Música do Dia: Blur – For Tomorrow

Sério, a vontade que eu tenho de apertar esses 4 seres humanos é gigantesca!

Blur - For Tomorrow

He’s a twentieth century boy, with his hands on the rails
Trytng not to be sick again and holding on for tomorrow
London ice cracks on a seamless line, he’s hanging on for dear
Life
So we hold each other tightly and hold on for tomorrow.

[chorus]
Singing la la la la la
Holding on for tomorrow

Volto mais tarde | Ao som de Blur – For Tomorrow|

Esportes: Sobre a Superliga de Vôlei, Parte II

Em novembro do ano passado, eu escrevi sobre o início da Superliga de Vôlei.

superliga

Lá, questionei o ranking dos times. Anos atrás, ele foi incrivelmente útil para evitar que supertimes fossem criados.

Não é mais. Basta ver o time feminino de Osasco, que é praticamente a seleção brasileira. E não deu outra né? Lá está o time, mais uma vez na final.

A mesma dos últimos nove anos: Osasco e  Rio.

Um saco isso.

Vôlei é meu esporte favorito, mas mais uma vez não assistirei o jogo.

Desde o início dava pra saber que o meu Minas não teria condições de chegar na final, então torci demais por todos os outros além desses. Mas não deu….

Só que, finalmente, os jogadores e técnicos estão questionando a CBV e pedindo reformulação do ranking. Aleluia!

Do jeito que está, perde-se torcedores (eu, por exemplo) e investimentos.

Zé Roberto critica ranking da CBV e aponta favorecimento ao Sollys

Clubes pressionam CBV contra Osasco; jogadores exigem transparência em novo ranking

Reclamação de Zé Roberto Guimarães não é #mimimi 

É o que disse o Guilherme Coreixas:

“Por incrível que pareça, essa hegemonia tem pontos negativos:

– Inibe outras empresas de fazer altos investimentos
– Dificulta a criação e manutenção de equipes pequenas e médias
– Monopoliza e não expande o vôlei para todo o Brasil
– Não é muito simpático para novos torcedores (muita gente, quando ouve que Rio de Janeiro e Osasco vão decidir a Superliga faz uma cara “de novo?”)”

Para que a Superliga feminina volte a ser legal….

Pessoalmente, como foi em 2001/2002, com o Minas campeão! Eu estava lá no Mineirinho, com mais de 23,000 pessoas e foi incrivelmente sensacional!!

Jogão! E o tanto que a Priv jogava, hein? Sensacional!

Volto mais tarde.

Ao som de Metallica – Nothing Else Matters