Música do Dia: The Corrs – Closer

Uma das minhas músicas favoritas do The Corrs!

The Corrs

Belíssima!

Ps: Adoro ver a Sharon, #eternamentefavorita, no teclado!

Where are you going?
And what are you thinking at all?
Your eyes show nothing more
than a dazed oblivion
What does it mean?

Volto mais tarde | Ao som de The Corrs – Closer |

Esportes: Os 40 Anos de Rubens Barrichello

Excelente texto do Flavio Gomes sobre os 40 anos do Barrichello.

Cito:

“A equação para entender a fama de “frouxo” e perdedor que Barrichello tem junto à maior parte dos torcedores brasileiros, que não entendem picas de nada, é simples: a TV oficial trata o esporte como palco para brasileiros vencerem (nunca vou entender essa lógica cretina), vende os atletas como potenciais vencedores, promete que eles vão vencer, cria uma expectativa falsa, os torcedores acreditam e acordam cedo para vê-los vencendo, eles não vencem, o torcedor fica puto e transfere sua raiva para os atletas, porque se eles não atenderam às suas expectativas, é porque são uns derrotados de merda.

É assim, e é uma pena, porque é graças a essa visão distorcida do esporte — e não nos enganemos, a imensa maioria das pessoas absorve a visão que um veículo de massa como a Globo propaga — que tantos atletas têm suas carreiras avaliadas de forma equivocada, por conta dessas falsas esperanças vendidas no atacado.”

As Olimpíadas de Londres estão chegando e lá vem esse mesmo papo de novo?

Afinal, quem não se lembra da Daiane “Ouro” dos Santos?

Já falei 500.000 vezes: tirando o futebol masculino, todo atleta que vai a Olimpíada tinha que ganhar uma placa, pelo menos, de agradecimento. A falta de apoio é horrorosa e a cobrança, quando tem algum resultado bom, é cretina.

Para ler o texto completo, clique aqui.

Volto mais tarde | Ao som de A Camp – Frequent Flyer |

Música: Google Doodle e os Sintetizadores

Já viram que delícia o Doodle de hoje, na página do Google?

Fonte: Google

Feito em homenagem a Robert Arthur “Bob” Moog, inventor dos sintetizadores, é possível brincar com o teclado, gravar a “música composta” (no meu caso, as aspas são extremamente necessárias) e compartilhar no Google+.
Sem dúvidas, um dos melhores Doodles da história.

Para saber mais sobre Moog, clique aqui para ler a reportagem feita pela Revista Exame.

Para se divertir. basta entrar na página no Google. Ele ficará disponível até 0:00 hrs. Depois, irá para a página de arquivo de Doodles.

Volto mais tarde.

Ao som de The Wallflowers – I’m Looking Through You