Música do Dia: Amy Winehouse – Fuck Me Pumps

Para “comemorar” a minha primeira compra na iTunes Store brasileira, eu coloco aqui o vídeo da minha música favorita da Amy Winehouse: Fuck me Pumps, do primeiro disco, o maravilhoso Frank.

Btw: a primeira compra foi o Lioness: Hidden Treasures. Impressões? Depois, né! Afinal,  o download nem acabou.

Amy-Winehouse-Pumps-single-cover

When you walk in the bar
And you dressed like a star
Rockin’ your F me pumps

And the men notice you
With your Gucci bag crew
Can’t tell who he’s lookin’ to

Volto mais tarde | Ao som de Amy Winehouse – Fuck Me Pumps |

No Meu iPod: Feist, “Metals”

Adoro, adoro, adoro quando um artista sai de sua zona de conforto e tenta algo diferente.

Feist fez isso… e muito bem.

Feist Metals

Leslie Feist não foi uma artista que me conquistou de cara. Passei a ouvir por causa da primogênita mas por muito tempo tive poucas músicas no meu computador.

Até que, certo dia, Inside and Out tocou e eu ouvi umas 500 vezes seguidas. Sem nenhum motivo aparente, afinal já a tinha escutado várias vezes. Simplesmente, bateu. Desde então, a moça entrou na lista das minhas cantoras favoritas, com todos os discos no meu iTunes.

Feist me dá vontade de mexer o corpo, afinal, não posso falar que o que eu faço é dançar. Só que isso mudou com o Metals.

A sensação que me dá é que o disco é menos feliz que os anteriores, mas belíssimo. Ela poderia manter o que sempre fez e, certamente, teríamos um excelente trabalho. Mas mudou. E eu sempre acho que isso, o risco, é algo digno de aplauso. Ainda mais quando o resultado é tão bom assim.

The bad in each other é linda e, no momento, leva o título de música favorita. Mas isso sempre muda, como insisto em escrever em todas as minhas “Opiniões” sobre os discos que escuto.

A voz dessa Ex-Broken Social Scene (essa ainda não “bateu” em mim) está mais bonita do que nunca.

Se vier ao Brasil eu vou fácil. Quem me acompanha? Primogênita e quem mais?

Abaixo, The bad in each other, ao vivo no Programa do Jools Holland.

Volto mais tarde | Ao som de Feist – It’s Cool to Love Your Family |

Dicas de NYC: Nova Iorque em Time-Lapse

Não sabe o que é time-lapse? De acordo com o Wikipedia: “Fotografia Time-lapse é um processo cinematográfico em que cada fotograma ou quadro (frame) de filme é tomado a uma velocidade muito mais lenta do que aquela em que o filme será reproduzido. Quando visto a uma velocidade normal, o tempo parece correr mais depressa e assim parece saltar (lapsing). A fotografia Time-lapse pode ser considerada a técnica oposta à fotografia de alta-velocidade. Alterações que normalmente surgem como sutis aos nossos olhos, como o movimento do Sol e das estrelas no céu, tornam-se evidentes. O Time-lapse é a versão extrema de uma técnica cinematográfica de manipulação lenta e pode ser por vezes confundida com animação de paragem de movimento (stop motion).”

Assim sendo, vejam esse de Nova Iorque, feito por Will Boisture. Muito legal.

Volto mais tarde.

Ao som de Temper Trap – Sweet Disposition.