Esportes: Até Que Ponto Vale a Pena?

Dois dias atrás, o texto do Fabiano Maisonnave rodou a internet: “Chineses questionam sua “máquina de medalhas”

Imagens como essa abaixo levam ao óbvio questionamento: até que ponto vale a luta por medalhas?

Fonte: Folha de São Paulo

Minutos após receber a medalha do ouro olímpico, o pai da atleta de salto sincronizado Wu Minxia lhe contou que sua mãe está com câncer de mama e que seus avós maternos haviam morrido há mais de um ano. “Aceitamos há muito tempo que ela não nos pertence”, justificou o pai. “Nem sequer ouso pensar em coisas como desfrutar a felicidade familiar.”

Com a medalha de prata no peito, o levantador de peso Wu Jingbiao disse, desconsolado, a um repórter: “Eu desonrei o meu país, eu desonrei o time nacional de levantamento de peso, eu desonrei todos os que se importam comigo”.

Concordo com o Rodrigo Constantino, no Facebook:

Quais os limites éticos para a vitória? Ela compensa sempre, custe o que custar? O CAMINHO percorrido até o sucesso é ao menos tão importante quanto ele. Os fins nobres não devem justificar os meios torpes. Infelizmente, muitos esportes (e negócios) estão deixando de ser um desafio para a superação individual ou de grupo e se tornando algo completamente diferente. Precisamos refletir sobre isso…

Sim, vale a reflexão.

Volto mais tarde | Ao som de The Charlatans – Patrol |

Anúncios

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s