Música do Dia: KT Tunstall – Suddenly I See

Ainda embalada pelo post de ontem, sobre o livro da Patti Smith, coloco como “Música do dia” aquela que eu mencionei que foi inspirada nela. “Suddenly I see” da KT Tunstall.

KT Tunstall – Suddenly I See

De acordo com a cantora, a histórica capa do álbum Horses, de 1975, além da admiração pela força e conquistas da Patti Smith, a inspiraram a descobrir o que ela queria fazer com a sua vida.

Capa do “Horses”. Patti Smith fotografada por Robert Mapplethorpe.

Foi bem curioso, pra mim, ficar sabendo dessa história. Antes, eu achava “Suddenly I see” uma música legal. Mas, ao ouvi-la pensando na Patti Smith, a dimensão mudou.

Por exemplo, em um momento, ela canta: “E tudo ao seu redor é um poço prata de luz/As pessoas que a cercam sentem o benefício disso/Te faz calmo/Ela mantém você na palma da mão”. Em outro, “Ela preenche cada esquina, como se fosse nascida em preto e branco/Faz você ficar atento quando você está tentando lembrar/O que você ouviu?/Ela gosta de deixar você pensando em uma palavra”

Eu concordo que a Patti Smith é tudo isso e muito mais.

Her face is a map of the world
Is a map of the world
You can see she’s a beautiful girl
She’s a beautiful girl
And everything around her is a silver pool of light
The people who surround her feel the benefit of it
It makes you calm
She holds you captivated in her palm
Suddenly I see (suddenly I see)
This is what I wanna be
Suddenly I see (suddenly I see)
Why the hell it means so much to me (suddenly I see)

Volto mais tarde | Ao som de KT Tunstall – Suddenly I See |

Anúncios

Na Minha Estante: Patti Smith, “Só Garotos”

O que fazer quando algumas das certezas que você tem na vida são seriamente questionadas? Como se reage a isso?

Não, eu não penso que, no auge dos meus 27 anos, eu tenha crenças que jamais serão mudadas. Mas, ainda mais por ser metida a sabichona, sou convicta de certas coisas, como: não acredito em alma gêmea, pessoas que foram feitas umas para as outras, entre outras. Essas, especificamente, foram colocadas em cheque ao ler o maravilhoso “Só Garotos”, da Patti Smith, vencedor do Prêmio Nacional do Livro dos EUA, em 2010.

so-garotos
Capa do “Só Garotos”

Continuar lendo “Na Minha Estante: Patti Smith, “Só Garotos””

Dica de Sites: Blogs de Viagens

Gosto bastante de visitar blogs, de temas variados. Vários deles estão na lista do lado direito da página.

Dos relacionados a viagens, eu gosto bastante do Dri Everywhere, comandado pela Adriana Miller. Lá, ela dá várias dicas e conta alguns perrengues que passou. Além disso, tira ótimas fotos.

Foto do Dry Everywhere retirado do blog Chata de Galocha.

Continuar lendo “Dica de Sites: Blogs de Viagens”

Séries de TV: As Piores da Década

As duas listas anteriores que postei aqui eram sobre música. Agora, vem uma feita pelo blog “Ligado em Série”, com as piores séries de TV da década. Como não vi nenhuma, não tenho nada a declarar. Alguém aqui tem algo a dizer? Comentem!

piores_series
Fonte: Ligado em Série

10. Glee (FOX)
09. Joey (NBC)
08. Knight Rider (NBC)
07. Dirt (FX)
06. Hank (ABC)
05. Heroes (NBC)
04. Bionic Woman (NBC)
03. The Nine (ABC)
02. Back to You (FOX)
01. Cavemen (ABC)

Lista com mais detalhes, aqui.

Volto mais tarde | Ao som de Jeff Buckley – Last Goodbye  |

Áudio do Dia: A Rivalidade Entre Barcelona e Real Madri

real_barca
Fonte: http://pabloortiz75.glogster.com/false/

 Creio que, como eu, todo fã de futebol tem estado bem animado com as pelejas entre Barcelona e Real Madri nas últimas semanas.

Pois bem, a Rádio Estadão/ESPN divulgou um pequeno áudio que analisa a rivalidade quase política entre as duas equipes. Interessante. Link aqui.

Ps: Acho muito triste a rádio não pegar aqui em Belo Horizonte, então, só dá para ouvir via internet. Como eles transmitem as corridas de F1, fica a dica de deixar a TV no mudo e ouvir a narração do Everaldo Marques e comentários do Flavio Gomes. Com as imagens da TV de sempre.

Volto mais tarde. Ou não. Não sei. | Ao som de Metallica – Until It Sleeps |

Dica de Viagem: Luxemburgo

Eu esperava estrear o Dicas de Viagens falando de alguma que eu tivesse feito. Mas, como não tenho viajado e, infelizmente, sem perspectiva pela frente, (como diriam os Mamonas Assassinas: “Money que é good nós no have”) iniciarei com dicas dadas por outras pessoas. A intenção é essa: colocar coisas minhas e dos outros aqui (estas, devidamente creditadas, óbvio).

luxemburgo
Lindo né? Crédito: Mariana Inbar.

Petiscos (ele, de novo!) publicou dois posts, feitos pela Mariana Inbar, sobre Luxemburgo. As fotos tiradas pela moça são lindas. Vale a pena dar uma olhada…. e ficar com vontade de ir! Ainda mais após ler o segundo post, que fala sobre a gastronomia local! Uhn!

Links aqui e aqui.

Ps: Aproveito para adiantar os meus votos de Feliz Páscoa para todos!

Volto mais tarde | Ao som de Metallica – The Unforgiven  |

Música do Dia: Nina Simone – Feeling Good

“Oh freedom is mine, and I know how I feel”

Que música! Que versão! Que voz! Que ser humano! Incrível! Um das minhas músicas favoritas na história!

Birds flying high you know how I feel
Sun in the sky you know how I feel
Breeze driftin’ on by you know how I feel
(refrain:)x2
It’s a new dawn
It’s a new day
It’s a new life
For me
And I’m feeling good

Volto mais tarde | Ao som de Nina Simone – Feeling Good |

Música do Dia: Dido – Give Me Strength

Muitas pessoas conhecem a Dido por causa de “Thank You”, principalmente. Ou por “My lover’s gone”, que foi trilha sonora de novela da Globo. Essas duas músicas fazem parte do primeiro álbum dela, o excelente “No Angel”, de 1999.

Capa do Odds & Ends

O primeiro oficial. Isso porque, em 1995, ela gravou um disco chamado “Odds & Ends”, que nunca foi lançado. Algumas músicas dele acabaram entrando no “No Angel” como “Take my Hand” e “Sweet Eyed Baby” (esta, no oficial, passou a se chamar “Don’t think of me”).

O que me impressiona é que o “Odds & Ends” têm músicas excelentes e não consigo entender como “Give me strength” não foi lançada, depois. Acho que é uma das melhores músicas que a Dido fez na vida (o mesmo serve para outra chamada “Keep your faith in me”).

Por isso, a coloco como música do dia de hoje. Só que, pelo fato dela não ser oficial, não há um vídeo feito pela artista. O que eu coloco é uma montagem, feita por um fã.

Looking at a place that’s gone
Boarded up my memories
But something’s drawn me here again and I
I cannot leave the past alone
Hoped that I would never find
All the shit I left behind
Now I find the child in me is going to remind me that I
I can’t forget my past for long/so take a look outside yourself
And tell me what you see
I can’t believe

Volto mais tarde | Ao som de Dido – Give Me Strength |

Doodle: Google e Charlie Chaplin

Para quem ainda não está sabendo, fica a dica de entrar no site do Google para ver a homenagem feita ao 112º aniversário de Charlie Chaplin. Ao invés do logo do site, o que se vê é um vídeo, de dois minutos, que ficará no ar por 36 horas.

Fonte: http://www.imagensporfavor.com/

Continuar lendo “Doodle: Google e Charlie Chaplin”

wol: Momento Pedido de Voto!

Eu, realmente, não espero fazer isso muitas vezes, mas é por uma ótima causa:

A filhota de um colega de faculdade está participando de um concurso promovido pela Stella McCartney. Porém, não está só participando, mas está em segundo lugar! O desenho dela, RAINBOW MOUSE, é fofo.

Votem lá, please

Continuar lendo “wol: Momento Pedido de Voto!”

Redes Sociais: Gosto Musical e Relacionamentos

Transcrevo a reportagem que saiu ontem no Estado de São Paulo e que gerou um certo rebuliço no Twitter.

Mais detalhes ao entrar no site do Tasdebuds. Inclusive, tem uma comparação entre fãs de Oasis e Blur.

Fonte: Tastebuds.fm

Continuar lendo “Redes Sociais: Gosto Musical e Relacionamentos”

Dica de BH: Guia da Cidade

O Blog da Julia Petit, Petiscos (que eu adoro!), fez um post de dicas de Belo Horizonte. Em 2009, teve um outro, do mesmo tipo. Deixo os dois links aqui, que servem não somente para quem vier visitar a cidade, mas também para os moradores que não conhecem alguns dos locais citados (#MomentoCarapuçaServiu).

bh
Fonte: http://www.tudodeturismo.com.br

Guia BH 1, aqui.

Guia BH 2, aqui.

Volto mais tarde | Ao som de The Doors – Touch Me |

R.I.: O Casamento Real

Como sei que tem muita gente curiosa com o casamento do Príncipe William com a Catherine Middleton (eu, inclusive), deixo o link do especial feito pela BBC Brasil.

Podem falar que é bobeira, que monarquia é coisa do passado, etc. Mas que eu quero ver o vestido e coisas do tipo: sim, quero!

Cliquem aqui.

Volto mais tarde | Ao som de Julian Plenti – Games for Days |

Música do Dia: Gomez – How We Operate

Desde o episódio musical de Grey’s Anatomy, eu não paro de ouvir essa música. Já gostava demais, antes, mas agora o vício está bem forte. Muito boa, mesmo!

gomez-how-we-operate

 

A little joy
A little sorrow
And a little pride so we won’t have to borrow
Wherever you lead, I’ll follow

Turn me inside out and upside down
And try to see things my way
Turn a new page, tear the old one out
And I’ll try to see things your way

Please come here
Please come on over
There is no line that you can’t step right over
Without you well I’m left hollow
So can we decide to try a little joy tomorrow
‘Cos baby tonight I’ll follow

Turn me inside out and upside down
And try to see things my way
Turn a new page, tear the old one out
And I’ll try to see things your way

Volto mais tarde | Ao som de Gomez – How We Operate |

Música do Dia: Snow Patrol – Chasing Cars

Ainda no clima do histórico* episódio de Grey’s Anatomy (S07E18 – Song Beneath The Song), coloco a que mais me emocionou…. de novo! Chasing Cars do Snow Patrol.

We’ll do it all,
Everything,
On our own.
We don’t need
Anything
Or anyone.
If I lay here,
If I just lay here,
Would you lie with me and just forget the world?

* Histórico para fãs da série, como eu. O que não significa que foi historicamente bom, como bem colocou o Pílula Pop, aqui.

Volto mais tarde | Ao som de Snow Patrol – Chasing Cars |

 

No iPod: Os Melhores Álbuns Dos Anos 80

Em um dos primeiros posts aqui no blog, eu mostrei a lista dos “melhores álbuns dos anos 90”, de acordo com os leitores da revista Rolling Stones. Pois bem, agora a mesma lança a dos “melhores álbuns dos anos 80”.

Como bem aponta o blog “Tenho Mais Discos Que Amigos”, a polêmica está na inclusão do excelente “London Calling”, do The Clash, visto que ele foi lançado em 1979. A revista argumenta que ele está ali porque “teve uma grande influência para a música nos anos 80.”

u2 the joshua tree

No topo ficou o The Joshua Tree do U2. Eu nunca parei para pensar quais seriam os meus favoritos dessa década maravilhosa para a música mundial, mas sei que o Joshua Tree estaria nela (só não sei em qual posição mas, certamente, entre as primeiras, estaria). É um disco primoroso!

1. U2 – “The Joshua Tree”
2. Guns N’Roses – “Appetite for Destruction”
3. Michael Jackson – “Thriller”
4. Bruce Springsteen – “Born In The USA”
5. Prince – “Purple Rain”
6. AC/DC – “Back In Black”
7. The Smiths – “The Queen Is Dead”
8. The Clash – “London Calling”
9. The Cure – “Disintegration”
10. Metallica – “Master Of Puppets”

Inicialmente, a lista não me causa nenhuma repulsa. Só que certamente colocaria o “The Queen is Dead” em uma melhor posição. E vocês? O que acharam? Comentem!

Volto mais tarde | Ao som de Cake – I Will Survive  |