do camarim da Monga, tamanha a minha intimidade com o local. Todos os funcionários me conhecem. Hoje, venho com a minha filha, Nina, e sempre que recebo um amigo de fora com criança faço questão de trazê-los. Os adultos também adoram porque é um parque bem vintage. Do alto da roda-gigante se tem uma das vistas mais lindas da Pampulha. Sou emocionalmente ligada ao bairro, pois, além de ter passado parte da infância aqui, é o lugar que escolhi para viver. Belo Horizonte é a cidade perfeita para criar uma família, e acho que daqui eu não saio nunca mais.”

Fernanda Takai, 41 anos,
cantora

Para ver os outros, clique aqui.

Volto mais tarde | Ao som de Lulu Santos – Assim Caminha a Humanidade |

Dica de BH: Livrarias Com Desconto!!!

“Pipow” do coração, fica a dica!

No próximo sábado (27), cinco livrarias da Savassi e da região irão comemorar o Dia Mundial do Livro (23 de abril) oferecendo descontos coletivos – em alguns dos estabelecimentos, todos os livros saem 20% mais baratos.

Participam da programação as seguintes livrarias: Café com Letras, Quixote, Mineiriana, Corre Cutia e Scriptum. Confira o que cada local irá oferecer:

Para conferir, tem que entrar no site do naSavassi!

logonasavassi

Cliquem aqui.

Volto mais tarde | Ao som de Garbage – #1 Crush |