Coluna da Primogênita + Música do Dia: The Beatles Birthday Song

Hoje, reuni duas sessões do blog – Coluna da Primogênita + Música do Dia – para homenagear a Vivi, autora deste espaço tão bacana! É um prazer enorme ser sua leitora, quanto mais, sua irmã!

Até que vire meia noite, está valendo!

Cantemos!

Música do Dia: Blur – Country House

No dia da minha chegada ao mundo, a minha “banda do ano”.

Eu os vi ao vivo e isso fez de 2013, um dos melhores anos ever!

Blur-Country-House-54546

He’s got morning glory and life’s a different story
Everything’s going Jackanory
Touched with his own mortality
He’s reading Balzac, knocking back Prozac
It’s a helping hand that makes you feel wonderfully bland
Oh, it’s a century’s remedy
For the faint at heart
A new start
(Try the simple life)

Com a música que me apresentou a eles.

Volto mais tarde | Ao som de Blur – Country House |

Infográfico: O Mercado De Trabalho No Brasil, Em 2013

Semana do infográfico aqui no words of leisure. Que beleza!

Este, abaixo, eu vi no Pinterest da Martha Gabriel e como me lembrou o local que eu trabalhava antes do que estou hoje, não poderia deixar passar.

infomercadodetrabalho

55% não fala outro idioma, além do português?! Que horror. Se usar o argumento que ser bilíngue é sexy, será que isso muda?

Volto mais tarde | Ao som de The Cardigans – Hold Me |

Dica de SP: O Ainda Não Restaurante Do Jamie Oliver

Gente, e a confirmação, pelo próprio Jamie Oliver, de que abrirá um Jamie’s Italian em São Paulo?

Cobicei!

paladar
Do Instagram do Paladar

Cito:

Soa o gongo. Uma assessora interrompe: “Jamie, você tem que ir. Tem outros compromissos ainda esta noite”. Ele vira para mim: “Olha, eu realmente não tenho tempo. Não quero ser rude com você. Manda o que você quiser por e-mail, eu respondo”. Peço para fazer uma última pergunta. É sobre se ele vai mesmo abrir um restaurante no Brasil. “Sim. Quando? Não sei. Estamos procurando um bom lugar. Mas vamos abrir no Brasil, com certeza. Achamos um parceiro ótimo. Onde? Não posso dizer agora.” Arrisco: É em São Paulo? “Aham, é uma boa ideia. Aliás é uma ideia bem possível. Será São Paulo, será possivelmente dentro de um ano e meio. Mas não sei onde exatamente. É meu primeiro passo no Brasil, estou empolgado. Sinto que as energias vão rolar, vamos ver. Se for legal, quem sabe não me envolvo mais e desenvolvo outros projetos?”

Para ler a entrevista completa, clique na foto acima.

Volto mais tarde | Ao som de Regina Spektor – Braille |