Dica de Leitura: “Bye-bye, Brasil”, por Suzana Herculano-Houzel

Suzana Herculano-Houzel é uma das cientistas mais brilhantes que o Brasil tem.

De verdade.

De ser reconhecida internacionalmente como uma das pessoas que pode mudar o rumo de sua área de atuação.

E ela foi embora. Foi para os Estados Unidos, para ter condições de desenvolver sua pesquisa.

O texto que escreveu para a Revista piauí é sensacional.

E, ao mesmo tempo, triste.

byebyebrasil-piaui
Fonte: Revista piaui. Ilustracao: Roberto Negreiros_2016

Enquanto o Brasil continuar acreditando que não há espaço para a meritocracia, o País jamais irá pra frente.

Cito:

No Brasil, contudo, como pesquisadores são tipicamente contratados como professores universitários, valem as leis do funcionalismo público e seu esquema rígido de remuneração. Não importa o quanto um cientista produza, o quanto se esforce, quanto financiamento ou reconhecimento público traga para a universidade – o salário será sempre o mesmo dos colegas que fazem o mínimo necessário para não chamar a atenção. Ou seja, o sistema na academia brasileira de salários prefixados, garantidos por toda a carreira, com promoções por tempo de serviço, e não por mérito, é o pior possível quando se reconhece a importância da recompensa proporcional ao esforço para manter trabalhadores motivados. A associação de docentes da minha universidade luta ferrenhamente para manter tal isonomia; “meritocracia”, nesses círculos, é palavrão.

Que ela seja verdadeiramente feliz por lá. Poderá, assim, contribuir muito mais para o Brasil.

Para ler o texto completo, clique na figura ali em cima.

Volto mais tarde | Ao som de The Charlatans – These Things |

Anúncios

TED Talks: Jack Andraka, “Um Teste Promissor Para Detecção Do Câncer De Pâncreas… criado por um adolescente”

Eu estava precisando demais de um TED que me deixasse de boca aberta. Daqueles que florecem algum tipo de esperança nos seres humanos. Este que coloco abaixo teve o efeito esperado em mim.

Absurdo pensar que um menino que ainda nem completou 16 anos está a desenvolver um teste para câncer de pâncreas que é milhares de vezes mais barato, eficiente e rápido do que temos hoje em dia.

Os atuais descobrem que a pessoa está doente quando ela tem apenas 2% de chance de sobreviver. O dele, quando ela ainda tem 100% de chances.

E ele nem tem 16 anos!!!!!!!!!

jack_ted

Desculpem-me pelo palavreado, mas a única coisa que passa na minha cabeça é “pqp”!

Absurdo!

Volto mais tarde.

Ao som de Coldplay – Paradise

Hoje…Algum Tempo Atrás: Nasce Nicolau Copérnico

Hoje que foi ontem, mas a canseira do dia que se passou não me permitiu escrever.

copernico2

19.Fevereiro.1473.

Torun, Polônia.

Nascia o rapaz falou que a Terra (e outros planetas) girava em torno do Sol e não o contrário, como se acreditava até então.

Pessoas brilhantes devem ser sempre homenageadas, mesmo que com atraso.

Para ler mais sobre a história do moço que faria 540 anos, se fosse possível, clique aqui.

Volto mais tarde.

Ao som de Bob Dylan – Shelter From the Storm