Esportes: Parabéns, Tony!

Ontem, o esporte brasileiro teve uma conquista sensacional.

Tony Kanaan entrou para a história, ao lado de Fittipaldi, Gil e Hélio, ao conquistar as 500 Milhas de Indianápolis.

Eu só peguei no final, mas foi emocionante ver o baiano levantar o capacete para limpar as lágrimas pelo feito alcançado.

tonykanaan_get

É muito bom quando se vê um cara gente boa e esforçado realizar um sonho de vida.

Por isso, faço a minha breve homenagem.

Parabéns, mesmo, Tony Kanaan!

Merecido demais!

Volto mais tarde.

Ao som de Land of Talks – Some Are Lakes

Esportes: O Futuro do Brasil na Fórmula 1

Com a eminente aposentadoria de Rubens Barrichello, a péssima fase vivida pelo Felipe Massa e os investimentos ridículos em novos pilotos, as perspectivas de futuro do Brasil na Fórmula 1 são pra lá de desanimadoras.

flaviogomes

É o que demonstra o Flavio Gomes, na sua coluna “3, 2, 1“. Vale a pena ler, para quem gosta do esporte.

Volto mais tarde | Ao som de Incubus – Here In My Room  |

Hoje…Algum Tempo Atrás: 20 Anos Do Tri do Senna

Três dias atrás eu falei sobre os 30 anos do primeiro título mundial de F1 do Piquet.

Outubro é bem especial para o Brasil hein? Não tinha essa noção! Bacana demais!

8724302.ayrton_senna_no_gp_do_brasil_grande_premio_353_498
Vitória épica. Coisa linda. Fonte: grandepremio.com.br

Continuar lendo “Hoje…Algum Tempo Atrás: 20 Anos Do Tri do Senna”

R.I.P.: Dan Wheldon (22/6/1978 – 16/10/2011)

Morreu ontem o piloto da Indy, Dan Wheldon.

Essa é uma categoria que eu não acompanho muito de perto, como tento fazer com a F1, mas ainda assim…

8695028.dan_wheldon_indy_500_milhas_de_indianapolis_333_499
Fonte: grandepremio.com.br

Por mais que os caras coloquem as suas vidas em risco, ao andar a 200 km/h, sempre fico triste quando um acidente grave acontece, ainda mais quando leva a morte.

Dan Wheldon era inglês, estava com 33 anos e deixa sua esposa com dois filhos, um de 2 anos e outro de apenas 6 meses.

Abaixo, o acidente. Que horror.

Descanse em paz.

Para quem quiser acompanhar o caso, recomendo o Grande Prêmio.

Post atualizado! 17 de outubro, 18:40

Coloco aqui belos textos do Flávio Gomes e do Victor Martins:

Dan Wheldon

12′ de silêncio

Sobre morte e corridas

Viado, filho da puta. (Isso mesmo, vale muito a pena ler. Belo texto do Victor)

Volto mais tarde | Ao som de Aerosmith – Deuces Are Wild |

Hoje…Algum Tempo Atrás: Primeiro Título Mundial do Piquet

Há exatos 30 anos atrás, Nelson Piquet ganhava seu primeiro título mundial de Fórmula 1.

Eu não o vi correr, então o que sei dele será baseado, sempre, em informações de terceiros (vídeos, imagens, reportagens)….

piquetvegas81
Piquet em Las Vegas, 1981. Fonte: grandepremio.com.br

Continuar lendo “Hoje…Algum Tempo Atrás: Primeiro Título Mundial do Piquet”

Infográfico: Os 700 GPs da McLaren

A McLaren completará 700 GPs de Fórmula 1, no próximo final de semana, quando será realizado o da Coreia.

Eu gosto muito da equipe e achei bacana demais o wallpaper acima, postado no blog do Flávio Gomes. Vocês podem clicar no link para terem acesso a outros tamanhos.

E que o lindo do Button vença a corrida, para tornar a comemoração ainda mais especial!

Volto mais tarde | Ao som de Oasis – My Big Mouth|

Esportes: Quando Se Ignora O Que Acontece No Bahrein

Ontem a FIA anunciou que o GP do Bahrein acontecerá no final deste ano. Um verdadeiro absurdo cometido pela entidade, que “parece” estar alheia aos eventos que têm acontecido naquela região do mundo, nos últimos tempos.

Os valores das ditaduras e dos petrodólares....

Continuar lendo “Esportes: Quando Se Ignora O Que Acontece No Bahrein”

Esportes: O Futuro De Rubens Barrichello

Quem gosta de Fórmula 1 tem acompanhado, com tensão, a crise que envolve a equipe Williams, e como esta tem levado a sérios questionamentos envolvendo o futuro do Rubinho Barrichello, na categoria.

Barrichello na Brawn GP

Eu nunca fui a maior crítica dele. Não acho que ele é péssimo (não mesmo!), lento, ou o pior piloto de todos os tempos.

Tampouco sou sua maior fã. Acho que o Barrichello é um piloto muito bom, que sabe acertar um carro como poucos. Mas que não soube aproveitar boas oportunidades que lhe foram dadas, principalmente na Brawn GP.

O Flávio Gomes (este sim, eu sou muito fã) publicou uma ótima coluna sobre o rapaz no Grande Prêmio. Sem ufanismo ou crítica ferrenha. Link aqui.

Volto mais tarde | Ao som de Los Hermanos – O Vencedor |

Hoje…Algum Tempo Atrás: Ayrton Senna e Interlagos

Hoje completam-se 20 anos de uma das vitórias mais incríveis do automobilismo brasileiro. Senna, em Interlagos, vencia sua primeira corrida em casa de forma absurdamente dramática.

24 de março de 1991

Continuar lendo “Hoje…Algum Tempo Atrás: Ayrton Senna e Interlagos”

Esportes: Fórmula 1

Até que demorou para eu começar a falar de esporte por aqui…

formula1logo

Adoro Fórmula 1. Ter ido ao GP do Brasil, em 2007, e visto o Kimi Raikkonnen ser campeão (deixando um pouco de lado o estresse de acabar meu TCC, na faculdade) foi uma das coisas mais legais que eu já me dei de presente.

Mas, este ano, estou de saco cheio. Nem é pelas constantes trocas de posições entre pilotos, graças às tenebrosas ordens de equipe. O que eu não agüento mais são as mudanças de regras, todo santo ano. E as de 2011 são bem “prá lá de mais ou menos”. E perigosas, já que até os pilotos estão reclamando da quantidade de botões que o volante tem. Ficar muito tempo com os olhos no volante, e não na pista, a uma velocidade média de 250 km/h não deve ser nada agradável.

Também acho um horror os donos da F1 criarem regras que movimentem os pits stops, mantendo as ultrapassagens, na pista, quase impossíveis. Corrida de carros com filas indianas, simplesmente, não são corridas de carro. Solução pra isso? Pra começar, tem que se acabar com as pistas criadas pelos Hermann Tilke. Simples assim, né? Pior que não. Mas estão nos circuitos antigos, as melhores corridas, sempre.

Muitos culpam a falta de ultrapassagens ao excesso de segurança nos carros. Acho que esses excessos foram muito bons, visto que desde o Senna, não se teve mais mortes nas pistas. São 17 anos que os pilotos iniciam, e terminam os campeonatos, vivos! Sim, isso é bom! Agora eles têm que dar um jeito de aliar segurança com emoção.

Antes, tinha até pensado em dar minha opinião mais detalhada, sobre o que acompanhei na pré-temporada, pilotos, carros, etc. Mas, como falei ali em cima, estou sem saco pra isso. Bernie Ecclestone & Cia acabaram comigo. Claro, eles não estão nem aí pra isso.

Então, pra simplificar:

O campeonato fica entre Alonso e Vettel. Acho que o “Fodón de las Astúrias” vence (como diria Flávio Gomes), já que a Ferrari estará toda trabalhando pra ele.

Não que eu goste, ou ache bonito, mas sim, eu acredito no Massa como segundo piloto desde o início do campeonato.

Pra mim, o Grande Prêmio, o Blog do Flávio Gomes e o Blog do Victor Martins são os melhores lugares para acompanhar a F-1. Lá não se tem as babozeiras da Globo de achar que o mundo conspira contra os pilotos brasileiros. Se o Massa é segundo piloto do Alonso, isso se dá porque este é melhor que aquele. Porque a Ferrari acredita que o espanhol tem mais capacidade de trazer o título mundial que o brasileiro. Pronto. Pode ser um saco, mas é a verdade. A empresa investe milhões e milhões de dólares e quer retorno.

Além do Blog, o Flávio Gomes tem feito, toda segunda feira, via twitcam, o “Bem, merdinhas”. Apesar do nome, a iniciativa é excelente pra quem gosta de automobilismo sem se importar com o politicamente incorreto. Muito incorreto. O cara bebe, fuma, fala palavrão, mas é, na minha opinião, o portador das melhores e mais sinceras opiniões sobre tudo que acontece no mundo das corridas, carros, etc.

Pra finalizar, sim, continuo achando o Jenson Button o piloto mais bonito do pitlane (é claro que eu não me omitiria nesse quesito).

A foto não é recente, mas….

Pra finalizar de verdade, deixo aqui dois links de duas análises da temporada. Grande Prêmio e o do Blog José Inácio Falou.

Volto mais tarde | Ao som de Fito Páez – Limbo Mambo |