Música: Planeta Terra – O Blur e a Busca Por Um Novo Propósito

Ao sair do Planeta Terra, meu melhor amigo sentenciou:

“Precisamos encontrar um novo sentido para a vida da Viviane. Agora que ela viu o Blur ao vivo, vai fazer o quê?”.

Exageros a parte, claro, a frase demonstra a importância do momento vivido no último sábado.

20131113-223218.jpg
Fonte: Planeta Terra

Não foram poucas as vezes que eu relatei a importância da banda na minha vida. Ela representa, juntamente com o Oasis, o momento em que meu gosto musical passou a ser pautado pelas minhas próprias escolhas e não mais por tanta influência dos meus pais ou da primogênita.

A partir do Blur, não somente conheci outras bandas maravilhosas, mas também pessoas, algumas que estavam comigo lá no Festival.

Não fui aos shows que fizeram por aqui em 1999 e o grande recesso dado por eles em 2005 (se não me engano) me fez ter a certeza, e a frustração, que jamais os veria ao vivo.

20131113-223919.jpg

Tudo isso somado explica a ansiedade que sentia antes do show começar e que me impediu, inclusive, de acabar de ver o show do Beck que acontecia no palco ao lado. Mas isso foi bom porque me permitiu encontrar os amigos que falei acima e poder passar por aqueles momentos que estavam por vir ao lado de pessoas que estavam tão felizes e empolgadas quanto eu.

Quando o Graham, Damon, Dave e Alex entraram no palco, na inércia eu fui com eles e o público ao cantar Girls & Boys e There’s No Other Way. Mas, foi quando Beetlebum começou e o Damon entoou “And When She Lets Me Slip Away….” que a ficha caiu: eu realmente estava vendo aquelas pessoas logo ali em frente. Aí o choro desceu. Fortemente.

20131113-224033.jpg

O que se viu ali foi uma banda que mostrou uma energia e vontade incrível, tocando o fino da música com a precisão e talento que sempre os marcaram. Mais velhinhos, gordinhos e sem dentes, mas ainda os meus queridos! E era muito bom olhar para eles sorrindo, felizes!
A plateia estava totalmente em sincronia, cantando todas as músicas (eu e meus amigos? Literalmente todas!).

20131113-225058.jpg

O setlist foi maravilhoso! Claro que, se dependesse de mim, eles tocariam todas as que compuseram na vida, então, não tinha como não sair com a sensação de que faltou alguma coisa (Chemical World!!!). Assim, não posso reclamar, apenas torcer para que eles voltem logo e toquem outras!


Com o Phill Daniels, que foi uma maravilhosa surpresa pra mim!

20131113-225256.jpg

Indubitavelmente, um dos melhores shows da minha vida.
Indubitavelmente, um dos momentos mais felizes da minha vida.
Muito obrigada, Planeta Terra, por realizar meu sonho.
Ao Blur, por tornar a realidade algo muito melhor e maior que meu sonho.

Post mais que dedicado ao Alexandre, Cristina, Regina, Persionlino e todos os queridos amigos que fiz por conta dessa maravilhosa banda.

Volto mais tarde | Ao som de Blur, simplesmente. |

Anúncios

10 comentários em “Música: Planeta Terra – O Blur e a Busca Por Um Novo Propósito

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s