Música do Dia: New Alphabet

Música do Eels, para os que não conhecem.

Do “Wonderful, Glorious”.

Volto mais tarde.

Ao som de Eels – New Alphabet

Anúncios

No Meu iPod: Eels, “Wonderful, Glorious”

Eels é uma banda que eu descobri devido as minhas séries de tv, queridas, como Parenthood, que já colocou o pessoal em sua trilha sonora.

Aí, quando vi que o Tenho Mais Discos Que Amigos listou o Wonderful, Glorious como um dos discos que deveria ter ouvido em fevereiro, decidi correr atrás e conhecer um álbum da banda.

eels-wonderful-glorious

E que bom que o fiz.

Continuar lendo “No Meu iPod: Eels, “Wonderful, Glorious””

Literatura: 10 Lugares No Mundo Para Você Que Adora Livros

Como falei ontem, um dos melhores retornos que eu tenho no blog é quando amigos me enviam textos, links para ver.

Tipo o 10 lugares no mundo para você que adora livros enviado pelo Aos quatro ventos.

Sério, são 10 lugares que eu poderia viver dentro, tranquilamente.

yale

“Em Yale, nos Estados Unidos, a livraria Beineck Rare Book & Manuscript Library está entre as mais belas do mundo. Não é para menos, o local tem cinco andares de prateleiras com milhares de obras da literatura americana e internacional.”

buenosaires

“A livraria Ateneo, em Buenos Aires. Um antigo teatro foi transformado em livraria, uma das mais belas do mundo.”

paris

“Em Paris, a biblioteca pública está entre os lugares mais bonitos e aconchegantes para ler um livro.”

Para ver os outros locais incríveis, basta clicar no link lá em cima.

Volto mais tarde.

Ao som de Julie Delpy – Ready To Go

Esportes: A Batalha de Hilma

Li a reportagem A batalha de Hilma, na Istoé, e fiquei impressionada ao ver que a jogadora de vôlei, pela qual eu já torci muito, está envolvida em uma questão tipo Sean Goldman.

hilma

Fiquei intrigada por dois motivos:

  • Sou muito fã daquela geração de 96 que pode não ser campeã olímpica, mas é certamente a melhor da história.
  • Diz respeito ao Direito Internacional, né?

Que coisa…

Detalhe: ela não envelhece, né? Não mudou nada!

Volto mais tarde.

Ao som de Garbage – When I Grow Up