Música do Dia: Fernanda Takai – Doce Companhia

Fernanda Takai = <3 <3

Julieta Venegas = <3 <3 <3 <3

Fernanda Takai fazendo versão da Julieta Venegas = <3 <3 <3 <3 <3

julieta-venegas-e-fernanda-takai

Hoje só quero silêncio
Não quero nada mudar
Quero ficar bem tranquila
E saborear esta paz

Tenho um momento de calma
Eu sinto o peso ceder
O emaranhado da vida
Já desfiz, sei por que

Fernanda Takai tocando com a Julieta Venegas, em uma mistura de Dulce Compañía com Doce Companhia??

<3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3

A foto acima eu vi na reportagem do Tenho Mais Discos Que Amigos, que falou da participação da Fernanda no show da Julieta e que pode ser lida aqui.

Volto mais tarde | Ao som de Fernanda Takai – Doce Companhia |

Anúncios

No Meu iPod: Fernanda Takai, “Na Medida do Impossível”

Nunca me esqueci da primeira vez que tive contato com o trabalho da Fernanda Takai.

Eu tinha uns 10 ou 11 anos e fui ao Minas Tênis Clube ver um show do Lulu Santos. A banda de abertura era um trio que eu nunca tinha visto, mas que me chamou atenção demais por usarem um martelinho igual ao do Chapolin Colorado.

Pouco tempo depois, o Pato Fu assumiu, para nunca mais perder, o posto de uma das minhas bandas nacionais favoritas. E o mesmo serve para a Fernanda como uma das minhas cantoras favoritas.

fernanda-takai

Justamente por isso, busco acompanhar a carreira solo dela.

E qual foi a minha alegria ao ver que, ao lançar o Na Medida do Impossível, ela escolheu como música de abertura uma versão para uma música da Julieta Venegas? Quem acompanha o words of leisure sabe que eu amo essa mexicana de paixão, então meu coração ficou muito cheio de alegria com isso.

No meu post sobre o show da Julieta aqui em BH, escrevi:

Chamou ao palco a linda da Fernanda Takai, para cantar a belíssima Dulce Compañia, que eu jamais imaginei ver ao vivo. Ainda mais em uma versão só ao piano, que apenas ressaltou a beleza da letra.

Apesar de ainda preferir a original, que é muito amada, Doce Companhia ficou muito boa, muito gostosa de ouvir! Ocupa o posto de canção favorita do álbum, por enquanto. Isso sempre muda…

Dentre as 13 faixas do álbum, têm-se músicas inéditas e regravações. Nas do segundo grupo, gostei demais de Como Dizia o MestreA Pobreza e Pra Curar Essa Dor (esta, com participação do Samuel Rosa e que adorei).

Tenho que admitir que fiquei absurdamente de pé atrás quando vi que teria música gravada com o Padre Fábio de Melo. Podem me chamar de preconceituosa, porque fui. Mas não é que gostei? Então, beleza.

Honestamente, gostei do Na Medida do Impossível do início ao fim. E isso não tem sido muito comum de acontecer comigo, com álbuns nacionais.

Absurdamente bem produzido, como era de se esperar quando se tem a Fernanda e o John Ulhoa trabalhando juntos. Dupla sensacional.

Tenho colocado muito para tocar no caminho do trabalho e o álbum flui incrivelmente bem, fácil e gostoso de ouvir.

Fernanda Takai está de parabéns, como sempre!

Abaixo, Para Curar Essa Dor.

Na Medida do Impossível é muito recomendado pelo words of leisure.

Volto mais tarde | Ao som de Fernanda Takai – Doce Companhia |