Música do Dia: The Carpenters – Superstar

A maioria dos meus amigos, das pessoas que eu conheço, prefere a versão do Sonic Youth.

Na minha opinião? No way, baby!*

Superstar

Que voz é essa, Karen Carpenter?!

Que coisa mais linda…

Long ago, and, oh, so far away
I fell in love with you before the second show.
Your guitar, it sounds so sweet and clear,
but you’re not really here.
It’s just the radio.

Don’t you remember you told me you love me baby?
You said you’d be coming back this way again baby.
Baby, baby, baby, baby, oh, baby.
I love you, I really do.

Loneliness is such a sad affair, and I can hardly wait
to be with you again.
What to say, to make you come again?
Come back to me again, and play your sad guitar.

*Adoro a do Sonic Youth. Mas não tanto quanto.

Volto mais tarde.

Ao som de The Carpenters – Superstar

Anúncios

Dica de App: Pocket

Há quatro meses, eu escrevi Dicas de Apps: Leitores de Notícias e mostrei quais são os aplicativos que me ajudam a me manter o mais atualizada possível.

Ao final, falei:

No próximo post: como fazer com esse excesso de informação? Afinal, um dia sem abrir o meu Newsify acarreta em mais de 2.000 links para abrir. #comofaz

Aqui está a resposta…

Pocket-Device-Lineup

O Pocket (que é o antigo Read it Later) está disponível para iPhone, iPad, Macs, Android, Blackberry, Windows Phone, além de extensões para browsers.

Isso significa que sempre que vejo um link interessante, uma reportagem, um texto, um post, mas não tenho como ler naquele exato momento, eu simplesmente salvo no Pocket para ler depois.

De várias formas possíveis: copio e colo quando o link é do Facebook no telefone; clico “read it later” no twitter (já configurado com o Pocket); clico “add to pocket”  no Google Chrome, entre outros.

Internamente, ele é lindo, lindo.

Pocket app was Read it Later

Super fácil de manusear, belo e, hoje….indispensável para a minha pessoa.

(Eu já cheguei a usar o Instapaper – que tem a mesma função – e escrevi no blog sobre ele, mas troquei desde que conheci o Pocket)

O problema é deixar acumular, né?

No exato momento tenho 257 textos para ler…e mesmo lendo, a lista só aumenta!

Como ele existe para muitas plataformas, aqui está o link geral para download.

Espero que gostem.

Volto mais tarde | Ao som de The Carpenters – Superstar |

 

Hoje…Algum Tempo Atrás: 30 Anos Sem Karen Carpenter

Hoje, eu estava ouvindo The Carpenters e me perguntei: “Quanto tempo tem que a Karen Carpenter morreu?”

Wikipedia, claro, tirou a minha dúvida: 4 de fevereiro de 1983! 30 anos! O que me mostrou que deixei passar esse triste dia aqui no words of leisure.

Mas nunca é tarde para honrar essa cantora maravilhosa que faleceu pouco antes do meu nascimento.

E um pouco mais velha que a minha idade, hoje. Ela tinha 32.

Isso me deixou um pouco impressionada.

Karen+Carpenter+Karen+2

Eu adoro Carpenters (influência de mamãe).

Karen tinha uma voz lindíssima, uma das mais bonitas ever! Linda, linda….

Sem contar que tocava bateria e cantava? Ao mesmo tempo! Muito mito!

Abaixo, documentário da BBC sobre a moça. Uma história de vida que a levou a uma morte por uma das doenças mais tristes que existe, a anorexia.

Sem legendas.

Que conta com a presença de uma das minhas bateristas favoritas na vida: Caroline Corr, logo no início.

Vale a pena ver.

Antes tarde do que nunca, minha homenagem a essa bela mulher.

Abaixo, uma das minhas músicas favoritas, Only Yesterday. De chorar de tão linda.

Post em homenagem a mamãe, que me ensinou a gostar dessa dupla…

Volto mais tarde.

Ao som de The Carpenters – Only Yesterday