Café & TV: Filme, “As Sessões”

Quando eu escrevi sobre Quando me Apaixono, deixei claro o tanto que gosto da Helen Hunt, a eterna Jamie Buchman de Mad About You.

Foi com o mesmo espírito que fui assistir As Sessões, no qual sua atuação a levou a concorrer ao Oscar de Melhor Atriz.

As-Sessões-poster-nacional

E, mais uma vez, a moça não me decepcionou.

As Sessões é belíssimo, principalmente quando penso que é baseado em uma história real.

Não somente a Sra. Hunt, mas o William H. Macy está ótimo. E o que dizer do John Hawkes, no papel do poeta Mark O’Brien? Incrível.

O filme me causou uma certa estranheza, do tipo: “isso está mesmo acontecendo?”.

E não me refiro, de forma alguma, a nudez da Helen, que é de uma naturalidade impressionante. Virei mais fã dela.

Maravilhoso filme, de uma sensibilidade tocante. Adorei.

A review do Adoro Cinema disse:

“Qual é a importância do sexo para a formação de uma pessoa? Esta questão é a aflição maior de Mark O’Brien, poeta e escritor que desde a infância está preso a um imenso aparelho, apelidado de “pulmão de aço”, devido à poliomielite. Sem poder mexer os músculos do corpo, com exceção da cabeça, ele leva uma vida repleta de limitações, entre elas a de sair de sua própria casa – seus pulmões aguentariam trabalhar sozinhos apenas por cerca de três horas. Mark leva a vida com um certo humor irônico, sem reclamar de sua situação. Entretanto, por jamais ter tido uma experiência sexual, ele se sente incompleto. É a partir deste ponto que o diretor Ben Lewin desenvolve uma história delicada, não apenas pelo modo como é desenvolvida mas também por abordar questões que, ainda hoje, são consideradas tabus.”

Abaixo, o trailer:

Volto mais tarde | Ao som de The Beatles – Tomorrow Never Knows |

8 comentários em “Café & TV: Filme, “As Sessões”

  1. Por coincidência, tô lendo um livro que se chama “Pulmão de Aço”, escrito por uma mulher que teve pólio na infância e vive há mais de 30 anos do HC de SP. Ela conta a história dela e das outras crianças. Hoje só ela e o Paulo estão vivos e ainda moram lá….Triste mas vale a pena! Recomendo. Ela se chama Eliana Zagui.

    Curtido por 1 pessoa

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.