Música do Dia: Blur – Sunday Sunday

Pela comemoração do aniversariante, lindão, do dia!

blur sunday sunday

Sunday sunday here again in tidy attire
You read the colour supplement, the tv guide
Than You dream of protein on a plate, regret you left it quite so late
Together the family around the table to eat enough to sleep
And mother’s pride is you epithet, that extra slice you will soon
Regret
So going out is your best bet, then bingo yourself to sleep
Oh the sunday sleep

Volto mais tarde | Ao som de Blur – Sunday Sunday |

Anúncios

Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 20 Anos do Modern Life is Rubbish

Semana passada, eu escrevi sobre os 10 anos do Think Tank, último álbum de estúdio do Blur.

Lá, falei:

Eu acho que é belíssimo, mesmo não estando entre os meus favoritos.

Não é o caso do Modern Life is Rubbish.

Blur-Modern-Life-Is-Rubbish-Del-1993-Delantera

Continuar lendo “Hoje…Algum Tempo Atrás: Os 20 Anos do Modern Life is Rubbish”

Cinema: A Melhor Frase Do “As Horas”

Poucos filmes mexeram tanto comigo quanto o “As Horas”.

Pelo texto, pela atuação das atrizes, por tudo.

Essa foto abaixo mostra a frase dita pela Nicole Kidman (Como Virginia Woolf), que me levou aos prantos na primeira vez que vi e me emocionou bem em todas as outras.

Sim, ao mesmo tempo que eu sou péssima para ver 99% dos filmes por aí, vejo 997.723.664 vezes os que eu amo.

thehours

“Não se encontra a paz evitando a vida, Leonard”.

Putz, perfeito.

Volto mais tarde | Ao som de Marisa Monte – Comida |

Dica de Leitura: Lucas Mendes, “Roupas e Operários Descartáveis”

Muito interessante a coluna do Lucas Mendes para BBC Brasil, “Roupas e operários descartáveis

lucas mendesbbc

Inspirada, obviamente, no revoltante, absurdo, repugnante acidente em Bangladesh, com os seus mais de 1.000 mortos.

Sobre a indústria da moda nos Estados Unidos.

E com um resultado de uma pesquisa que choca, ao final do texto.

Vale a leitura.

Nova York já foi uma das maiores produtoras de roupas nos Estados Unidos e cenário de um dos incêndios mais trágicos do país, o da fábrica Triangle Waist, em 1911.

Morreram 147 pessoas, quase todas mulheres que saltaram do oitavo e nono andares porque todas as portas estavam trancadas.

Os dois donos escaparam por uma das poucas portas abertas, foram processados por homicídio e absolvidos.

As decisões no tribunal foram pífias e devastadoras para as famílias, mas tiveram um impacto revolucionário nas leis trabalhistas.

O link está lá em cima, no início do meu post.

Volto mais tarde | Ao som de The Cardigans – Slowdown Town |