No Meu iPod: Andrea Corr, “Lifelines”.

Já ouvi o novo disco da carreira solo da Andrea Corr algumas vezes, e ainda não sei dizer exatamente o que acho dele.

Para começar, acho que nunca me dispus a ouvir um álbum com tanta má vontade quanto esse. Isso porque já tem um bocado de tempo que eu estou esperando um novo do The Corrs, e quando a irmã mais velha da Andrea, a Sharon, parecia ter acabado de promover o solo dela (o Dream of You), eu realmente pensei que a hora havia chegado.

andrea-corr-lifelines-cover
Capa do Lifelines

Mas não é que a Andrea aparece no Facebook e twitter anunciando um segundo disco solo, o “Lifelines”, o sucessor do “Ten Feet High”! Eu fiquei decepcionada, ainda mais depois de ouvir a primeira música divulgada, “No 9 dream”, cover do John Lennon. Inicialmente, eu não gostei nenhum pouco. Mas nem um pouco mesmo.

Depois, a pequena Corr foi divulgando mais algumas músicas e a minha intolerância parecia só aumentar. E isso é algo surpreendente, visto que eu tenho uma boa vontade acima do normal com os irmãos Corrs, viu?*

Bom, finalmente, ouvi o disco inteiro. E várias vezes. E não é que o resultado final me agradou mais do que eu imaginava??

“Lifelines” é um disco de interpretações que a Andrea fez para músicas que tiveram um grande impacto na vida dela. No youtube, ela fez vídeos nos quais explica as escolhas feitas.

Eu devo ser honesta e afirmo que não conhecia uma boa parte. E acho que isso pode ser um ponto positivo na opinião que eu formei em torno do álbum, porque ouvi como se fossem originais.

Não sei, mas acho que foi feita uma boa escolha na ordem das músicas. O disco me parece ir em uma ascendente que ficou bem melhor do que ouvi-las de forma picada, como foi no início.

Neste exato momento, as que eu mais gosto são: “Pale Blue Eyes”, “Blue Bayou”, “Tinseltown in the rain”, “Some things last a long time” e “The Crystal Ship”. Mas isso sempre muda.

E por que será que não consigo fazer uma avaliação positiva, do tipo “pensei que não ia gostar, mas gostei e recomendo”? Honestamente: porque eu não sei se recomendo.

Abaixo, coloco o vídeo de “Tinseltown in the rain”. E logo depois o de “Only When I Sleep”, que é uma das minhas favoritas. Isso porque eu sou convicta ao achar que o sofá fica bem melhor com a família inteira!

Assim, continuo na longa, porém ainda esperançosa, espera pela reunião dos irmãos.

*Ainda escreverei um texto sobre o The Corrs, que sem dúvida é a banda que teve maior impacto na minha vida. Aí, ficará claro a minha incrível tolerância com os quatro, mesmo quando fazem coisas que eu não gosto tanto. Apesar que, nos últimos tempos, o Jim tem torrado a minha paciência….

ATUALIZADO:

Acabei de ouvir “You’ve Got a Friend”, faixa bônus do álbum e, ao contrário do que foi com o resto do disco, esta eu gostei de cara. Ficou muito boa a versão que a Andrea fez para a música da Carole King.

Volto mais tarde | Ao som de Andrea Corr – Hello Boys (esta é do primeiro disco) |

8 comentários em “No Meu iPod: Andrea Corr, “Lifelines”.

  1. Olá P. Florindo, tudo bom?

    Muito obrigada pelo seu comentário aqui. Vou dar uma olhada no seu comentário sim.

    Mas tenho que discordar das frases “Acho que talvez você não tenha gostado tanto desse CD porque ele é diferente de qualquer um outro dos Corrs e também diferente de “TFH”. Vai ver você prefira mais o som pop da banda.”

    O meu problema com o album dela, inicialmente, foi a minha grande má vontade para ouvi-lo. Assumi isso sem problemas rs.
    Mas como eu comentei, à medida que fui ouvindo, fui gostando mais dele. Hoje, inclusive, gosto muito mais do que gostava no momento em que escrevi o texto. Ele foi me conquistando aos poucos.

    Tampouco é uma questão de gostar mais do som pop da banda, afinal, as músicas que eu mais gosto são as menos pop e mais folk.

    Então, eu simplesmente deixei a minha má vontade falar mais alto. Hoje, dei o braço a torcer. Com todo prazer.

    Na minha opinião, ela tem todo o direito de fazer um trabalho diferente, na sua carreira solo, do que fazia no Corrs. Afinal, se for pra fazer a mesma coisa, que faça com a banda hehehe.

    Se for pra cada um seguir o seu caminho, tudo bem. Mas eu realmente gostaria de ver a banda tocando junto, de novo.

    Att

    Curtir

  2. Olá!

    Também sou fã da banda e fiz uma crítica ao novo CD da Andrea (link no final do comentário caso você queira conferir). Ao contrário de você, gostei do CD logo de cara e, na minha opinião, é bem melhor que “Ten Feet High”, que já era bom.

    Acho que talvez você não tenha gostado tanto desse CD porque ele é diferente de qualquer um outro dos Corrs e também diferente de “TFH”. Vai ver você prefira mais o som pop da banda. Gosto do pop, mas prefiro o folk (como em “Home” que, pra mim, é o melhor álbum dos cinco e um dos que eu mais gosto de modo geral). “Lifelines” é mais alternativo e tem canções que passam pelas décadas de 60, 70 e 80 (pude perceber isso durante o levantamento das informações de cada faixa do novo CD). Além de que o som da Andrea difere da banda dela e dos irmãos, onde quase não se ouve violinos ou tinwistles, que eram a grande marca dos Corrs juntamente com o piano e o coral feminino.

    E também estou torcendo para que daqui há alguns meses eles anunciem por aí que a banda está voltando e que o 6º CD do The Corrs está para ser lançado.

    Link do meu texto: http://cbistepo.blogspot.com/2011/06/critica-lifelines-novo-album-de-andrea.html

    Curtir

  3. Olha, até o unplugged, posso dizer q o the corrs era uma das bandas top 3, sendo, em alguns momentos a melhora, mas, qdo eles resolveram virar mais uma banda pop, perdi grande parte do tesão pela banda, não quero dizer q não gosto mais da banda ou q fiquei indiferente ao som deles, nada disso, ainda curto mto, mas deu uma bela muxada. E nessas mudanças q ocorreram na minha vida ao longo desses últimos 6-7 anos, acabei me distanciando um pouco meio q inconscientemente, tanto q conheço mto pouco do primeiro álbum da andrea, entretanto, ultimamente venho tentando retomar um pouco de alguns velhos hábitos. Espero realmente q um dia eles se reúnam novamente para lembrarmos dos clássicos e tb para novos projetos. Vou ver se consigo ouvir as músicas da andrea e da sharon e quem sabe não me surpreendo.. hehehe

    Curtir

    1. Pois é Stef,

      Até o Unplugged o Corrs também estava no meu top 3. Todos os trabalhos seguintes têm músicas que eu gosto, mas sei lá, caiu né? Caiu bastante.

      O primeiro disco solo da Andrea eu gosto bem pouco. Esse eu já fui mais simpática.
      Já o da Sharon eu gosto mais, apesar de achar que a voz dela funciona mais para “segunda voz” e não como principal.

      O que é mais um ponto favorável para o retorno da banda hehehe

      Curtir

      1. Pois é, tb acho q a voz da sharon funciona bem como segunda voz, mas ainda não ouvi o álbum dela, então vou procurar ouví-lo para tirar maiores conclusões.

        Curtir

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.