No iPod: O Lento Retorno do Blur

Tudo começou domingo a noite, pra mim, e desde então meu coração vem se enchendo de alegria.

Twitter oficial da banda anuncia que tocará na celebração de encerramento dos Jogos Olímpicos.

Sim, o Blur causa esse tipo de emoção em mim….

Continuar lendo “No iPod: O Lento Retorno do Blur”

Carnaval: Escola de Hoje….Estação Primeira das Emoções Baratas

Sigo eu na minha folia desgovernada. Liderada pela Estação Primeira das Emoções Baratas.

Eu que fiz, no Instant 110

Mestre-sala: Big Brother & the Holding Company.

Porta bandeira: Janis Joplin.

Volto mais tarde | Ao som de The National – Brainy |

Carnaval: Escola de Hoje….Unidos do Sargento Pimenta

Deixo aqui meus sinceros votos de um ótimo Carnaval a todos.

Eu aproveitarei muito, com certeza! Afinal, qual é a Escola de hoje?

Foto by me. Instagram, filtro X-Pro II

Unidos do Sargento Pimenta!

Volto mais tarde | Ao som de The Beatles – Good Morning, Good Morning |

Filmes: Os 10 Mais Românticos Para os Geeks

Saiu no Blog Funk’s House of Geekery: a lista dos 10 filmes mais românticos para geeks assistirem!

Apesar de adorar cinema, sou muito ruim pra isso e assisto muito pouco…

Mas por essa lista, nem estou tão mal como imaginava…

10. L.A. Story (ou “Viver e Amar em Los Angeles”) – .. vi não…

9. Juno – amo!

8. Little Shop of Horrors (ou A Pequena Loja dos Horrores) .. vi não…

7. Scott Pilgrim vs. the World (ou Scott Pilgrim Contra o Mundo) .. vi não…

6. Crazy, Stupid, Love. (ou Amor a Toda Prova) .. vi não…

5. Nick and Norah’s Infinite Playlist (ou Nick e Norah – Uma noite de Amor e Música) .. vi não…

4. WALL-E .. vi não…

3. Eternal Sunshine of the Spotless Mind (ou Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças).. amo!

2. Edward Scissorhands (ou Edward Mãos-de-Tesoura).. amo!

1.The Princess Bride (ou A Princesa Prometida) .. vi não…

Qualquer lista em que o meu desempenho é de 30% tá bom demais.

Sim, esse é o meu nível.

Para ver traillers, fotos e descrições dos motivos pelos quais esses filmes entraram na lista do blog, clique aqui. Mas está em inglês!

Volto mais tarde | Ao som de R.E.M. – All the way to Reno |

Música: Morrissey e Joe Cocker

Dois monstros do Rock tocarão em BH em março. Morrissey e Joe Cocker!

E como uma boa* belo-horizontina fã do estilo musical, preocupo-me profundamente com o quão cheio estará o Chevrolet Hall. Como a publicidade, como sempre, está fraca, vira e mexe postarei algo aqui. Pelo menos a minha consciência ficará tranquila.

Foto by me. Feita no Pixlromatic :-)

 

Por exemplo, o que é esse cover feito pelo Joe Cocker, de Maybe I’m Amazed, do Paul McCartney?

Já que não vi no show do original, tem que tocar nesse!

Volto mais tarde | Ao som de Joe Cocker – Maybe I’m Amazed |

* WTF!

Música do Dia: Oasis – Round Are Way

Mad fer it!

Mad fer it!

Oasis - Round Are Way

Round are way the birds are singing
Round are way the sun shines bright
Round are way the birds are minging
Round are way it’s alright
Round are way the birds sing for you
Cos the already know yer
They already know yer

Volto mais tarde | Ao som de Oasis – Round Are Way |

Vídeo do Dia: O Troco

Nossa mãe, passei mal de rir com esse curta metragem! Muito bom!

O Troco! Assistam!

Falam que não é o sonho de quase todos nós? Menos das empresas que treinam muito mal seus operadores de telemarketing, né? Parabéns aos autores e atores!

Volto mais tarde.

Ao som de Madonna – Secret.

Música: Grammy 2012, Errata

Ontem, cometi um erro estrondoso.

Eu me esqueci, totalmente, de colocar a reunião do Beach Boys entre os pontos altos do Grammy 2012. Que lástima. Mas cá estou para reparar esse terrível erro!

Ps: Se alguém souber de algum vídeo com melhor qualidade, me dê um toque, por favor!

Volto mais tarde.

Ao som de El cuarteto de nos – Malherido

R.I.P.: Whitney Houston, Parte 2

Durante a minha infância e adolescência eu estudei inglês no ICBEU e fiz parte do coral de lá.

(Sim, é legítimo pensar que eu não aprendi a cantar).

Justamente por ser o Instituto Cultural Brasil e Estados Unidos, antes das apresentações nós cantávamos os hinos dos dois países. Talvez por saber a letra e como deve ser cantado, fico ainda mais assombrada quando vejo a apresentação da Whitney Houston no Superbowl de 1991.

Alguns anos atrás, quando já estava afundada no vício, um jornalista americano (não lembro qual) escreveu que a ela deveria ser presa por atentar contra um patrimônio nacional: sua voz.

Exageros à parte, o mundo perdeu uma que era anormal. Fato.

Triste.

Volto mais tarde | Ao som de Whtiney Houston – I Have Nothing  |