Música do Dia: Brandon Flowers – Crossfire

Deixo o mesmo comentário quando o Killers aparece aqui no words of leisure:

Oh, Brandon!

Brandon-Flowers-Crossfire

Watching you dress as you turn down the light
I forget all about the storm outside
Dark clouds roll their way over town
Heartache and pain came pouring down
Like hail, sleet and rain, yeah
They’re handing it out

Volto mais tarde | Ao som de Brandon Flowers – Crossfire |

Anúncios

Coluna da Primogênita: Dica de BH- Restaurante Glouton

Para quem acompanha o agitado circuito gastronômico de Belo Horizonte, esse post não é nenhuma novidade.

Em menos de dois anos de funcionamento, o Glouton tem um nome bem estabelecido na cidade, já tendo recebido diferentes prêmios de peso, dentre eles, uma estrela no Guia Quatro Rodas, além do chef Leonardo Paixão ter sido considerado pela mesma publicação Chef Revelação do País e Chef do Ano de 2014/2015 pela Revista Veja Comer & Beber. Além disso tudo, com todas as pessoas que converso que já foram, em todos os comentários de blogs, revistas e críticos que leio, o Glouton é uma unanimidade. Quer prêmio mais importante que esse??

Então, aproveitei que, nesta semana, BH sediará o próximo jogo da seleção brasileira, atraindo todas as atenções e muitos turistas, para finalmente endossar todos esses prêmios com a minha humilde opinião: sem dúvida, o melhor restaurante de Belo Horizonte atualmente e, quem sabe, até mesmo, um dos melhores do Brasil!

A história do chef Leonardo Paixão, por si só, já é super interessante.

Fonte: glouton.com.br
Fonte: glouton.com.br

Médico, formado pela UFMG, após completar a graduação, fez as malas e foi estudar gastronomia na França. Já é admirável a coragem de correr atrás do próprio sonho, mesmo que isso implique abandonar a tradicionalíssima Medicina, na conservadora Minas Gerais, para se arriscar em um mercado cheio de altos e baixos, como o da gastronomia. Se tornar, então, um dos maiores chefs do país, não por marketing, mas por talento e qualidade inquestionável é um sucesso e um exemplo de que amar o que se faz, por mais longo e difícil que seja o caminho, vale a pena! 

A gastronomia é o foco principal do estabelecimento. Os ingredientes são sempre frescos e com isso, o cardápio sofre variações respeitando as diferentes estações do ano. Isso, além de proporcionar altíssima qualidade dos pratos, permite redução de custo. Não que o restaurante seja barato, mas considero o preço que se paga ali muito justo, um sentimento que tem se tornado cada vez mais raro na realidade de valores surreais cobrados na cidade. 

A culinária é uma fusão de influências mineira e francesa, executada de forma original, criativa, agregando técnica apurada e claro, a paixão do Leonardo. O resultado é uma comida primorosa e mais importante, deliciosa!!!

Tudo que já experimentei por lá, foi maravilhoso! Nada, nada mesmo, foi razoável! 

Camarões VG com ravioli de abóbora moranga e molho curry.
Camarões VG com ravioli de abóbora moranga e molho curry.
Entrêcote sauce bordalaise com batatinhas coradas
Entrêcote sauce bordalaise com batatinhas coradas
Torta de chocolate, flor de sal e pimenta do reino com calda quente de caramelo
Torta de chocolate, flor de sal e pimenta do reino com calda quente de caramelo
Creme brulée
Creme brulée

Além dos pratos acima, gostaria de sugerir dois pratos, que acho que de tão incríveis, acabei esquecendo de fotografar: os pintxos de polvo à galega, de petisco, que foi o polvo mais suculento que já comi na vida e deixou a vontade de transformar na minha refeição principal, repetindo várias vezes. De prato, a papada de porco ensopada e grelhada com mil folhas de mandioca. A carne é tão macia que dispensa faca para parti-la, ela desmancha! 

Bem, de qualquer maneira, não tem erro! Qualquer opção te deixará feliz!

Parabéns, Leonardo Paixão! Sua história e sua gastronomia são motivo de orgulho enorme para nós mineiros!

Esportes: Sobre a Espanha. Sobre o Xavi.

Eu não tenho expressado minhas opiniões sobre a Copa aqui no words of leisure.

É óbvio que, em termos dos jogos, ela está sensacional!

A eliminação precoce da Espanha gerou várias coisas na internet: análises, brincadeiras, textos.

Pra mim, o melhor de todos foi esse aqui, do Guilherme Palenzuela, sobre o grande Xavi.

Na minha opinião, um dos grandes dessa época. Que não ganhou o prêmio de Melhor do Mundo pelo acaso, chamado Messi.

A Espanha começou e acabou com Xavi. E nunca mais será a mesma

Muito, muito bom texto.

Xavi

Xavi é daqueles jogadores dos quais só se compreenderá o tamanho daqui a alguns anos. Aquela Hungria do Puskás. Aquela Holanda do Cruyff. Aquela Espanha do Xavi. É só 1,70m em campo. Pouca presença física, sem velocidade, agilidade, força, dribles desconcertantes, mas com uma capacidade de compreensão de jogo única e precisão técnica cirúrgica. E mesmo assim demorou para que ele tivesse os primeiros momentos de glória. A história de Xavi e do tiki-taka se misturam completamente. Xavi é o tiki-taka, e a Copa de 2014 denuncia que o tiki-taka é Xavi. Aquela história da equipe que se torna refém de um jogador…

Vale a leitura. Basta clicar na foto do moço.

Volto mais tarde | Ao som de Supergrass – Run |

Infográfico: A Etiqueta Para Comer Sushi

Eu já postei, aqui no words of leisure, um infográfico que mostra como usar o Hashi.

O de hoje, feito pelo Peter Arkle, ensina a etiqueta de como comer, e como não comer, um sushi. Muito legal.

Conclusão? A minha é parcial. Meu “pecado” está em molhar o sushi todo e, claro, fazer uma verdadeira sopa de wasabi com shoyo! Mesmo tendo amigo que já me falou mil vezes que é errado, não tem jeito: amo!

by Peter Arkle
by Peter Arkle

E vocês? Comem direito?

Volto mais tarde | Ao som de U2 – Angel of Harlem |

Música do Dia: Guns N’ Roses – Paradise City

E o tanto que a propaganda da Budweiser dá vontade de ouvir a original?

Guns N Roses - Paradise City

Rags to riches or so, they say
You gotta keep pushing for the fortune and fame
You know it’s, it’s all a gamble when it’s just a game
You treat it like a capital crime
Everybody’s doing their time

Volto mais tarde | Ao som de Guns N’ Roses – Paradise City |

Infográfico: A História do AirBnb

Esta não é a primeira e, certamente, não será a última vez que o Funders & Founders aparece no words of leisure.

Ainda mais que eles têm feito esses Infográficos com o histórico de startups (e afins) que são incríveis.

O do Instagram já esteve por aqui e agora é a vez do AirBnb. Aos que não conhecem, este é um serviço em que as pessoas anunciam suas casas (ou parte delas) para acomodação de turistas, principalmente.

Tenho amigos que já usaram e gostaram muito. Eu, particularmente, ainda não utilizei, então não posso falar.

O que sei é que a empresa hoje é cotada em 10 bilhões de doletas!

Vejam como chegou a esse ponto, abaixo:

AIRBNBinfo

Increíble!

Volto mais tarde | Ao som de Kasabian – Underdog  |

Fitness: O Desafio da Prancha

Vi neste board do Pinterest!

Desafio da Prancha para ser cumprido em 30 dias!

desafio prancha

Fiquei tentada, mas….5 minutos?!

Cacilda!

Alguém anima? Ainda mais em época de Copa do Mundo? Depois do jogo do Brasil?

Queria ver…

PS: Não é a primeira vez que esse exercício maravilhoso aparece no blog. Para ver os diversos benefícios dele, clique aqui.

Volto mais tarde | Ao som de No Doubt – Easy |

Infográfico: As Buscas Mais Estranhas Do Google

Gente do céu. A empresa australiana Search Factory fez uma apuração em cima das buscas que as pessoas fazem no Google.

O resultado está nesse Infográfico, que vi no Blue Bus.

infografico-buscas-google-bluebus

Alguns são muito engraçados, como “Por que me casei?” ou “Por que homens têm mamilos?”.

Mas outros são meio assustadores, né?

Volto mais tarde | Ao som de Norah Jones – I Wouldn’t Need You |