Café & TV: Filme, “Whiplash”

E não é que assisti a um filme que está concorrendo ao Oscar?!

, para o mundo!

whiplash

Whiplash me chamou atenção quando vi uma reportagem na TV. Mas, como sempre, acabou passando…

Até surgir o efeito da combinação entre: um amigo que assistiu ao filme e o recomendou horrores; e uma amiga que “sempre” me coloca pra frente e me leva ao cinema (ela ficará chocada ao ler isso, já que nossa frequência deve ser de dois filmes por ano e olhe lá).

Ainda bem que fui, porque o filme é excelente.

Não conhecia o Miles Teller, mas sua atuação me impressionou demais. Já o J.K. Simmons eu conhecia, mas o que ele fez ali me deixou absurdamente pasma.

Muito, muito bom.

O filme conta a história de um cara – baterista – que estuda música na melhor escola do EUA e quer entrar na principal orquestra dessa.

Mas, não. Escrever assim é muito pouco. Escrever sobre o filme me parece pouco. Tem que ver para entender.

Só falo isso:

  • Ele tem uma das cenas mais intensas que vi nos últimos tempos.
  • Uma das melhores frases: “There are no two words in the English language more harmful than good job“.
  • E a cena final é uma das mais incríveis que vi nos últimos tempos.
  • Sem contar que a trilha é tão sensacional que a primeira coisa que fiz, ao chegar em casa, foi comprá-la na iTunes Store. Coisa linda.
  • Em um plano de mais longo prazo, a ideia é aprender sobre Jazz. Chega de ignorância.

Assistam. É muito bom. É sensacional, na realidade.

Abaixo, o trailer legendado.

PS: Tão bom ver o Paul Reiser novamente! #MadAboutYouForever

Volto mais tarde | Ao som de Duke Ellington & Juan Tizon – Caravan |

Advertisements

5 thoughts on “Café & TV: Filme, “Whiplash”

  1. Pingback: Café & TV: Filmes, “Mesmo Se Nada Der Certo” | words of leisure

  2. Pingback: Frase do Dia: O discurso do J.K.Simmons no Oscar 2015 | words of leisure

  3. Pingback: Frase do Dia: J.K.Simmons e o Liguem para seus pais | words of leisure

  4. Pingback: Café & TV: Cinema, “O Grande Hotel Budapeste” | words of leisure

  5. Eu fiquei boquiaberto quando vi o filme! É sensacional por vários aspectos! Desde os efeitos de câmera que acompanham o clima da cena, o modo como ele retrata toda intensidade, o sacrifício do Andrew, é sensacional. Como vc disse, a cena final é FODA!
    A performance do JK Simmons está sensacional! Poderia ficar horas falando desse filme!
    Aliás, já viu o Buddy Rich tocando? o cara é um monstro. Aquela desacelerada e acelerada nas batidas que o Andrew faz na cena final era uma das marcas registradas daquele.

    Ps: “Were you rushing or dragging?” kkkk

    Liked by 1 person

Comentários

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s