Dica de Leitura: Jornal “Estado de Minas” Encontra Hilda Furacão

Nossa, vocês viram a reportagem especial feita pelo Jornal Estado de Minas, que encontrou a mítica Hilda Furacão em Buenos Aires? Sim, ela ainda está viva (eu não sabia), com 83 anos, e mora em um asilo na capital da Argentina.

Fonte: Estado de Minas
Fonte: Estado de Minas

Eu me lembro muito bem da época em que a série foi gravada, porque algumas das locações eram próximas à minha escola.

Talvez por isso, ela foi uma das minhas favoritas.

Mas, daquilo escrito no romance de Roberto Drummond e relatado na produção da Rede Globo, para a realidade….

Buenos Aires – “A Hilda Furacão, onde ela estiver…”. Essa é a última das muitas dedicatórias que Roberto Drummond (1939-2002) faz no livro Hilda Furacão (1991, Geração Editorial). Pois a verdadeira personagem, viúva do jogador de futebol Paulo Valentim, ídolo do Atlético, Botafogo, Boca Juniors – jogou ainda no Atlante (México) –, batizada Hilda Maia Valentim, está viva, com 83 anos. Solitária, mora em um asilo, o Hogar Guillermo Rawson, no Bairro Jujuy, em Buenos Aires. Quem paga as despesas é o município portenho. Não há mais o glamour e o luxo dos tempos dourados na capital argentina, nem resquícios da vida na zona boêmia de Belo Horizonte, que a tornou famosa nos anos 1950. A realidade da mulher, que na obra de ficção de um dos maiores escritores mineiros se chamava Hilda Gualtieri von Echveger, é outra, completamente diferente da personagem da literatura. Ela, aliás, nunca frequentou o Minas Tênis Clube. Nem sequer sabe onde fica.

Gostei muito de ler, mas confesso que me bateu uma tristeza por ver qual foi o destino dessa legendária figura de Belo Horizonte.

Abaixo, os links:

Exclusivo: EM encontra Hilda Furacão vivendo em um asilo em Buenos Aires

Hilda Furacão lembra momentos de glória e decadência ao lado do marido

Após duas quedas, Hilda Furacão foi parar em asilo de Buenos Aires

Romance de Roberto Drummond, Hilda Furacão é um guia para a BH dos anos 50

Hilda Furacão se lembra pouco da BH de seu tempo e alimenta mágoa de parentes de marido

Vale a leitura.

E fica o parabéns ao jornalista Ivan Drummond, e sua equipe, pelo material produzido.

Volto mais tarde | Ao som de Kasabian – Acid Turkish Bath (Shelter From The Storm) |

Anúncios

Um comentário em “Dica de Leitura: Jornal “Estado de Minas” Encontra Hilda Furacão

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s