Esportes: Justiça às vítimas de Hillsborough

Em abril, eu escrevi um texto sobre a minha torcida pelo Liverpool e como boa parte dela se deu pela forma em que o time honra a memória das vítimas da tragédia de Hillsborough.

 

Pois bem, relatórios a respeito foram divulgados e mostram como grande parte da responsabilidade pela morte dos 96 torcedores do time (que foram pisoteados e esmagados) foi das autoridades.

De acordo com o Globo Esporte;

“Na Grã-Bretanha, documentos de acesso restrito – como o do desastre – costumam apenas ser divulgados apenas 30 anos depois dos acontecimentos, mas um abaixo assinado subscrito por 140 mil pessoas levou o governo a liberar a consulta das cerca de 450 mil páginas por parte dos famíliares das vítimas. “As provas mostram conclusivamente que os torcedores do Liverpool não causaram e nem contribuíram para a morte de 96 homens, mulheres e crianças”, diz o registro.

Segundo o Painel Independente de Hillsborough, 41 vítimas ainda poderiam ter sido salvas depois do horário que as autoridades desistiram do atendimento. A decisão foi tomada às 15h15m, nove minutos depois de o árbitro decidir parar a partida.

- Os documentos revelados e analisados pelo painel mostraram que aquela tragédia nunca deveria ter acontecido. Houve claros erros operacionais em resposta ao desastre e houve árduas tentativas para colocar a culpa nos torcedores. Os relatórios detalhados dos painéis mostram o quanto as vítimas, sobreviventes e suas famílias estavam vulneráveis quando a transferência e a responsabilidade foram comprometidos – afirmou James Jones, que foi presidente do painel.”

As famílias das vítimas sempre reclamaram que ninguém foi responsabilizado pelas mortes.

Além disso, foi de extremo significado o pedido de desculpas feito pelo primeiro ministro britânico, David Cameron, no parlamento.

“- Com o peso das novas provas nesse relatório, é correto que eu, como primeiro ministro, peça as desculpas apropriadas às famílias das 96 vítimas por todos os que sofreram nos últimos 23 anos. Em nome do governo – e talvez do nosso país – em sinto profundamente por essa dupla injustiça que foi deixada incorreta por tanto tempo – contou.”

Importante. Importante demais.

Para ler a cobertura completa do Globo Esporte, clique aqui.

Volto mais tarde.

Ao som de No Doubt – Settle Down

About these ads

Um comentário sobre “Esportes: Justiça às vítimas de Hillsborough

  1. Pingback: Esportes: Quando o futebol dá um exemplo, parte 2 « words of leisure

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s