Na Minha Estante: Muriel Barbery, “A Elegância do Ouriço”

A Elegância do Ouriço chegou a minha casa como um presente dado a minha genitora. Aí, Primogênita também leu e adorou.

Assim, acabou nas minhas mãos.

Sugiro, honestamente, que logo esteja na de vocês.

Arquivo pessoal
Arquivo pessoal

O livro de Muriel Barbery é de uma delicadeza maravilhosa.

De acordo com a Companhia das Letras:

À primeira vista, não se nota grande movimento no número 7 da Rue de Grenelle: o endereço é chique, e os moradores são gente rica e tradicional. Para ingressar no prédio e poder conhecer seus personagens, com suas manias e segredos, será preciso infiltrar um agente ou uma agente ou – por que não? – duas agentes. É justamente o que faz Muriel Barbery em A elegância do ouriço, seu segundo romance.

Em outro momento:

As vozes da garota e da zeladora, primeiro paralelas, depois entrelaçadas, vão desenhando uma espiral em que se misturam argumentos filosóficos, instantes de revelação estética, birras de classe e maldades adolescentes, poemas orientais e filmes blockbuster. As duas filósofas, Renée e Paloma, estão inteiramente entregues a esse ímpeto satírico e devastador, quando chega de mudança o bem-humorado Kakuro Ozu, senhor japonês com nome de cineasta que, sem alarde, saberá salvá-las tanto da mediocridade geral como dos próprios espinhos.

Um história de amizades improváveis, fala sobre arte, literatura e cinema com uma inteligência adorável e um humor ácido maravilhoso, que super recomendo a todos vocês.

Entrou tranquilamente na minha lista de favoritos!

Ótimo, ótimo, ótimo!

Volto mais tarde | Ao som de Pato Fu – Me Explica |

Anúncios

4 comentários em “Na Minha Estante: Muriel Barbery, “A Elegância do Ouriço”

  1. Comprei esse livro há pouquíssimo tempo, mas minha vontade de lê-lo existe há bem mais de um ano. Li resenhas muito boas dele e penso que vou mesmo amar essa leitura. Gosto de livros que falem de arte, de outros livros e cinema também, e saber que vou encontrar esses assuntos nele me deixam com ainda mais vontade de ler. Você usou uma palavra que sempre vejo quando falam deste livro: “delicadeza”. Deve mesmo ser um livro memorável. Quanto ao humor ácido, adoro – uma das coisas que mais curto na literatura francófona contemporânea.

    Beijinhos,
    Livro Lab

    Curtido por 1 pessoa

    1. Aline, acho que você vai gostar muito! Tenho devorado o seu blog que descobri recentemente! E muitas das suas dicas coincidem com o meu gosto! Também morei na França por um tempo e me apaixonei pela cultura francesa e tenho, cada vez mais, vontade de me aprofundar na literatura de lá. Vi você indicando livros do Patrick Modiano e já salvei no meu Goodreads, para ler em breve! Primogênita (Isabela, colaboradora do wordsofleisure)

      Curtido por 1 pessoa

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s