Dica de NYC: A cidade em 5 dias

O blog Táxi Amarelo (já recomendado aqui) fez uma sequência super bacana de posts, com uma coleção de coisas a se fazer em Nova Iorque, por cinco dias.

A ideia da Gisela Gueiros foi imaginar:

a seguinte situação: se eu voltasse a morar no Brasil e depois de um ano viesse a Nova York, que lugares eu gostaria de visitar? Que programas iria fazer?

Achei bem legal e salvei os links para recomendar por aqui. Em setembro do ano passado. Procrastinei tanto que acabei me esquecendo deles…

Cacilda. É a vida.

taxiamarelo

Continuar lendo “Dica de NYC: A cidade em 5 dias”

Anúncios

Dicas de NYC: Aonde Comer, Por Camila Cilento

A Camila Cilento, e seu blog I am leaving today, já apareceu algumas vezes no words of leisure, como vocês podem ver aqui.

E o motivo é muito simples: todas as dicas que ela deu de Nova Iorque, que consegui visitar, eu amei!

Amei!

blog_iamleaving_new_v1

Então, simplesmente recomendo os posts dela, mesmo quando escreve sobre lugares que eu não conheço. É o tal do voto de confiança, né?

Pois bem, no mês passado ela fez um que foi muito bom, NYC: where to eat 2014, mas eu acabei me esquecendo de recomendar aqui. O que é um absurdo, porque une duas das coisas que mais amo na vida, NYC & Comida!

wheretoeat
Fonte: iamleavingtoday.com

Ela juntou em um post só, vários restaurantes categorizados da forma que bem quis. Alguns deles já apareceram aqui no words of leisure, como o Cafe Habana (sim, o melhor milho do mundo) e o Alice’s Tea Cup.

Esse post já vai para o meu arquivo pessoal, para que possa visitar os locais que não conheço, nas minhas próximas idas.

Para ver as dicas dela, basta clicar na figura acima.

Volto mais tarde | Ao som de Coldplay – O |

Dica de NYC: Cafe Habana

Quando a Primogênita escreveu sobre os clássicos dela de NYC, isso foi o que disse sobre o Cafe Habana:

Café Habana: aqui se come o melhor milho da vida!!! E aí você me pergunta: milho??? Foi exatamente isso que eu pensei quando uma amiga queridíssima, que morava em NY, disse que me levaria lá. Mas após ir, entendi completamente! Temperado com queijo, o milho é tão gostoso que atrai inclusive, várias celebridades para o local, que tem um clima jovem e descontraído. Localizado a alguns passos do New Museum, a região já é, por si só, bem agitada.

Pois bem, eu jamais questionaria alguém por falar de milho, porque é uma das coisas que mais amo na vida. Desde a barriga da genitora, eu acho. Inclusive, por sempre ter gostado muito mais que a minha irmã (bem mais) velha, fiz questão absoluta de ir lá e ver o que tinha de tão especial nesse lugar. Não me arrependi.

Acervo Pessoal
Acervo Pessoal

O ambiente é pequeno, as mesas ficam bem próximas umas a outras. Mas nada que incomode não, pelo contrário. É bem descontraído, com quadros divertidos de decoração.

O nome é “Habana”, mas o original encontra-se na Cidade do México. Por isso mesmo, encontra-se pratos dos dois países lá. Foi criado por um dominicano e toca (boa) música brasileira o tempo todo. Haja mistura!

Bom, o milho citado pela primogênita é um espetáculo! Sério: esse queijo em cima não tem condição, não!

Acervo Pessoal
Acervo Pessoal

Só que fomos lá para almoço e um milho não era suficiente. E como já tínhamos visto os pratos dos nossos vizinhos, decidimos pedir um prato de Tacos para dividir, afinal, o Cafe Habana segue a tradição americana de servir pratos gigantes! Fizemos bem pela questão de quantidade. Mas deu muita vontade de comer mais, porque estava delicioso!

Acervo Pessoal
Acervo Pessoal

Aprimentado e farto, como deve ser!

A única coisa que não recomendo é pedir a limonada, como a irmã (bem) mais velha fez, porque é demasiado artificial.

Tirando isso: vale demais a visita!

PS: atendimento bem simpático, como outro ponto positivo do lugar.

O site do Cafe é o cafehabana.com

E o endereço do que fomos é (tem em outros lugares também):

17 Prince Street New York, NY

(212) 625-2001

Sim, o lugar para ir comer milho é muito recomendado.

Volto mais tarde | Ao som de Calle 13 – La Vuelta al Mundo |