Review – Álbuns: The Cranberries, “Roses”

Roses, álbum que marca o retorno do The Cranberries após 10 anos de hiato, não mostra nada de exatamente novo. Mas isso não o torna ruim, muito pelo contrário.

Capa do Roses

Essa banda é a responsável por um dos shows mais surpreendentes da minha vida. Fui para o Chevrolet Hall, aqui em BH, no dia 31.01.2010, com a intenção de ver um grupo dono de um bocado de músicas que eu adoro. Saí de lá rouca e exausta, de tanto pular.

Inclusive, coloco abaixo um vídeo feito por alguém de Dreams! Oh, show bom!

Então, quando o disco foi anunciado, eu ouvi algumas músicas que eles foram soltando no Youtube, mas não pensei nem duas vezes ao comprá-lo, assim que lançado. E direto na versão Deluxe, com um show que eles fizeram em Madri que é bem parecido com o que eu vi!

Um disco muito gostoso, de uma banda madura, que se respeita e extremamente competente!

Como falei lá em cima, não tem nenhuma revolução na música deles. Mas gostei mesmo assim!

Até agora, as favoritas são: Schizophrenic Playboy e Tomorrow.

Fica a dica.

Volto mais tarde.

Ao som de The Cranberries - Schizophrenic Playboy

About these ads

2 thoughts on “Review – Álbuns: The Cranberries, “Roses”

  1. Pingback: Música do dia: Settle Down « words of leisure

  2. Juntamente com o show da Joss Stone, o show do Cranberries foi o melhor que eu já assisti! Eles realmente sabem o que fazem, como músicos e como artistas. O último álbum é ótimo, e pra mim foi uma (boa) mistura de Everybody Else com No Need To Argue. Recomendado!

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s