Dica de Site: Motif

Há um tempo atrás, conheci o Motif, cujo uma das criadoras é irmã de uma das pessoas mais especiais que conheço nesse mundo. Mas não é por isso que o coloco como dica. É porque é muito bom, mesmo.

O site entrevista personalidades nacionais e internacionais tendo um maravilhoso tema como foco: música.

motif2

Uma das coisas que mais me impressionou nele, de cara, é a qualidade estética: é daquele tipo de site que dá muita vontade de navegar, de ver o que tem dentro.

São lindas as fotos.

Depois, claro, vem a conteúdo.

Muito legal ver a gama, a diversidade de pessoas ali entrevistadas.

Obviamente, fui direto naquelas de pessoas que eu gosto, como Ronaldo Fraga, Cris Guerra, Fernanda Takai. Mas li também daqueles que nem acompanho.

Dessa última, cito um pequeno trecho:

Que disco da sua coleção ganha destaque, um cantinho especial?
Tem um disco que chama The Warrior. Quando meu pai trabalhou na África do Sul, foi uma época em que quase toda a família se mudou pra lá. Ele praticamente pediu demissão, porque não aguentava ficar longe da família e minha mãe não queria ir. Eu tinha quatro anos, e meu irmão do meio tinha um. Aí a firma falou pra ele voltar, ele voltou e trouxe uma fita que era um espetáculo. Era na época do Apartheid, talvez em 1975. Era um musical com cantores zulus que contava a história de um casal separado, porque eles saem da tribo e vão morar na cidade. Tem esse questionamento todo, de você ter que abandonar suas raízes e buscar outra história. E é tão melodioso, tão harmonioso. Eu tenho até hoje. De vez em quando, eu copio pras pessoas, porque ninguém conhece, ninguém nunca ouviu falar. Só quem foi à África do Sul como turista ou trabalhou lá. Foi um musical que ficou em cartaz durante muitos anos. E a cantora original tem uma história triste: ela sofreu um derrame quando era muito nova, com menos de 40 anos, em pleno palco, e a vida artística dela praticamente acabou. Ela só sobreviveu porque o marido dela, que era baixista, se desdobrou pra sustentar a família. Ela passou os últimos anos em cadeira de rodas. É uma história de amor muito bonita! Como eu sou casada há praticamente 20 anos, eu me inspiro nesse tipo de coisa.

Meu único “porém” é que não tem como acompanhar as atualizações por RSS, mesmo tendo pelo Facebook, twitter, G+, Pinterest, Instagram e Newsletter. Mas não tem o meu amado RSS….

Ideia muito legal, site lindo e com excelente conteúdo. Um ótimo entretenimento.

Fica a dica.

Para acessar, basta clicar na figura acima.

Volto mais tarde | Ao som de The Corrs – No Frontiers 

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s