Dica de Leitura: “Ela bebia, fumava e brigava por liberdade. E virou uma lenda do tênis”

Roland Garros já começou. Visto que comecei a acompanhar e gostar de tênis na época do Guga, claro que é dos campeonatos mais queridos.

Pois bem, o UOL publicou um pequeno texto sobre a Suzanne Lenglen, tenista que hoje dá nome à segunda quadra mais importante do complexo do Grand Slam francês.

Suzanne Lenglen

Suzanne Lenglen

Eu, particularmente, gosto muito de ler história de mulheres que vivem muito à frente de suas épocas.

Cito:

Nessa época, a fama de Suzanne se espalhou da França para o mundo. E não foi só o lado tenista. As saias mais curtas e a faixa no cabelo viraram sua marca registrada. Beber conhaque em quadra, fumar e namorar sem ceder aos rígidos costumes daquele tempo fizeram dela um ícone social.

Sua relação com os organizadores dos eventos era de amor e ódio. Amor porque ela atraía milhares de espectadores e era garantia de espetáculo. E ódio porque suas exigências eram incomuns na época. Uma delas, talvez a mais famosa, era a de não jogar antes das 12h. A francesa queria descansar depois de ir dormir tarde.

Bem legal.

Para ler o restante, clique aqui ou na figura acima.

Volto mais tarde | Ao som de Ocean Colour Scene – You Are Amazing |

Anúncios

Um pensamento sobre “Dica de Leitura: “Ela bebia, fumava e brigava por liberdade. E virou uma lenda do tênis”

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s