Café & TV: Séries de TV, “The Good Wife”

Adoro séries de TV! São um grande passa-tempo (passatempo? passa-tempo?) na minha vida. Algumas eu assisto sem nenhum compromisso, podendo parar a qualquer momento. Outras eu nem gosto mais como gostava quando comecei a assistir, mas, por força do vício, não as largo. Finalmente, tenho aquelas que são as mais especiais: as que eu gosto de ler reviews, comentários em blogs (listados ao lado), etc.

A que ocupa o topo na lista deste último grupo se chama ‘The Good Wife’.

The-Good-Wife-3

Comecei a assistir bem no início, quando vi em uma propaganda que ela era a nova série da Julianna Margulies, a querida Enfermeira Carol, de E.R. (que eu era fã, claro). Assim sendo, não poderia deixar de ver, de forma alguma.

Ao começar a assistir, eu me deparo com vários atores de séries que eu também gostava: Matt Czuchry (Gilmore Girls), Christine Baranski (The Big Bang Theory, Frasier, etc), Chris North (Sex and the City), Mary Beth Peil (Dawson’s Creek), Titus Welliver (Lost), entre outros. Claro que, com isso, fiquei muito mais disposta a gostar da série.

GoodWife

The Good Wife conta a história de uma mulher, Alicia Florrick (Margulies), que traída pelo marido (North), decide retomar sua carreira de advogada, depois de anos fora do mercado, dedicados a cuidar da família. Mas não é simplesmente isso. O maridão é o Procurador do Estado de Illinois (a série se passa em Chicago) e a querida Good Wife é daquelas mulheres que ficam com cara de tacho, frente ao público, enquanto o bonitão admite publicamente ter não somente mantido relações sexuais fora do casamento, mas ter manipulado suas decisões políticas por conta delas.

O que torna essa série, hoje, a minha favorita são quatro grandes fatores:

1) O texto. Ela é muito bem escrita, bem amarrada. Imagino que seja um tanto quanto ruim uma pessoa que nunca viu, passar a ver, sem ser pelo primeiro episódio da primeira temporada (atualmente, ela já está na reta final da segunda).

2) As atuações. O elenco é incrível. Não somente o regular, mas aqueles que fazem aparições esporádicas, ou mesmo em apenas um episódio.

3) As polêmicas. The Good Wife é uma série capaz de tratar assuntos polêmicos sem banalizar, sem baixar o nível. Temas como racismo, homossexualidade, uso de drogas, tráfico dessas, religião, a atuação dos laboratórios farmacêuticos, entre outros, são recorrentes. E muito bem trabalhados.

4) A política. Um Procurador de Estado, nos EUA, tem que ser eleito pela população. A série mostra, de forma muito interessante, todas as tramoias dos bastidores da política. Um verdadeiro horror, mas que é maravilhoso de assistir.

Hoje ela é, com certeza, a série que eu fico mais animada quando tem um novo episódio, que mais me deixa de queixo caído durante e depois, e com maior expectativa pelo próximo. E, ao ler comentários em outros blogs, sei que não estou sozinha. Fico impressionada como, depois de mais de 30 episódios, ainda não teve um sequer que eu pensasse: “achei fraco”, “não gostei”. Acho que a minha avaliação mais baixa foi: “esse episódio foi bom, mas não tanto quanto os outros”. Pra mim, isso é algo admirável.

The Good Wife é uma série incrivelmente bem feita, bem escrita e que não subestima, pelo contrário, a inteligência daqueles que fazem a sua audiência. Recomendo ao extremo.

Ps aos advogados de plantão: Eu não dou a mínima se a série não é realista quanto aos procedimentos, processos jurídicos.

Volto mais tarde | Ao som de The Jam – In The City |

Anúncios

21 comentários em “Café & TV: Séries de TV, “The Good Wife”

  1. Vivi, só pra te atualizar – estou adorando a série!! kkkkkk
    Estou curiosíssima agora que eu reli o post e os comentários, e vcs estão falando da segunda temporada… ainda estou terminando a primeira! Vou correr!!! kkkk Adorei a dica! Mande mais! ;)
    Beijão!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Ei Alê,

      Esse seu comentário me deixou bastante feliz viu? Que ótimo que você está gostando da série!
      Eu virei fã incondicional!

      E é bom vc correr mesmo, porque a primeira temporada é excelente…..a segunda conseguiu ser melhor ainda (tá no finalzinho!)

      Beijos!!

      Curtir

  2. Concordo em gênero, número e grau =D

    The Good Wife não me conquistou logo de cara, mas aos poucos e a cada episódio imperdível, fiquei rendida. Com essa segunda temporada não há dúvidas; melhor série dramática dessa season.

    Parabens pelo texto! ^^

    Curtido por 1 pessoa

  3. Viviane,

    O que me chamou a atenção para TGW foi justamente o que vc citou, a presença de Carol de ER (que eu tb era fã, claro :P)

    As polêmicas e os bastidores da política dão realmente o tom da série e a tornam tão especial…. E que elenco!

    Se a série é realista ou não… Mais ou menos. Lá as coisas são bem diferentes daqui (também sou advogada), mas, embora os atos processuais sejam fiéis a realidade, o que mais foge do real é o tempo em que tudo ocorre. Um processo dura um único episódio, enquanto o “correto” seria que vários processos durassem vários episódios. Mas acho isso uma grande bobagem, série é série e ficção é ficção!

    Abraço!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Cristal,

      Que bom que você passou por aqui. Gostei bastante do seu comentário.

      Sobre a questão da série ser realista, acho que o mesmo vale para as séries médicas, como a nossa querida E.R.

      Nessas, os exames que, na vida real, podem levar horas para ficarem prontos. Nas séries, eles são quase instantâneos, né?

      Então, concordo com o que você disse: “série é série e ficção é ficção!”. Imagina se eles usassem vários episódios para um único caso? Não dá né? Que a vida real fique na vida real mesmo :-)

      Volte sempre!

      Curtir

  4. Vi o link de seu site em Series maniacos. Adoro “The good wife” então vim ver sua opinião.

    Gostei da forma e do conteúdo. Seu texto está ótimo, bem condizente com a série (sou outra fã tipo vc, que adora a série, rs). E mais, vc escreve super bem.
    Achei seu texto agradável, e vou ler os outros do blog.
    Grande abraço
    Maria José

    Curtido por 1 pessoa

  5. Viviane, vi seu comentário lá no Guia e vim ler seu texto :)

    Parabéns, você escreve bem! E tem ótimo gosto para séries. The Good Wife é, de longe, o melhor drama que acompanho hoje! Incrível que só melhora, né? Dá até gosto.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Camila,

      Obrigada por ter vindo aqui e ter comentado! Seja bem vinda e volte sempre!

      Sim, Good Wife é um excelente drama. Também é meu favorito, junto com Mad Men.

      Na realidade, nem consegui colocar tudo que eu queria porque senão o post ficaria absurdamente grande. Faltou falar da Kalinda, do Cary…. fica pro próximo :-)

      Curtir

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.