Dica de Instagram: O “Grand Tour das Coisinhas”

Eu já poderia ter feito alguns posts sobre a Isabela Discacciati e a Magê Santos.
Por exemplo:
1) Poderia ter feito no “Dicas de Instagram“;
2) No “Dicas de Snapchat” (#RIP);
3) No post recomendando seguir brasileiros que moram no exterior e produzem bons conteúdos;
4) Dicas de Podcastcom o Livre ;
5) Dicas de Brasileiros que são guias turísticos no exterior (ainda escreverei, espero);
6) Quando elas fizeram o Quiz das Coisinhas, entre outros.

@milaonasmaos
@passeiosemveneza

Mas venho aqui para falar do Grand Tour das Coisinhas, uma das iniciativas mais legais que acompanhei nas redes sociais, nos últimos tempos. Eu, que reduzi muito o que consumo online, não perdi um episódio sequer e já aguardo ansiosamente a segunda temporada.

Para explicar: A Isa mora em Treviso e faz passeios guiados para brasileiros em Veneza. Já a Magê mora em Milão e também é guia por lá. Elas são amigas, carinhosamente se chamam de Coisinhas, e fizeram um “Stories Séries” em que temas eram selecionados e discutidos tendo as duas cidades como “pano de fundo”.

Aos que não sabem (e eu não sabia), cito:

O Grand Tour eram as viagens feitas pelos jovens da aristocracia europeia principalmente no século XVIII, e pode ser considerado hoje como o início do turismo contemporâneo.
Era visto como um rito de passagem educacional, já que as famílias ricas, inicialmente as inglesas, mandavam seus filhos para a Itália para conhecer as maravilhas da Antiguidade Clássica e do Renascimento.
Na Itália, as etapas clássicas do Grand Tours eram as cidades de Veneza, Florença, Roma, Nápoles, mas também a Sicília e seus sítios arqueológicos.

Diário do Grand Tour

Elas escolheram os seguintes temas: vilas, moda, estabelecimentos históricos e coleções de artes privadas. Assim, nos levaram (quem as acompanha), para viajar por esses temas por Veneza e Milão.

A série se deu nos Stories delas mas foi salva nos respectivos IGTVs, além de terem também postado nos respectivos canais do Youtube (Passeios em Veneza e Milão nas Mãos).

Como se não bastasse, ainda fizeram um e-book, gratuito, que pode ser baixado aqui.

O que mais me faz recomendar as duas é que o que elas produzem é conteúdo de qualidade, sem ser chato ou pedante. É trazer cultura e conhecimento de uma forma muito fácil e sincronizada com os dias de hoje.

Porém, é de graça?

Assistir pode ser considerado gratuito para muitos (desconsiderando a internet que pagamos, energia, etc, né?), mas não há almoço grátis, certo? Claro que elas têm muito retorno nisso, e merecem ter, afinal, o projeto é feito na base de muito estudo e dedicação. Com isso, ganham seguidores, admiradores e potenciais pessoas que as contratarão para os passeios guiados que fazem.

Como eu. Logo. De preferência.

Elas já prometem uma segunda temporada com ainda mais requintes, indo a outras cidades. O que as levaram a pedir colaborações de pessoas como eu, que gostaram tanto do que produziram. Aos que assistirem e também quiserem contribuir, segue o link.

Aos que colaboraram (como eu), um novo perfil no Instagram foi criado, em que as pessoas terão acesso a conteúdos exclusivos.

Então, é isso. Entrem no Instagram delas aqui (Isa e Magê) e cliquem nos respectivos IGTVs para ver os episódios de cada uma. E fica a dica de as seguirem independente do conteúdo do Grand Tour, porque as duas são muito interessantes, sempre.

Volto mais tarde | Ao som de David – Life on Mars |

Anúncios

Dicas de NYC: O Site NYC Tips

Bom, personas, com a volta às aulas, e em ritmo intenso, vai ficar difícil postar sempre por aqui.

Mas, ao contrário do ano passado, tentarei escrever ao menos de vez em quando. Ao invés de parar por completo.

Vamos ver como vai rolar.

Por enquanto, fico com a dica do site NYC Tips, comandado pelas irmãs Bruna e Renata.

Fonte: nyctips.com.br
Fonte: nyctips.com.br

Continuar lendo “Dicas de NYC: O Site NYC Tips”

Dica de Blog: Dri Everywhere, para viajantes com e sem filhos!

O Blog da Adriana Miller ja apareceu aqui no words of leisure. Mas pensei que, para o que quero falar, vale mais a pena escrever um novo post que o atualizar antigos.

drieverywhere.net
drieverywhere.net

Porque ele está cada dia mais sensacional, então vale muito a pena dedicar esse tempo para recomendar para vocês.

Podem me agradecer depois. Sério.

Continuar lendo “Dica de Blog: Dri Everywhere, para viajantes com e sem filhos!”

O blog agora está no Snapchat!

Resisti muito para fazer um Snapchat, custei a me acostumar com a plataforma.

Só que Primogênita insistiu.

Vocês não sabem como essa moça fica, quando coloca algo na cabeça.

Passei a gostar de alguns perfis por ali e acabei me rendendo.

Então, sem mais delongas, eis o perfil a ser seguido.

Por quem quiser.

Snapchat-vivigomide
Acervo Pessoal

Só tenham paciência, porque ainda estou aprendendo.

Outras redes que o words of leisure se faz presente são: twitter | Instagram | Pinterest | last.fm (sim, uso até hoje. Acho que só eu).

Volto mais tarde | Ao som de The Corrs – Unconditional |

Dica de App: Runtastic Leg Trainer

Lá vem a Runtastic, com mais um aplicativo para motivar a fazer exercícios físicos!

Algumas semanas atrás, a empresa lançou o Leg Trainer e claro que já comecei a usar!

runtasticlegabreImgDDH

Ele segue a mesma linha do SixPack e do Butt Trainer: seria um personal trainer só para malhar as pernas (nos outros casos, abdomen e glúteos, respectivamente), integrando-os no grupo dos chamados fitness apps.

Como eu costumo usar nos finais de semana, ao juntar os três, já estou somando uma hora de exercícios físicos. Eles queimam bem, viu?

Claro, como sempre, enfatizo: só uso e recomendo porque faço atividade física, regularmente, há muitos anos e sou acompanhada por especialistas. Para os que não têm costume, acho melhor procurar um profissional antes.

Ao final das contas, a Runtastic tem, em mim, um efeito motivacional muito grande. É muito bacana acompanhar a evolução dos exercícios, os graus de dificuldade e ir dando conta de realizá-los. Depois, consigo ver pelas estatísticas quantos exercícios fiz na semana, quantas calorias perdi (claro que não considero literalmente), comparar com as semanas anteriores, entre outras funcionalidades.

Só falta, agora, a empresa lançar um aplicativo pra dorso e outro para os braços, que o corpo já estará todo contemplado.

Então, salvo as considerações acima, recomendo demais o novo aplicativo. Até a versão paga eu já comprei.

Para baixar o app, basta clicar na figura abaixo.

legtrainer

Fica a dica.

Volto mais tarde | Ao som de Maroon 5 – Secret |

Dica de App: Versão Full do Runtastic Six Pack de graça, hoje!

Prezados, ainda há tempo!

Um dos melhores aplicativos da lindona Runstastic é o Six Pack, que é tipo um personal trainer para  exercícios para o abdomen. Eu já fiz post específico sobre ele, como vocês podem ver aqui.

runtasticsixpack

 

 

Pois bem, a versão completa do safado está gratuita hoje. Como funciona isso?

Você baixa o aplicativo, que é gratuito originalmente. Aí, ao clicar em Get The Full Version (ou algo similar), passa-se a ter acesso à versão completa, que tem muito mais exercícios e é sem propaganda.

Isso custa 5 doletas, que na cotação de hoje significa que vocês pouparão 1 milhão de reais!!!

Aproveitem!

Vale a pena demais, sou fã do aplicativo.

Para ter acesso, tanto para iOS quanto para Android, basta clicar na figura acima.

Ou aqui.

Volto mais tarde | Ao som de Julieta Venegas – Te Ví |

Lista: Os 8 piores erros que as pessoas cometem ao beber vinho

O aplicativo Vivino já apareceu por aqui, algumas vezes.

Recentemente, eles lançaram uma lista, com os 8 piores erros que as pessoas cometem ao beber vinho.

Não somente as dicas são boas, mas os itens ficaram super bonitinhos.

Por exemplo?

erros-vinho

Para ver quais são os outros 7, clique na figura acima.

Volto mais tarde | Ao som de Stereophonics – Bank Holiday Monday |

Infográfico: O que fazem as bilhões de pessoas no mundo

A Funders & Founders nos propicia mais Infográficos super bacanas: dessa vez, distribuiu as alocações das pessoas, no mundo.

CDo1C1uWgAAFaqN

E como elas gastam seu tempo.

how-much-time-we-have-infographic

Claro que várias questões surgem de relatos como estes.

As fontes estão em cada um e o texto que os seguem é possível de ser acessado clicando nas figuras.

O que acham?

Volto mais tarde | Ao som de Alanis Morissette – No Pressure Over Cappuccino |

Dica de App: Today In History, gratuito hoje!

Recebi a notícia que um aplicativo chamado Today In History está gratuito apenas hoje, na App Store.

Sim, é uma versão em app para o “super amado, super líder de audiência e muito menos atualizado que gostaria”: Hoje…Algum Tempo Atrás.

Teoricamente, não tenho mais motivo para não atualizar o words of leisure, né?

Bom, teoricamente…

tih

Como baixei hoje, não tenho como opinar de forma mais profunda, mas me pareceu legal.

Então, aos amantes de história, vale a pena conferir.

De graça, né?

Para baixar, basta clicar na foto acima.

Volto mais tarde | Ao som de U2 – Van Diemen’s Land |

Tecnologia: Empresa cria óculos que faz daltônicos enxergarem todas as cores pela primeira vez

Ah, o socialismo e todos os avanços tecnológicos que melhoram a vida das pessoas….

#sqn

Valspar-Paint

A Valspar é uma grande empresa americana do setor de tintas. Ela se juntou à EnChroma para produzir um óculos que consegue sobrepor o problema entre o verde e o vermelho, as cores que são percebidas da mesma forma por quem tem o daltonismo. Toda a explicação (muito melhor que a minha, óbvio) pode ser vista aqui.

Pois bem, um mini documentário foi elaborado com pessoas que relatam o daltonismo e mostra suas reações ao enxergar as cores pela primeira vez.

Emocionante.

Não achei com legenda mas, pelas reações, acho que quem não entende em inglês também deve ver. Muito bom.

PS: Ao acabar de assistir, só conseguia pensar: “ok, a empresa deu esses óculos para essas pessoas, né? Senão, é sacanagem!”

Ver pesquisas desse tipo é uma das minhas paixões na vida. Resta deixar os meus parabéns aos envolvidos.

Volto mais tarde | Ao som de Fiona Apple – Shadowboxer |

Infográfico: A geração millennials e o empreendedorismo

A Geração Millennials, ou geração Y, já foi motivo de posts aqui no words of leisure.

Aos que não sabem o que é, segue parte do texto do Wikipedia (sim, Wikipedia. Dane-se):

A Geração Y, também chamada geração do milénio ou geração da Internet1 , é um conceito em Sociologia que se refere, segundo alguns autores, como Don Tapscott2 , à corte dos nascidos após 1980 e, segundo outros, de meados da década de 1970 até meados da década de 1990, sendo sucedida pela geração Z.

Essa geração desenvolveu-se numa época de grandes avanços tecnológicos e prosperidade econômica, e facilidade material, e efetivamente, em ambiente altamente urbanizado, imediatamente após a instauração do domínio da virtualidade como sistema de interação social e midiática, e em parte, no nível das relações de trabalho. Se a geração X foi concebida na transição para o novo mundo tecnológico, a geração Y foi a primeira verdadeiramente nascida neste meio, mesmo que incipiente.

Achei muito interessante o infográfico abaixo, que pergunta se é ela a grande geração dos EUA, ou a pior de todas.

Mesmo com dados referentes aos EUA, vale dar uma observada.

Os pontos positivos giram em torno do grau de educação da geração, enquanto os negativos estão no acúmulo de dívidas e baixa participação no mercado de trabalho.

Que cada um tire a própria conclusão, sobre a pergunta acima.

millenials-info

Volto mais tarde | Ao som de The Black Crowes – Sting Me |

Dica de Instagram: Muitos velhinhos adoráveis, no “Not My Nonni”

Continuando com o intuito de divulgar perfis absolutamente interessantes vistos pelo Instagram, via #DicasdeInstagram, hoje é dia do fofíssimo e admirável @NotMyNonni.

notmynonni
Fonte: @notmynonni

Continuar lendo “Dica de Instagram: Muitos velhinhos adoráveis, no “Not My Nonni””

Infográfico: Como ser o guru do Instagram

Fodástico esse infográfico sobre o uso do Instagram para empresas, principalmente.

Geração de conteúdo, engajamento. Muito bacana.

Por sinal, aos que não sabem, o words of leisure está por lá, com o perfil @blogwordsofleisure.

Instagram-Infographic

Muito, muito interessante.

Um mundo a ser explorado, por lá.

Volto mais tarde | Ao som de The Cardigans – The Great Divide |

Dica de Instagram: Rafael Mantesso e seu sensacional Jimmy Choo

O Instagram é algo realmente bacana.

Uma vez filtrados perfis inúteis para a minha pessoa, hoje eu consigo me divertir e me inspirar muito por lá. A tag do words of leisure #DicasdeInstagram não tem muitos posts – ainda – mas o que está por lá é muito legal, como pode ser visto aqui.

Pois bem, um dos que mais me diverte por lá é o trabalho feito pelo Rafael Mantesso.

rafaelmantessoinstagram

Continuar lendo “Dica de Instagram: Rafael Mantesso e seu sensacional Jimmy Choo”

Teste: Seu signo no horóscopo chinês e o seu vinho

Eu já escrevi sobre o aplicativo Vivino, aplicativo que ajuda a fazer um banco de dados mundial de vinhos, quais os mais (e menos) apreciados, quais os seus amigos gostam, etc.

Clique aqui para ver.

Pois bem, semana passada eu recebi um e-mail do povo que faz o app, com a chamada: beba vinho baseado no seu signo do horóscopo chinês. Isso graças à recente virada do ano no calendário deles.

Não levo essas coisas muito a sério, mas como eu não tinha ideia de qual é o meu signo neste horóscopo, fui verificar.

Aí está meu resultado.

Sim, sou porco.

Sim, nasci em 2007. Com corpinho e mente de 1923.

vinhosigno

Achei legal, principalmente a parte do “com quem beber, ou não beber”.

vinhosigno2

Bom, para fazer o seu teste e descobrir com quem beber, clique aqui ou em alguma das figuras acima.

Divertido.

Volto mais tarde | Ao som de The Killers – Glamorous Indie Rock & Roll |

About wol: Os 4 anos do words of leisure

Ontem, estava lendo algumas coisas quando caiu a ficha: “acho que me esqueci do aniversário do blog”.

Não, eu nunca decoro a data que ele foi ao ar.

Mãe relapsa, sou eu.

Foi no dia 10 de fevereiro.

De 2011.

Sim, já são 4 anos de words of leisure.

aniversario wol

Quando o fiz, pensava em coisas diferentes para ele. Entre elas, eu realmente achava que política e Relações Internacionais seriam o alvo principal.

Só que para manter minha saúde e fazer do wol algo para me dar alegrias, abri mão desses debates que tanto amo.

Momentos de crise, de quase deletar o blog, já aconteceram. Momentos de poucos posts, de posts curtos, também.

Mas, tudo bem.

Faz parte.

Quando penso nesses quatro anos, o saldo é absolutamente positivo. Principalmente por todas as pessoas que ele me permitiu conhecer ou aproximar.

Foram parentes mais afastados que reapareceram e mandam recados sempre. Conhecidos que ficaram mais amigos. Ou pessoas bem distantes, que nem conheço pessoalmente, que chegaram ao blog por motivos diversos e que me fazem tão felizes com seus comentários. Que nem sempre concordam comigo, mas o fazem de forma tão respeitosa que me encantam.

E, claro, aqueles que já eram próximos (amigos e família) e que ficaram ainda mais, com tanto apoio e carinho.

À todos vocês, contemplados de alguma forma nesse o texto, deixo o meu mais sincero agradecimento.

Não tenho como não ser muito grata a tudo.

Em especial, à Primogênita, pela parceria.

E ao words of leisure, por tudo que ele me trouxe.

PS: para entrar no primeiro post, basta clicar na figura acima.

Volto mais tarde | Ao som de Julieta Venegas – Andar Conmigo |